Geólogos encontram bosque fossilizado nas montanhas da Antártida

Geólogos descobriram fragmentos fósseis de treze árvores com mais de 260 milhões de anos entre as rochas cinzentas que afloram de um campo de gelo nas Montanhas Transantárticas.

Trata-se do testemunho de um bosque que cresceu no fim do Período Pérmico, antes dos primeiros dinossauros, quando a Antártida ainda não se encontrava no Polo Sul. A descoberta aconteceu durante uma expedição ao Promontório McIntyre.

Em comunicado, Erik Gulbranson, um paleoecólogo e professor na Universidade de Winsconsin-Milwaukee, disse que já sabia da existência dos fósseis na Antártida “desde a expedição Robert Falcon Scott de 1910-12. No entanto, há muito território por explorar ali”.

O Período Pérmico acabou há 251 milhões de anos, na maior extinção massiva da história, já que a Terra mudou rapidamente. Mais de 90% das espécies na Terra desapareceu, incluindo os bosques polares. Gulbranson acredita que as árvores nos bosques antárticos eram uma espécie muito abundante e está a estudar por que razão se extinguiram.

Muitos cientistas agora acreditam que um aumento massivo dos gases de efeito estufa na atmosfera, como o dióxido de carbono e o metano, tenha causado a extinção do Pérmico-Triásico. É provável que no transcorrer de 200 mil anos – um curto tempo, geologicamente falando – as erupções vulcânicas na Sibéria libertem muitas toneladas de gases de efeito estufa para a atmosfera,

Isbell, um distinguido professor de geociências, estudou previamente os depósitos glaciares do Pérmico da Antátida para determinar como mudou o clima. Nesta expedição utilizou as rochas à volta das árvores fossilizadas para determinar como é que estes se encaixam na história geológica da Antártida.

“Este bosque é um amostra da vida antes da extinção, o que nos pode ajudar a compreender o que causou este evento”, disse Gulbranson. Também pode dar pistas sobre coo as plantas eram diferentes das atuais.

No final do Período Pérmico, a Antártida era mais quente e húmida do que hoje. Os continentes, tal como os conhecemos, estavam agrupados em duas massas continentais gigantes: uma no norte e outra no sul. A Antártida era parte de Gondwana, o super-continente que abarca o Hemisfério Sul que também inclui a atual América do Sul, África, Índia, Austrália e a Arábia.

Na altura, haveria uma mistura de musgos, ferns e uma planta extinta chamada Glossopteris. Os cientistas acreditam também que é provável que o bosque se estendesse por todo continente Gondwana.

Gulbranson disse que os bosques fósseis eram diferentes dos bosques atuais. Durante o Período Pérmico, os bosques foram um conjunto potencialmente pouco diverso de diferentes tipos de plantas com funções específicas que afetaram a forma como todo o bosque respondeu às mudanças ambientais. Isto contrasta com os bosques modernos de latitudes altas que mostram uma maior diversidade de plantas.

“Este grupo de plantas deve ter sido capaz de sobreviver e prosperar numa variedade de ambientes. É extremamente raro, inclusive hoje, que um grupo apareça em quase todo o hemisfério do globo”, disse Gulbranson.

RESPONDER

A Bitcoin tem uma verdadeira ameaça: os supercomputadores quânticos

Apesar de o valor da Bitcoin não parar de aumentar, tendo chegado esta semana aos 8.000 dólares, há quem esteja preocupado com uma tecnologia emergente, que ameaça seriamente a blockchain, plataforma por trás da criptomoeda: …

Se Puigdemont quer receber pensão, tem que reconhecer intervenção de Madrid

O presidente do governo destituído da Catalunha, Carles Puigdemont, terá de reconhecer a intervenção do Estado espanhol naquela comunidade autónoma se quiser receber os 112 mil euros anuais correspondentes à pensão a que tem direito …

Nações Unidas divulgam vídeo da fuga de soldado norte-coreano

O Comando das Nações Unidas publicou, esta quarta-feira, um vídeo que mostra a deserção de um soldado norte-coreano que, no passado dia 13, cruzou a fronteira para a Coreia do Sul enquanto era baleado pelos …

Benfica em Vila do Conde, FC Porto recebe V. Guimarães e Sporting o Vilaverdense

O sorteio realizado, esta quarta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que o Benfica vai até Vila do Conde, onde visita o Rio Ave, e que FC Porto e Sporting recebem o Vitória de …

Primeiro-ministro libanês suspende demissão após pedido do Presidente

O primeiro-ministro demissionário libanês anunciou, esta quarta-feira, em Beirute que suspendeu o pedido de demissão do Governo depois de um pedido do Presidente nesse sentido. Numa intervenção transmitida pela televisão local, Saad Hariri disse ter decidido …

PJ detém 10 seguranças, entre os quais 3 polícias

A Polícia Judiciária deteve dez pessoas, entre as quais dois agentes da PSP e um militar da GNR, sob suspeitas de crimes de sequestro, exercício ilegal de segurança privada e corrupção. As dez detenções, de nove …

Documentos sobre roubo de Tancos fechados num cofre e com consulta condicionada

O chefe do Estado-Maior do Exército, general Rovisco Duarte, foi ouvido na Comissão de Defesa Nacional sob sigilo, no âmbito do roubo de armas em Tancos. As informações prestadas estão classificadas como confidenciais e ficam …

Ratko Mladic condenado a prisão perpétua por genocídio e crimes contra a Humanidade

O Tribunal Penal Internacional para-a ex-Jugoslávia (TPI-J) condenou, esta quarta-feira, o antigo chefe militar sérvio-bósnio Ratko Mladic a prisão perpétua pelos crimes cometidos na guerra da Bósnia (1992-1995). O Tribunal Penal Internacional para-a ex-Jugoslávia (TPI-J) condenou …

Surpresa geral com a mudança do Infarmed de Lisboa para o Porto

Trabalhadores, deputados, indústria farmacêutica e até a própria Infarmed foram apanhados de surpresa com a decisão do Governo de mudar a sede da Autoridade Nacional do Medicamento de Lisboa para o Porto. A decisão de deslocalizar …

Escrava sexual mata agressor e é condenada a prisão perpétua

O caso é de 2004, mas voltou a debate público recentemente, depois de a Fox ter publicado uma reportagem sobre a vida na prisão da menina que matou o seu abusador. "Imagina aos 16 anos seres …