Geólogos encontram bosque fossilizado nas montanhas da Antártida

Geólogos descobriram fragmentos fósseis de treze árvores com mais de 260 milhões de anos entre as rochas cinzentas que afloram de um campo de gelo nas Montanhas Transantárticas.

Trata-se do testemunho de um bosque que cresceu no fim do Período Pérmico, antes dos primeiros dinossauros, quando a Antártida ainda não se encontrava no Polo Sul. A descoberta aconteceu durante uma expedição ao Promontório McIntyre.

Em comunicado, Erik Gulbranson, um paleoecólogo e professor na Universidade de Winsconsin-Milwaukee, disse que já sabia da existência dos fósseis na Antártida “desde a expedição Robert Falcon Scott de 1910-12. No entanto, há muito território por explorar ali”.

O Período Pérmico acabou há 251 milhões de anos, na maior extinção massiva da história, já que a Terra mudou rapidamente. Mais de 90% das espécies na Terra desapareceu, incluindo os bosques polares. Gulbranson acredita que as árvores nos bosques antárticos eram uma espécie muito abundante e está a estudar por que razão se extinguiram.

Muitos cientistas agora acreditam que um aumento massivo dos gases de efeito estufa na atmosfera, como o dióxido de carbono e o metano, tenha causado a extinção do Pérmico-Triásico. É provável que no transcorrer de 200 mil anos – um curto tempo, geologicamente falando – as erupções vulcânicas na Sibéria libertem muitas toneladas de gases de efeito estufa para a atmosfera,

Isbell, um distinguido professor de geociências, estudou previamente os depósitos glaciares do Pérmico da Antátida para determinar como mudou o clima. Nesta expedição utilizou as rochas à volta das árvores fossilizadas para determinar como é que estes se encaixam na história geológica da Antártida.

“Este bosque é um amostra da vida antes da extinção, o que nos pode ajudar a compreender o que causou este evento”, disse Gulbranson. Também pode dar pistas sobre coo as plantas eram diferentes das atuais.

No final do Período Pérmico, a Antártida era mais quente e húmida do que hoje. Os continentes, tal como os conhecemos, estavam agrupados em duas massas continentais gigantes: uma no norte e outra no sul. A Antártida era parte de Gondwana, o super-continente que abarca o Hemisfério Sul que também inclui a atual América do Sul, África, Índia, Austrália e a Arábia.

Na altura, haveria uma mistura de musgos, ferns e uma planta extinta chamada Glossopteris. Os cientistas acreditam também que é provável que o bosque se estendesse por todo continente Gondwana.

Gulbranson disse que os bosques fósseis eram diferentes dos bosques atuais. Durante o Período Pérmico, os bosques foram um conjunto potencialmente pouco diverso de diferentes tipos de plantas com funções específicas que afetaram a forma como todo o bosque respondeu às mudanças ambientais. Isto contrasta com os bosques modernos de latitudes altas que mostram uma maior diversidade de plantas.

“Este grupo de plantas deve ter sido capaz de sobreviver e prosperar numa variedade de ambientes. É extremamente raro, inclusive hoje, que um grupo apareça em quase todo o hemisfério do globo”, disse Gulbranson.

PARTILHAR

RESPONDER

Filho de José Eduardo dos Santos em prisão preventiva

O filho do ex-Presidente angolano está em prisão preventiva por suspeita de vários crimes. Vários jornais estão a avançar que José Filomeno dos Santos, filho do ex-Presidente angolano, está em prisão preventiva. Em causa estão os crimes …

Metallica regressam a Portugal

A banda americana regressa a Portugal a 1 de maio de 2019, num concerto no estádio do Restelo, em Lisboa. O concerto em solo luso da digressão WorldWired será o primeiro de 20 concertos agendados …

Jovem indonésio sobreviveu 48 dias à deriva no Pacífico

Um jovem indonésio sobreviveu 48 dias com a ajuda de uma plataforma para captura de peixe até ter sido resgatado por um cargueiro a cerca de dois mil quilómetros do território norte-americano de Guam, no …

Câmara de Braga condenada a pagar mais 4 milhões pelo Estádio

Construído nos mandatos de Mesquita Machado, o estádio tinha um orçamento inicial de 65 milhões, mas acabou por custar mais de 150 milhões. O Tribunal Administrativo e Fiscal condenou a Câmara de Braga a pagar mais …

Movimento de Rui Moreira confronta António Costa sobre Infarmed

A Associação Cívica Porto, o Nosso Movimento pediu, este domingo, ao primeiro-ministro que esclareça se apoiou o ministro da Saúde na decisão de reavaliar a eventual transferência do Infarmed para o Porto. A associação Porto, o …

Nova acusação de assédio sexual contra juiz nomeado por Trump para o Supremo

O juiz nomeado pelo Presidente dos EUA para o Supremo Tribunal foi acusado por uma segunda mulher, este domingo, de assédio sexual na década de 80.  A New Yorker noticiou, este domingo, que os democratas que …

"Hard Brexit" pode ser o fim do Reino Unido

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, tem sido alertada por elementos do seu Executivo para o possível desmembramento do Reino Unido, num cenário de saída da União Europeia sem acordo, o chamado ‘hard Brexit’. Após …

Duas sondas japonesas pousaram num asteróide e fizeram História

Pela primeira vez na história, o Homem conseguiu aterrar dois rovers não tripulados num asteróide. A proeza histórica aconteceu este sábado e deveu-se aos japoneses. "Fiquei impressionado com o que conquistamos no Japão. Este é apenas …

Milionário da Somague declara falência e pede perdão de 67 milhões de euros

O ex-presidente da Somague, Diogo Vaz Guedes, declarou falência, pedindo o perdão de dívidas superiores a 67 milhões de euros. O Novo Banco e o BCP estão entre os credores do milionário. O jornal Correio da …

A China está (literalmente) a comprar um país africano

A Zâmbia corre o risco de perder a sua soberania devido à enorme dívida externa que tem com a China. O país poderá ser obrigado a entregar a Pequim a propriedade das suas principais infraestruturas de …