Genoma completo da mosca deu pistas para curar doenças

internetarchivebookimages / Flickr

-

Cientistas sequenciaram o genoma completo da mosca comum e afirmam que as descobertas podem ajudar a descobrir novos tratamentos para doenças que afligem os humanos.

Uma mosca pode ter cerca de cem doenças, incluindo problemas que levam à cegueira.

Ao comparar o DNA da mosca comum com o da mosca da fruta, cientistas da Universidade de Cornell, nos EUA, detalharam os genes que fazem com que estes insectos sejam imunes aos agentes patogénicos – os organismos causadores de doenças, como bactérias, vírus e fungo – a que estão expostos.

Os cientistas descobriram também a parte do código genético que ajuda a mosca a dissolver dejectos, como fezes.

“Informações a respeito destes genes podem ajudar-nos a processar os dejectos humanos e a melhorar o meio ambiente”, defendem Jeff Scott e os colegas, no estudo publicado no Genome Biology.

No meio do lixo

As moscas comuns são “perfeitas” para a transmissão de doenças. Elas têm contacto regular com carcaças, com lixo e com outros objectos sujos que contêm bactérias, vírus e parasitas.

cornell.edu

Jeffrey G. Scott, professor de Entomologia da Universidade de Cornell, EUA

Jeffrey G. Scott, professor de Entomologia da Universidade de Cornell, EUA

Gostam dos mesmos alimentos que nós e, como são muito eficientes a escapar das nossas tentativas de as matar, têm sempre oportunidades de pousar tanto na nossa comida como no nosso corpo.

Acredita-se também que elas carreguem tantos patogénios porque se alimentam de substâncias líquidas ou semi-líquidas – muitas vezes fezes.

Como estão constantemente a alimentar-se, elas precisam de eliminar seus próprios dejectos (e os patogénios que carregam) sempre que pousam por mais de alguns segundos.

Mas, ao contrário do que acontece com os humanos, este estilo de vida pouco higiénico não faz mal à saúde das moscas.

Scott e sua equipa quiseram descobrir porquê – e como utilizar essa capacidade em benefício da raça humana.

A equipa sequenciou os genomas de seis moscas fêmeas comuns e compararam-nos com o da mosca da fruta, a Drosophila melanogaster, para identificar que partes do DNA são exclusivos da mosca comum e poderiam ser estudados mais a fundo.

A equipa descobriu que a mosca comum tinha muito mais genes imunes do que a drosófila, e que esses genes eram também bastante mais diversificados – possivelmente para oferecer ao insecto protecção contra os diversos patogénios que transporta.

Proliferação de doenças

O professor David Conway, da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, explica que “apesar de acharmos que as moscas são apenas um incómodo, elas podem transmitir diversas bactérias aos humanos e contribuir significativamente para a proliferação de doenças em comunidades pobres onde as condições sanitárias são limitadas”.

“É óptimo ver essa análise do sequenciamento genómico, em especial a sua comparação com o genoma da mosca da fruta, o mais estudado até agora”, acrescenta Conway.

“Muitas outras moscas transmitem importantes doenças humanas, e espero que este trabalho estimule mais análises genómicas e comparações entre eles”.

Por exemplo o genoma da mosca tsé-tsé, que transmite a doença do sono em África, foi publicado alguns meses atrás. Apesar de se alimentar de sangue, a tsé-tsé tem parentesco mais próximo com a mosca comum do que com mosquitos.

“Há assim muitos outros vectores de doenças negligenciadas que poderiam ser melhor compreendidos se tivéssemos mais comparações entre seus sequenciamentos genéticos”, conclui Conway.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …

Sporting vagueia mercado à procura de um avançado

Šporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás não satisfazem as necessidades de Rúben Amorim, que quer trazer mais um avançado para o plantel antes do fecho do mercado de transferências. A janela de transferências está prestes a …