/

Fundos credores do BES exigem milhões a Salgado

José Sena Goulão / Lusa

Ricardo Salgado

Oito fundos estrangeiros que emprestaram centenas de milhões de euros ao Banco Espírito Santo (BES) querem ser indemnizados por Ricardo Salgado, devido ao dinheiro que perderam após a resolução da instituição financeira.

Segundo avançou esta terça-feira o Jornal de Notícias, mais de mil lesados do BES e a massa insolvente de duas empresas do Grupo Espírito Santo (GES) querem também ser indemnizadas por Salgado e por outros arguidos, por terem ter tido o seu “património afetado” e terem ficado privadas de “vários ativos” que detinham, respetivamente.

Entre os fundos estão sete que, em dezembro, colocaram uma ação administrativa contra o Estado, a contestar a integração do seu empréstimo no “banco mau” e não no Novo Banco. Em causa está um financiamento de cerca de 700 milhões de euros, feito pouco antes da queda do BES, através de um veículo do grupo Goldman Sachs.

O Ministério Público (MP) acredita que os arguidos causaram ao BES/GES prejuízos que ultrapassam os 11,8 mil milhões de euros. Há um ano, Salgado negou as acusações referentes a 65 crimes e acusou o MP de “falsificar a história” do banco.

Salgado começou a ser julgado sozinho há uma semana, por três crimes de abuso de confiança, num processo separado da Operação Marquês.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.