Funcionários que rescindam com Estado já podem beneficiar da ADSE se pagarem

foto: sxc

foto: sxc

Os funcionários públicos que decidam sair do Estado, através do programa de rescisões por mútuo acordo, já podem continuar a beneficiar do subsistema de saúde ADSE, desde que paguem a contribuição, segundo o Diário da República.

“A opção pela manutenção da qualidade de beneficiário titular deve constar do acordo de cessação, do ato de exoneração ou do ato de demissão, consoante o caso”, avisa o diploma hoje publicado em Diário da República e que entra em vigor no sábado.

A medida foi aprovada em Conselho de Ministros a 03 de outubro e consta na alteração ao diploma que regulamenta o funcionamento e o esquema de benefícios da Direção-Geral de Proteção Social aos Trabalhadores em Funções Públicas (ADSE).

O objetivo é possibilitar a manutenção da ADSE pelos trabalhadores que pretendam cessar a sua relação jurídica de emprego público por mútuo acordo.

Contudo, estes beneficiários “ficam sujeitos a uma contribuição mensal determinada pela aplicação da taxa prevista (…) ao montante correspondente à remuneração base auferida à data da cessação da nomeação ou do contrato”, detalha o diploma, sendo que a taxa em vigor situa-se nos 2,25% e aumentará em janeiro para 2,5%.

Além disso, o decreto-lei hoje publicado diz que “a remuneração base considerada (…) está sujeita às ulteriores alterações nos termos em que o seja a remuneração dos trabalhadores em exercício de funções”, ou seja, caso sejam aplicados os cortes salariais previstos no Orçamento do Estado no início do ano, a contribuição será proporcionalmente calculada.

Em meados de setembro o Governo enviou aos sindicatos da Função Pública uma proposta de diploma que previa a possibilidade de os trabalhadores que aceitassem, até final de novembro, sair do Estado, através do programa de rescisões por mútuo acordo, manterem o sistema de saúde dos funcionários público, assim como o dos seus familiares.

Os funcionários que desejem permanecer na ADSE terão 30 dias para exercer essa opção após a data da cessação da nomeação ou do contrato, mas terão que descontar mensalmente o mesmo que um funcionário no ativo.

No âmbito da reforma do Estado, o Governo decidiu alterar a legislação laboral e abrir um programa de rescisões por mútuo acordo na administração pública, para assistentes técnicos e operacionais, que se iniciou no dia 01 de setembro e termina no final de novembro.

Entretanto o Governo anunciou também um programa de rescisões para os professores, que também poderão manter o direito à ADSE, nos termos do diploma hoje publicado.

No início do mês, a imprensa também deu conta de que o Governo vai avançar com um programa específico de rescisões amigáveis para os trabalhadores das estruturas do Ministério da Saúde e que este [programa] já terá sido apresentado pelo ministro da Saúde, Paulo Macedo, ao Ministério das Finanças.

Contundo, o Ministério da Saúde esclareceu que não existe um programa de rescisões amigáveis especificamente para a saúde, depois de os sindicatos terem afirmado que o assunto foi abordado numa reunião com o Governo.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …

Covid-19. México investiga mercado negro de atestados de óbito falsos

As autoridades da Cidade do México anunciaram que estão a investigar um suposto mercado negro de atestados de óbito relacionado com a covid-19, no dia em que o país registou 625 mortes nas últimas 24 …

Astrónomos descobrem "réplica" do Sol e da Terra a três mil anos-luz

O que diferencia esta descoberta de outros exoplanetas parecidos com a Terra é que a sua estrela tem uma semelhança impressionante com o nosso Sol. Entre os dados da missão Kepler, uma equipa de investigadores identificou …

Sem romarias e festas, milhares de famílias estão a entrar em falência

Milhares de famílias cujo rendimento depende das romarias e festas populares estão a atravessar sérias dificuldades económicas. Os prejuízos ultrapassam os 50 milhões de euros. A suspensão das festas populares e romarias religiosas em todo o …

Corpo de Maria Velho da Costa ficou 11 dias na morgue. Filho critica MP e fala em "massacre psicológico"

Os restos mortais da escritora Maria Velho da Costa, que faleceu a 23 de Maio, ficaram no Instituto de Medicina Legal, em Lisboa, durante 11 dias, sem que a família tivesse conhecimento de que já …

"Vocês são uns ingratos". Vieira arrasa equipa após empate com o Tondela

Luís Filipe Vieira foi ao balneário falar com os jogadores após o empate com o Tondela. O presidente benfiquista mostrou-se irritado e acusou os futebolistas de ingratidão. Depois do empate do SL Benfica com o CD …

Costa tirou o tapete ao seu "super-ministro" (que é cada vez mais candidato a líder do PS)

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, já foi um peso-pesado do Governo de António Costa, mas o primeiro-ministro desautorizou-o na discussão sobre o futuro da TAP, num claro sinal de que a "lua-de-mel" entre os …

Há dois candidatos na calha para suceder a Centeno. Siza Vieira fora da corrida

Pedro Siza Vieira era apontado como o favorito a suceder a Mário Centeno na pasta das Finanças, mas recusou essa possibilidade. Nelson de Souza e João Leão são agora os dois principais candidatos. Com a saída …

Ventura chega-se à "família Bolsonaro" e vai trabalhar com a extrema-direita europeia

O Chega de André Ventura tem mantido contactos internacionais, nomeadamente nos EUA e no Brasil, no sentido de estabelecer ligações que consolidem a sua força política. Terá mantido reuniões com elementos "próximos da família Bolsonaro" …