Fumio Kishida vai ser o novo primeiro-ministro do Japão

切干大根 / Wikimedia

Fumio Kishida, o próximo primeiro-ministro do Japão

O antigo ministro dos Negócios Estrangeiros e da Defesa japonês venceu, esta quarta-feira, as primárias do Partido Liberal Democrático (LDP) e será nomeado primeiro-ministro e candidato às eleições gerais nos próximos meses.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Fumio Kishida, de 64 anos, venceu Taro Kono, o atual ministro da Reforma Administrativa e Regulamentar no gabinete do primeiro-ministro cessante Yoshihide Suga, por 257 votos contra 170, num segundo turno em que o apoio dos deputados do LDP foi decisivo.

Ambos atingiram a segunda ronda depois de registarem margens estreitas de 256 (Kishida) e 255 (Kono) na primeira ronda, onde nenhum dos dois teve uma maioria suficiente.

As outras duas candidatas que participaram nas eleições internas, Sanae Takaichi e Seiko Noda, obtiveram 188 e 63 votos, respetivamente.

Kishida substitui o líder do partido cessante Yoshihide Suga, que se demite após um ano desde que tomou posse, em setembro passado.

Como novo líder do Partido Liberal Democrático, Kishida deverá ser eleito o próximo primeiro-ministro na segunda-feira no Parlamento, onde o seu partido e parceiro de coligação têm maioria.

Depois da vitória, Kishida exortou os membros do partido a “mostrar ao público que o LDP renasceu e a apelar pelo seu apoio. A eleição para a liderança do LDP acabou. Vamos todos enfrentar as eleições para a câmara baixa e para a câmara alta como um só”, cita o jornal britânico The Guardian.

“A nossa crise nacional continua. Precisamos de continuar a trabalhar na resposta do coronavírus com forte determinação e precisamos de um pacote de estímulo económico até ao final do ano”, acrescentou.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.