Sismo sacode a capital do México e faz mais de 200 mortos

Um terramoto de 7,1 graus de magnitude na escala aberta de Richter sacudiu fortemente esta terça-feira a capital mexicana e causou cenas de pânico, precisamente no dia em que se completam 32 anos do forte sismo que em 1985 deixou milhares de mortos na Cidade do México.

O Serviço Sismológico Nacional (SSN) indicou através do Twitter que o tremor de terra desta terça-feira foi de 7,1 graus na escala de Richter, ao fazer uma atualização do seu primeiro boletim, no qual tinha fixado a magnitude em 6,8.

O epicentro do sismo, registado às 13h14, foi localizado a 12 quilómetros a sudeste de Axochiapan, no estado de Morelos, a uma profundidade de 57 quilómetros.

O sismo, que ocorreu apenas duas horas depois de a população ter saído às ruas em todo o país numa simulação para lembrar o terramoto de 1985, provocou numerosas cenas de pânico na capital do país, e cortes no fornecimento da eletricidade e telecomunicações. Apesar de as sirenes terem soado quando se sentiu o primeiro abalo, muitos habitantes acharam que tudo fazia parte desse exercício, o que poderá ter contribuído para o elevado número de vítimas.

“Estou chocada, não consigo parar de chorar, é o mesmo pesadelo que em 1985“, disse Georgina Sanchez, de 52 anos, numa praça da Cidade do México, revivendo este episódio da história do país.

Outra mulher, Lucia Solis, também invocava o abalo registado há 32 anos: “Não é possível que seja outro 19 de setembro”, disse, com as mãos a tremer.

O sismo levou ao colapso dezenas de edifícios na cidade, provocando fugas de gás nas ruas e um forte odor a gás que afetou os cidadãos que se apressaram a ajudar as equipas de resgate, com cordas, roupas e água.

Dada a dimensão da catástrofe, o governo mexicano ordenou aos hospitais públicos e privados para receberem os feridos e serviços de transporte públicos grátis.

O fenómeno deixou um rasto de mais de 220 mortos, incluindo pelo menos 21 crianças que se encontravam na escola e não resistiram ao forte abalo que levou às ruínas da escola. As buscas para encontrar 30 desaparecidos continuam.

Javier Trevino, subsecretário da Educação, disse à estação de televisão Televisa, na escola primária Enrique Rebsamen, ter “um balanço de 25 mortos: 21 crianças e quatro adultos”.

O terramoto desta terça-feira foi sentido com mais força na Cidade do México que o registado a 7 de setembro, de magnitude de 8,2 na escala Richter, dado que o epicentro foi mais próximo.

O sismo do último dia 7 de setembro, o mais poderoso desde 1932 no país, fez 98 mortos no sul do país, 78 em Oaxaca, 16 em Chiapas e 4 em Tabasco.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …