Forças de segurança acusadas do assassinato do ex-presidente do Egito por não lhe prestarem assistência

Hamada Elrasam / VOA / Wikimedia

Apoiantes do ex-presidente do Egito, Mohamed Morsi

As forças de segurança egípcias foram acusadas de assassinato do ex-presidente egípcio Mohamed Morsi, ao não ter aplicado técnicas de primeiros socorros em tempo útil de salvar a vida do diplomata, que colapsou em tribunal.

Segundo a família e amigos de Morsi, os guardas prisionais presentes no tribunal deixaram o diplomata alegadamente “caído no chão” durante mais de 20 minutos, sem lhe aplicar quaisquer manobras de reanimação. Morsi colapsou após lhe ter sido dada a palavra em tribunal, durante uma audiência sobre acusações de colaboração com forças estrangeiras e grupos militantes.

O gabinete de procuradoria-geral egípcio negou as alegações, dizendo que Morsi foi “imediatamente transportado para o hospital”, onde mais tarde foi declarado morto. Estima-se que Morsi tenha sofrido um ataque cardíaco.

O ex-presidente foi enterrado na cidade de Nasr, contra o desejo da família que pediu que o enterro fosse feito na sua província natal de Sharqiya. Os familiares não tiveram acesso aos resultados da autópsia. A ONU e vários outros grupos defensores dos direitos humanos já encomendaram uma investigação independente às condições da detenção e da morte do líder islâmico.

Abdullah al-Haddad, cujo pai e irmão estiveram presentes na audiência, relatou ao The Independent o que as vítimas viram. “Foi deixado caído no chão até os guardas o levarem. Passados 30 minutos chegou uma ambulância. Os outros detidos foram os primeiros a aperceber-se do seu colapso, e começaram a gritar. Alguns deles, médicos, pediram aos guardas para lhe dar primeiros socorros”, conta al-Haddad.

Ao início, foi propositadamente negligenciado. A primeira coisa que os guardas fizeram depois dos gritos dos detidos foi pedir a evacuação dos membros da família da sala de audiência”, acrescenta. As famílias presentes em tribunal contam a mesma versão da história: Morsi foi deixado durante mais de 20 minutos colapsado no chão até a polícia o ter finalmente levado para o hospital, após os expulsar da sala.

O Serviço de Informação do Estado Egípcio lançou um comunicado em que nega o mau tratamento de Morsi enquanto este se encontrava preso, e que sempre que necessário lhe foi concedido auxílio médico. A agência acusou os grupos de direitos humanos de “difundir mentiras” relativas a Morsi.

O Observatório dos Direitos Humanos considerou a morte “terrível, mas previsível” e revelou que vários familiares de Morsi reportaram que este era forçado a dormir no chão da sua cela da prisão de Tora, onde passava 23 horas por dia sozinho, e que sofria de comas diabéticos por falta de cuidado médico. Houve um relatório britânico que advertia para a morte prematura de Mori caso não lhe fosse proporcionado cuidado médico imediato.

Morsi foi eleito presidente de forma democrática em 2012. Após vários protestos populares, o diplomata foi afastado do poder e preso, em julho de 2013, tendo desaparecido durante os cinco meses seguintes. Durante esse período, as forças armadas mataram centenas de pessoas e prenderam milhares de apoiantes do governo de Morsi.

Apenas em novembro de 2013 o diplomata voltou a dar a cara, tendo sido acusado de fuga da prisão, espionagem e incitação à violência.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Criança encontra dente gigante de mamute com 12 mil anos

Jackson Hepner, de 12 anos, encontrou um dente gigante de mamute lanoso enquanto passava férias com a sua família no estado norte-americano de Ohio. Foi em junho passado que a criança encontrou o dente, no condado …

Febre do lítio pede licença para chegar a Portugal

Com o potencial de ter as maiores reservas da Europa, a febre do lítio chegou a Portugal, onde se registaram duas dezenas de solicitações de prospecção este ano, embora as empresas mineiras continuem à espera …

Virgin Galactic abre as portas do primeiro aeroporto espacial do mundo

A empresa norte-americana Virgin Galactic, do bilionário Richard Branson, está a preparar o primeiro aeroporto espacial comercial do mundo, tendo revelado esta semana algumas das imagens daquelas que vão ser as instalações. O aeroporto, localizado …

A Internet está a regar esta planta há três anos

A comunidade online do Reddit tem tratado de uma planta durante três anos. Os utilizadores escolhem diariamente se a planta de ou não ser regada. Tudo começou com uma pequena brincadeira no Reddit, um dos maiores …

O pulmão de um chinês colapsou (e a culpa foi do karaoke)

O pulmão de um homem de 65 anos, na China, colapsou após ter tentado atingir uma nota alta durante uma intensa sessão de karaoke. O homem, residente em Nanchang, na província de Jiangxi, teria estado a …

"Emergência nacional". Deputados pedem a Boris que convoque imediatamente o Parlamento

Mais de 100 deputados britânicos pediram, numa carta divulgada este domingo, ao primeiro-ministro Boris Johnson para convocar imediatamente o Parlamento e voltar a debater o Brexit. As férias de verão do Parlamento terminam normalmente a 03 …

Rambo Luso. Há um português a viver na selva venezuelana há 25 anos

Há 25 anos que o português António Pestana Drumond realiza expedições às regiões de selva do Delta Amacuro e do Parque Nacional Canaima, leste da Venezuela, onde é conhecido pelos indígenas locais como o Rambo …

Já é possível saber se alguém está a mentir. Basta olhar nos olhos

Os olhos não mentem. Pelo menos é o que acham os investigadores da Universidade de Stirling, na Escócia, que criaram uma prova que diz se a pessoa está a mentir ou não com a monitorização …

A NASA detetou (e mediu) o primeiro choque interplanetário

A Multiscale Magnetospheric Mission (MMS) da agência espacial norte-americana conseguir fazer as primeiras medições de um choque interplanetário. Em comunicado, a NASA explica que os choques interplanetários são um tipo de choque sem colisão, no …

Quem ganhou a Segunda Guerra Mundial? Aliados e Eixo dizem que foram eles próprios

Em média, tanto os cidadãos de países dos Aliados como cidadãos de países do Eixo dizem que foram eles mesmos os vencedores da Segunda Guerra Mundial. Se perguntarmos a qualquer um dos poucos veteranos remanescentes da …