Oficiais da Força Aérea Portuguesa deixam Proteção Civil

(dr) EMFA

Aeronave de reconhecimento EADS C295-M da Força Aérea Portuguesa

Dos três oficiais da Força Aérea Portuguesa, colocados em junho na Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), apenas um continua na Direção de Serviços de Meios Aéreos.

Apenas um  dos três oficiais da Força Aérea Portuguesa, colocados em junho na Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), depois de ua recomendação do Parlamento, continua na Direção de Serviços de Meios Aéreos, avança esta sexta-feira a TSF.

O objetivo da resolução do Parlamento era aprofundar a colaboração entre a Força Aérea e a ANPC de modo a melhorar a eficácia das missões de socorro e combate aos incêndios.

No início de dezembro, o novo diretor, Coronel Cipriano Figueiredo, – que assumiu o cargo em outubro – demitiu-se, pouco antes do falhanço no concurso para alugar meios aéreos para 2018 e de se saber que todos os Kamov do Estado estão parados.

Na última semana, a TSF questionou a ANPC sobre a demissão do Coronel Cipriano Figueiredo, mas não obteve resposta. Uma fonte dos serviços de meios aéreos garante que a demissão foi de um dia para o outro e sem qualquer explicação pública. A TSF tentou contactar o Coronel, mas sem sucesso.

A segunda demissão foi no dia 18 de dezembro. Desta vez, o tenente Abílio Martins saiu porque reuniu todas as condições para passar à reserva, algo que já tentava á dois anos, pois tratava-se de uma vontade antiga, explica à TSF.

Atualmente, a Direção de Serviços de Meios Aéreos da ANPC conta com três sargentos vindos do Exército e apenas um oficial vindo da Força Aérea, dos três ali colocados em junho.

A última representante da Força Aérea é a tenente-coronel Joana Almeida, que representou os serviços de meios aéreos no júri que avaliou as candidaturas das empresas que se apresentaram no concurso para alugar meios aéreos, escreve a TSF.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. “…algo que já tentava á dois anos, …”
    Dois erros numa só palavra! Incrível… O acento neste “á” deve ser grave “à” e não agudo.
    Mais grave é o facto de, neste contexto, o “á” referir-se à existência de algo e logo ser um tempo verbal do verbo haver, pelo que se deve escrever “há”.
    Onde tirou o curso de jornalismo?

RESPONDER

Entre críticas às “ciclovazias”, Medina ouviu mais e falou menos (e ainda houve um debate à esquerda)

O último debate dos candidatos à Câmara de Lisboa aconteceu ontem na RTP, sendo que os temas de maior destaque voltaram a ser a habitação, mobilidade, turismo e alterações climáticas. Os doze candidatos não pouparam esforços …

Farmácias já estão a aceitar reservas de vacinas contra a gripe

Este ano, as farmácias portuguesas vão voltar a administrar gratuitamente a vacina contra a gripe a pessoas com mais de 65 anos. Para já, ainda não há data para o início da venda e imunização, mas …

Golo de Taremi foi bem anulado? Especialistas esclarecem decisão

Muitos contestam a anulação do golo de Taremi já perto do fim da partida. Especialistas em arbitragem defendem que a decisão foi bem tomada. Atlético de Madrid e FC Porto empataram a zero na primeira jornada …

Nova espécie massiva de há 500 milhões de anos descoberta no Canadá

Espécie terá sido uma gigante dos oceanos, amedrontando presas com a sua carapaça, situada na zona da cabeça, que cobria dois terços do seu corpo. Uma equipa de cientistas descobriu na última semana um fóssil de …

Porque morrem tantos americanos?

Nos últimos 30 anos a esperança média de vida nos Estados Unidos da América não acompanhou as melhorias verificadas na Europa. "A América tem um problema relacionado com a morte". Assim começa uma análise, em espécie …

Já há turmas inteiras em casa devido a casos positivos de covid-19

As aulas da maioria das escolas arrancaram esta semana e já há turmas inteiras em casa, devido a casos positivos de covid-19. Tema será discutido na reunião do Infarmed, que acontece esta quinta-feira. Com o início …

Novo estudo indica que comer em excesso não é a principal causa da obesidade

A obesidade afeta grande parte da população e já é considerada umas das maiores epidemias do século XXI. Contudo, a ideia de quanto mais se come, mais propenso se está a ganhar peso pode ser …

Jogador do Santos foi ameaçado e perseguido (e filmou)

Saída da Taça do Brasil originou protestos e cenas de vandalismo. A última vitória do Santos foi no dia 13 de Agosto. O Santos não vive uma fase positiva. 13.º classificado no Brasileirão, foi afastado da …

Esta tarde, discute-se a "ampla abertura". Máscaras em espaços fechados são para manter

As restrições impostas na sequência do combate à pandemia de covid-19 deverão deixar de ser obrigatórias a partir do final do mês. Esta tarde, na reunião do Infarmed, os peritos vão propor a libertação. Esta quinta-feira, …

Eletricidade vai ficar mais cara a partir de outubro

A fatura da eletricidade vai voltar a subir 3% no dia 1 de outubro, depois de ter subido outros 3% a 1 de julho. O preço da eletricidade vai voltar a aumentar, a partir de 1 …