Físicos procuram apanhar um “fotão escuro” para provar a existência da 5.ª força da natureza

Um grupo de físicos italianos está a conduzir uma ambiciosa pesquisa em busca de uma “força negra” da natureza que, caso seja encontrada, abrirá portas para um vasto, desconhecido e invisível reino do Universo.

O Universo, tal como o conhecemos, possui cerca de um décimo de todas as coisas que pairam por aí. Tudo o resto é invisível ou, pelo menos, impossível de detetar – exceto os efeitos da sua gravidade na fração de material que somos capazes de ver.

Os cientistas apelidam esta “força negra” de material escuro do setor ausente – classe de partículas energéticas e massivas que aparentemente existem algures, mas que não interagem com a matéria luminosa (aquela que nos compõe e que somos capazes de ver).

Um novo e ambicioso projeto do Instituto Nacional de Física Nuclear, em Itália, vai tentar desbloquear todo este material escuro através de um fotão escuro teórico – uma versão dos fotões normais que carregam a luz aplicado à matéria escura – como chave.

E, se o verdadeiro fotão escuro for encontrado, fornecerá evidências para a quinta força do Universo – o que seria uma notícia incrível para a Física e para a Ciência.

A procura pela matéria escura é um assunto já abordado na Física no entanto, esta nova experiência procura descobrir se a massa escura interage com a matéria regular através de uma espécie de “mensageiro” de partículas escuras.

“Se encontrarmos esta força, o paradigma que temos agora vai mudar completamente. A descoberta abriria todo um novo mundo e ajudaria a perceber as partículas e as forças que compõem o setor escuro”, disse o investigador Mauro Raggi, da Universidade Sapienza de Roma, em declarações ao Guardian.

Antimatéria vs Diamante

Para encontrar esta quinta força, os físicos planeiam bombardear um fragmento de diamante (conhecido com diamond wafer) com um feixe de partículas de antimatéria, os positrões – a anti-matéria “prima” dos eletrões. O instrumento utilizado para a experiência é conhecido como PadmePositron Annihilation into Dark Matter Experiment.

Em circunstâncias normais, quando positrões e eletrões chocam entre si acabam por se aniquilar, dando origem a um par de fotões regulares. No entanto, se os fotões escuros existirem realmente, esta colisão deverá produzir, de vez em quando, apenas um fotão regular. Ou seja, em vez da interação produzir dois fotões regulares, deveriam surgir lado a lado um fotão escuro e um fotão normal.

Em declarações à Physics World, os investigadores disseram que esperam que o feixe de positrões utilizado no Padme colida com eletrões suficientes do diamante de forma a originar um fotão escuro.

No entanto, e mesmo que a experiência seja bem sucedida, o Padme não será capaz de detetar o fotão escuro diretamente. Em vez disso, o fotão desaparecido servirá como prova. Uma aniquilação eletrão-positrão capaz de produzir um fotão escuro será identificado no Padme como uma parte da energia que desapareceu, porque já terá passado para o setor escuro da matéria.

Se tudo isto acontecer, os físicos esperam conseguir confirmar e medir a massa do fotão escuro – pois, ao contrário dos fotões regulares, os fotões escuros têm matéria. A confirmação não seria só a evidência de uma nova partícula, mas também de toda uma força completamente nova.

No Universo luminoso existem 4 forças, entre as quais: a eletromagnética, que transporta energia luminosa e liga átomos a outros átomos (e garante que não caíamos de uma cadeira, por exemplo); a força forte, que mantém as partículas dentro dos átomos juntas; a força fraca, que faz com que os átomos caiam e se decomponha e, por fim, a força gravitacional, que nos prende à Terra e orienta os movimentos do Universo.

(dr) futurism.com

A quinta força fundamental da Natureza

A quinta força fundamental da Natureza

A confirmar-se os fotões escuros, estes seriam a manifestação de uma 5.ª força, que ainda não está contemplada no nosso modelo atual – o eletromagnetismo escuro.

“Estamos a atirar em todos os sentidos”, concluiu Rammi acrescentando que “se estamos a tentar temos, pelo menos, uma oportunidade de conseguir”.

Esta é desde logo uma pesquisa que se adivinha muito difícil – investigações levadas a cabo anteriormente não detetaram nenhuma partícula escura – no entanto, caso os físicos consigam finalmente “apanhar” o fotão escuro, será então o momento de reescrever os livros de Física.

ZAP // LiveScience / Gizmodo

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Qual das “teorias” do universo eléctrico? É que cada uma é mais tonta que a seguinte, com explicações do tipo éter invisível sem fundamento teórico ou prático, tendo algumas inclusive algumas dessas “teorias” explicações baseadas em mitologia! Alguns dos subscritores do universo eléctrico são reconhecidos creacionistas, negacionistas do aquecimento global ou apologistas da terra plana, de onde se conclui que a teoria do universo eléctrico explica pelo menos os seus comentários.

  1. A “matéria negra” (que se calcula que seja cerca de 95 % do Universo) já é um “quase” facto, aceite maioritariamente pela comunidade cientifica; continua é a fazer parte do pensamento teórico / matemático pois ainda não foi possível uma observação “no terreno” da mesma. A Constante Cosmológica “medida” pela ciência é de “1” (O Universo continua a sua expansão para o infinito) o que indica claramente a existência de uma outra força, mais poderosa do que a gravidade.

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …

Huawei afirma que a tecnologia 6G vai estar disponível daqui a 10 anos

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, assinalou, durante uma entrevista à CNBC, que a sua empresa está a trabalhar em redes móveis 6G, que estarão completamente desenvolvidas daqui a 10 anos.   "Trabalhámos em 5G e 6G …

Nazismo e comunismo classificados em pé de igualdade pelo Parlamento Europeu

No passado dia 19 de setembro, a União Europeia colocou comunismo e nazismo em pé de igualdade, depois de aprovar no Parlamento Europeu uma resolução condenando ambos os regimes por terem cometido "genocídios e deportações …

Conselho da Europa teme que polícia de Malta tenha “recusado provas” no caso da jornalista assassinada

Daphne Galizia era jornalista, acompanhava casos de corrupção no país e foi assassinada há dois anos. Pieter Omtzigt, relator do Conselho da Europa responsável pelo caso, diz que a abordagem da polícia e dos …