Físicos criam “buraco negro” em laboratório para provar a radiação de Hawking

Dois grupos independentes de investigadores afirmam que encontraram provas da existência da radiação de Hawking, o que pode levar um dos maiores físicos vivos a, finalmente, receber um prémio Nobel.

Há mais de 40 anos, o renomado físico teórico Stephen Hawking propôs que nem tudo o que entra em contacto com um buraco negro sucumbe à sua nulidade insondável, num efeito quântico que acontece próximo ao horizonte de eventos do buraco negro.

Uma das suas ideias revolucionárias era a de que minúsculas partículas de luz (fotões) são por vezes expulsos, roubando ao buraco negro uma quantidade infinitesimal de energia, e esta perda gradual de massa ao longo do tempo – sob a forma da radiação de Hawking – significa que os buracos negros evaporam lentamente.

Estas partículas que escapam podem ajudar-nos a compreender um dos maiores enigmas do Universo conhecido, mas ao fim de mais de quatro décadas, ninguém foi capaz de realmente provar que estas existem, e a proposta de Hawking permaneceu firmemente em território hipótese – o que pode estar prestes a mudar.

Buracos negros de laboratório

O problema em detetar a radiação de Hawking é que, quanto maior o buraco negro, mais ténue é esta radiação. Como os candidatos a buracos negros estão muito longe, a intensidade da radiação diminui ainda mais com a distância, a ponto de ser indetectável com a nossa tecnologia atual.

O físico Jeff Steinhauer da Universidade Technion, em Haifa, Israel, acredita ter a solução para isto. Em vez de tentar desenvolver equipamentos ultrassensíveis que, na melhor das hipóteses, poderiam detetar sinais ténues, porque não criar um buraco negro – ou um análogo – em laboratório?

Steinhauer trabalhou com um tipo diferente de buracos negros, feitos de som. O professor arrefeceu gás hélio a uma temperatura perto do zero absoluto e, em seguida, agitou-o tão rapidamente que se formou uma “barreira” que impede a passagem do som – algo análogo a um buraco negro.

Na sua experiência, o investigador descobriu indícios que os fonões, os menores pacotes de energia sonora, estavam a escapar do seu buraco negro sónico exatamente da mesma forma que as equações de Hawking previam a libertação da radiação de Hawking.

A experiência e os seus resultados controversos ainda não foram verificados por outros cientistas, mas estão disponíveis para consulta no site arXiv.org.

Outros trabalhos

Este não é o único trabalho que tenta demonstrar a existência da radiação de Hawking. No último mês, foi publicado na Physical Review Letters o trabalho dos físicos Chris Adami e Kamil Brádler, da Universidade de Ottawa, que descreve uma nova técnica que permitiria seguir a vida de um buraco negro ao longo do tempo.

Segundo este trabalho, que usou equações e simulações em computador, a informação quântica do buraco negro é transferida perfeitamente para a radiação de Hawking, ou seja, a informação não “desaparece” quando passa pelo horizonte de eventos, mas evapora lentamente nos estágios finais.

O trabalho de Adami e Bradler resolve o chamado paradoxo da informação dos buracos negros usando a radiação de Hawking, em vez de uma nova teoria da gravidade quântica.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …

O único carro-avião do mundo vai ser vendido em leilão

O Taylor Aerocar, aquele que é o único carro-avião legalizado em todo o mundo, vai a leilão no início do próximo ano. Este modelo da marca data do ano de 1954. Se é um apaixonado por …

Marcha pelo Clima. Polícia espanhola deteve duas pessoas com facas e martelos

A Polícia Nacional de Espanha deteve, na sexta-feira, duas pessoas que pretendiam perturbar a manifestação pelo clima em Madrid, tendo apreendido vários materiais, como facas e martelos. Um homem e uma mulher foram detidos e enviados …

Reflexão, ritual ou mundo idealizado. Um Natal sem filmes, não é Natal

Se é daquelas pessoas que passa a noite da Natal com uma chávena na mão, meias nos pés e um filme na televisão, saiba que não está sozinho. Nesta altura do ano, os filmes tornam-se …

Musk ilibado depois de ter chamado "pedófilo" a mergulhador no resgate da gruta da Tailândia

O magnata fundador da Tesla, Elon Musk, foi absolvido na sexta-feira no processo por difamação movido pelo espeleólogo britânico Vernon Unsworth, que alegava ter sido chamado de pedófilo. Após cerca de uma hora de deliberações, o …

Luzes nas redes de pesca? Os golfinhos e as tartarugas agradecem

A implementação de luzes nas redes de pesca reduz a probabilidade de tartarugas marinhas e de golfinhos serem apanhados por acidente. Luzes LED nas redes de pesca eliminariam a "captura acidental" de tartarugas marinhas em mais …

Presidente da República passa o fim de ano na ilha do Corvo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai passar a noite de 31 de dezembro para 1 de janeiro na ilha do Corvo, nos Açores, de onde será transmitida a sua mensagem de Ano …

O calor extremo está a fazer com que os bebés nasçam mais cedo

Investigadores descobriram que o calor extremo faz com que os bebés nasçam mais cedo. Tal como quase tudo neste mundo, as coisas só vão piorar com as alterações climáticas. Segundo o Science Alert, os dois investigadores …

Empresa está a contratar uma pessoa que será paga para usar pijamas e dormir

Um start-up de colchões da Índia, que se descreve como uma "empresa de soluções para dormir" está a contratar alguém que será pago apenas para fazer isso mesmo. O objetivo é testar os seus produtos de …

O primeiro local funerário de compostagem humana do mundo abre em 2021

Prevê-se que a primeira instalação funerária de compostagem humana do mundo abra na primavera de 2021, depois de os legisladores do Estado de Washington terem legalizado o processo póstumo no início do ano. A empresa Recompose, …