Físicos criam “buraco negro” em laboratório para provar a radiação de Hawking

Dois grupos independentes de investigadores afirmam que encontraram provas da existência da radiação de Hawking, o que pode levar um dos maiores físicos vivos a, finalmente, receber um prémio Nobel.

Há mais de 40 anos, o renomado físico teórico Stephen Hawking propôs que nem tudo o que entra em contacto com um buraco negro sucumbe à sua nulidade insondável, num efeito quântico que acontece próximo ao horizonte de eventos do buraco negro.

Uma das suas ideias revolucionárias era a de que minúsculas partículas de luz (fotões) são por vezes expulsos, roubando ao buraco negro uma quantidade infinitesimal de energia, e esta perda gradual de massa ao longo do tempo – sob a forma da radiação de Hawking – significa que os buracos negros evaporam lentamente.

Estas partículas que escapam podem ajudar-nos a compreender um dos maiores enigmas do Universo conhecido, mas ao fim de mais de quatro décadas, ninguém foi capaz de realmente provar que estas existem, e a proposta de Hawking permaneceu firmemente em território hipótese – o que pode estar prestes a mudar.

Buracos negros de laboratório

O problema em detetar a radiação de Hawking é que, quanto maior o buraco negro, mais ténue é esta radiação. Como os candidatos a buracos negros estão muito longe, a intensidade da radiação diminui ainda mais com a distância, a ponto de ser indetectável com a nossa tecnologia atual.

O físico Jeff Steinhauer da Universidade Technion, em Haifa, Israel, acredita ter a solução para isto. Em vez de tentar desenvolver equipamentos ultrassensíveis que, na melhor das hipóteses, poderiam detetar sinais ténues, porque não criar um buraco negro – ou um análogo – em laboratório?

Steinhauer trabalhou com um tipo diferente de buracos negros, feitos de som. O professor arrefeceu gás hélio a uma temperatura perto do zero absoluto e, em seguida, agitou-o tão rapidamente que se formou uma “barreira” que impede a passagem do som – algo análogo a um buraco negro.

Na sua experiência, o investigador descobriu indícios que os fonões, os menores pacotes de energia sonora, estavam a escapar do seu buraco negro sónico exatamente da mesma forma que as equações de Hawking previam a libertação da radiação de Hawking.

A experiência e os seus resultados controversos ainda não foram verificados por outros cientistas, mas estão disponíveis para consulta no site arXiv.org.

Outros trabalhos

Este não é o único trabalho que tenta demonstrar a existência da radiação de Hawking. No último mês, foi publicado na Physical Review Letters o trabalho dos físicos Chris Adami e Kamil Brádler, da Universidade de Ottawa, que descreve uma nova técnica que permitiria seguir a vida de um buraco negro ao longo do tempo.

Segundo este trabalho, que usou equações e simulações em computador, a informação quântica do buraco negro é transferida perfeitamente para a radiação de Hawking, ou seja, a informação não “desaparece” quando passa pelo horizonte de eventos, mas evapora lentamente nos estágios finais.

O trabalho de Adami e Bradler resolve o chamado paradoxo da informação dos buracos negros usando a radiação de Hawking, em vez de uma nova teoria da gravidade quântica.

HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

Em Miami e Nova Iorque, os polícias ajoelharam-se por George Floyd

Em Miami e em Nova Iorque, alguns agentes da autoridade juntaram-se aos manifestantes por breves momentos, para mostrar o seu respeito pela memória de George Floyd. Nos Estados Unidos, os protestos pela morte de George Floyd …

A Nova Zelândia está em cima de uma enorme bolha de lava

A Nova Zelândia situa-se no topo dos restos de uma pluma vulcânica gigante. Este processo é o responsável pela atividade vulcânica e desempenha um papel fundamental no funcionamento do nosso planeta. Nos anos 70, vários cientistas …

Petição busca estatuto de vítima para crianças em contexto de violência doméstica

Uma petição lançada na sexta-feria que reivindica a criação do estatuto de vítima para as crianças que vivem em contexto familiar de violência doméstica já foi assinada por mais de 1300 pessoas, entre elas personalidades …

Assimétrica e flutuante. A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai "nascer" em 48 horas

A primeira casa impressa em 3D na República Checa vai estar pronta no próximo mês para demonstrar a velocidade e a eficácia de uma técnica de construção que será sete vezes mais rápida e terá …

Anonymous garantem que princesa Diana foi assassinada para abafar caso Epstein

O movimento internacional de ciberativistas Anonymous - ou alguém que alega operar em seu nome - garante que a princesa Diana, que morreu num acidente de viação em agosto de 1997, foi, na verdade, assassinada …

Empresa de mineração pede desculpa por destruir cavernas sagradas aborígenes

A empresa mineira Rio Tinto admitiu que destruiu as cavernas pré-históricas que eram locais de culto para os aborígenes australianos e pediu desculpa. As cavernas de pedra Juukan Gorge 1 e 2 – dois locais de …

Itália exige "respeito": vai abrir fronteiras, mas excluir países que impõem restrições a italianos

Apesar de acredita "no espírito europeu", o ministro dos Negócios Estrangeiros italiano sublinhou que o país está pronto "para fechar as fronteiras" àqueles que não o respeitem. A Itália vai abrir as suas fronteiras internacionais a …

As Forças Armadas sul-africanas não estavam preparadas para um inimigo invisível

A Força de Defesa Nacional da África do Sul não está preparada para combater uma pandemia silenciosa como a da covid-19. Este "inimigo invisível" veio trazer à tona as fragilidades do país. As Forças Armadas da …

Putin convoca referendo sobre alterações constitucionais para 1 de julho

A aprovação da reforma constitucional permitirá ao atual Presidente da Rússia, Vladimir Putin, cumprir mais dois mandatos suplementares a partir de 2024. Vladimir Putin anunciou a data de 1 de julho para o referendo nacional de …

Depois das máscaras e do gel, procura por acrílico dispara

À semelhança do que aconteceu com as máscaras de proteção e com o álcool-gel, a procura mundial por acrílico está a aumentar. Primeiro foram as máscaras e o desinfetante em gel, mas agora há um novo …