Este fruto estranho pode vir a ser o próximo morango

Físalis. O nome não é apelativo e é provável que nunca tenha ouvido falar deste fruto, mas com algumas alterações genéticas, poderá vir a ser algo vulgar nas prateleiras do supermercado mais depressa do que pensa.

Segundo o Science Alert, este é um cenário possível porque uma equipa de cientistas utilizou o físalis numa experiência para ilustrar como o sistema CRISPR pode acelerar a domesticação de plantas selvagens.

Para algo relativamente estranho como esta planta nativa da América Central e do Sul – Physalis pruinosa -, tratar-se-ia de um longo e difícil caminho para a aceitação dentro da agricultura convencional sem a ajuda dos cientistas: não só porque é difícil de crescer mas porque muitas vezes os frutos caem antes de amadurecer, o que dificulta a exploração em grande escala.

Contornar estas características através dos métodos tradicionais poderia demorar décadas, séculos ou até mais. Mas este cenário muda um bocadinho mais depressa com o CRISPR (do inglês Clustered Regularly Interspaced Short Palindromic Repeats).

Num novo estudo, publicado esta segunda-feira no Nature Plants, investigadores demonstraram que o mesmo processo pode demorar apenas alguns anos, graças ao incrível controlo proporcionado por uma edição genética precisa.

“Acredito firmemente que, com a abordagem correta, o físalis pode tornar-se uma importante cultura de frutos silvestres”, diz o cientista responsável por esta pesquisa, Zachary Lippman, do Laboratório Cold Spring Harbor, nos EUA.

Juntamente com investigadores do Instituto Médico Howard Hughes e do Instituto Boyce Thompson, Lippman sequenciou parte do genoma do físalis e utilizou o método CRISPR para manipular os seus genes.

Ao fazer isto, o investigador teve a capacidade de influenciar uma hormona que regula a floração, encorajando a planta a tornar-se mais compacta e a produzir os frutos em cachos, em vez de ser individualmente. Outro ajuste tornou as frutas mais densas, enquanto que uma terceira modificação aumentou também o tamanho do fruto.

Esta é uma boa prova de que com a edição de genes podemos pensar em trazer outras plantas silvestres ou culturas órfãs para a produção agrícola”, diz Lippman. “Quanto mais hipóteses tivermos para atender às necessidades agrícolas no futuro, melhor para nós”.

O próximo passo será tentar perceber como modificar o sabor e a cor deste fruto. Atualmente, o físalis tem um sabor amargo e tropical, bem como um cheiro estranho.

“O nosso alvo foram genes que conhecíamos, através da nossa experiência, que poderiam tornar a planta mais compacta e fácil de gerir”, explicou à CNN Joyce Van Eck, do Instituto Boyce Thompson. “Os agricultores têm-nos dito: ‘se conseguirem fazer com que se comporte, vamos cultivar muitos hectares deste fruto'”.

ZAP //

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Fico tão triste com este tipo de notícias… O ser humano é tão inteligente, mas em vez de ajudar a conservar a natureza só sabe aproveitar-se dela! A natureza já é perfeita não precisa de modificações e muito menos genéticas!

  2. Difícil? As sementes caem à terra e germinam rapidamente, o crescimento da planta é vigoroso e com meio metro já dá frutos, é preciso andar volta e meia a podar, porque cresce bastante, tem longo período de frutificação, aguenta bem o inverno e as secas. Qual a dificuldade de cultivo da physalis, afinal?

  3. Como sempre os idiotas dos ´´cientistas“ a armarem-se em donos da natureza, e como tal já estão a pensar em estragar este frutinho tão saboroso e rico em vit. C. Para quem sabe e conhece, é da maneira que não vai comprara os geneticamente modificados e apenas vai apanhar os naturais. Para além disso, quem temum quintal, pode sempre ter esta planta a produzir.

  4. A Fisalis já é perfeita. A natureza é perfeita. Não mexam na genética dos alimentos! Existe um termo para este tipo de alimentos geneticamente modificados (OGM), que é a “FrankenFood”, de Frankenstein. Os engenheiros genéticos envolvidos nos OGM utilizam partes dos genes de outras plantas, e até de peixes, para alterar a genética das plantas. O organismo do ser humano não consegue digerir isto bem e existem estudos que sugerem que os OGM causam cancro. Deixem os genes em paz! Parem de brincar aos deuses!

  5. Noticia sem fundamento. Só quem não conhece é que pode dizer estas coisas. Em Portugal já à uma fileira de produtores e os resultados são excelentes, tanto a nível do fruto (sabor, tamanho) como financeiros. E já são vários hectares de cultivo. O que se passa é que a apanha tem de ser manual, e os senhores que não gostam de sujar as mãos, têm de arranjar forma da apanha ser mecânica. Por isso nossos vizinhos espanhóis, tentaram produzir e logo desistiram por ter muita mão de obra, e a apanha ser ao longo de vários meses ( de 6 a 8). A Physalis é Physalis, o que aí vem pode ser qualquer coisa mas de certeza que não é Physalis.

RESPONDER

A Família Real inglesa vai ter um novo membro (e será já no início de 2021)

A Rainha Isabel II vai ter mais um bisneto. A princesa Eugénia anunciou hoje, através das redes sociais, que está à espera do seu primeiro filho. Também a Casa real já se pronunciou sobre a …

Google Maps vai localizar e mapear áreas de contágio de covid-19

O Google Maps, 'website' e aplicação de cartografia da gigante norte-americana Google, vai poder revelar nos mapas, consultados por utilizadores, as áreas de infeção da covid-19. “Ao abrir o Google Maps, clique na guia à direita …

Cabra com mais de 400 anos encontrada mumificada numa montanha de gelo

Uma cabra morta há mais de 400 anos foi descoberta por um esquiador, em Val Aurina, em Itália. Hermann Oberlechner, alpinista e campeão de esqui, estava a caminhar quando encontrou algo invulgar e inesperado no …

Norte-americano morre após overdose de guloseimas

Um homem de 54 anos morreu na sequência de uma paragem cardíaca causada por hipocaliemia severa. A ingestão de alcaçuz preto em altas quantidades é apontada como a causa da morte. Um norte-americano de 54 anos, …

Cidade brasileira de Manaus pode já ter atingido a imunidade de grupo

Um estudo liderado pela Universidade de São Paulo, no Brasil, sugere que a cidade brasileira de Manaus, a capital do estado do Amazonas, pode já ter atingido a imunidade de grupo para o novo coronavírus …

Segunda vaga da covid-19 aumenta fosso entre ricos e os pobres em Madrid

A capital de Espanha foi a mais atingida da Europa ao nível de contágios e mortes por covid-19, situação que levou a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, a decretar o bloqueio parcial …

Sobrinho de Pablo Escobar terá encontrado 18 milhões escondidos na parede do apartamento do traficante

Um sobrinho do traficante colombiano Pablo Escobar disse que encontrou 18 milhões de dólares em dinheiro escondidos dentro de uma parede de um dos apartamento do seu tio. De acordo com o jornal britânico The Independent, …

Bebé nasce durante voo (e companhia aérea oferece-lhe "passagem vitalícia")

Foi durante uma viagem de avião que uma menina resolveu vir ao mundo A mãe da bebé viajava num voo da Egyptair quando entrou em trabalho de parto e teve direito a um presente inesperado. …

Pelo menos 22 mortos em queda de avião militar na Ucrânia

Pelo menos 22 pessoas morreram, esta sexta-feira, na queda de um avião militar no este da Ucrânia, entre as quais estudantes de uma escola militar, havendo ainda registo de dois feridos graves. "Vinte mortos e dois …

Empresas espanholas terão de pagar despesas dos funcionários em teletrabalho

A lei não se aplicará se o teletrabalho tiver sido forçado pela pandemia de covid-19, mas a empresa terá de assumir, porém, as despesas dos funcionários que estejam a trabalhar à distância. De acordo com o …