Foram finalmente decifrados os misteriosos Manuscritos do Mar Morto

(dr) The Israel Museum

Detalhe do primeiro dos Manuscritos do Mar Morto, encontrado em 1947

Uma das últimas partes dos chamados Manuscritos do Mar Morto, que ainda permanecia por traduzir, foi finalmente decifrada por investigadores da Universidade de Haifa, em Israel.

Eshbal Ratson e Jonathan Ben-Dov, do Departamento de Estudos Bíblicos da Universidade de Haifa, conseguiram, finalmente, desvendar o significado de uma das últimas duas partes dos Manuscritos do Mar Morto que persistiu desconhecida durante cerca de 50 anos.

Estes manuscritos são considerados o exemplar mais antigo da Bíblia Hebraica já encontrado, datando, segundo estimativas, do século XIV antes de Cristo.

Os 900 manuscritos têm sido fonte de curiosidade desde a sua descoberta em várias cavernas em Qumran, no trecho do Mar Morto que fica na Cisjordânia, entre 1947 e 1956.

Descobertos por um jovem pastor que procurava uma ovelha perdida, os Manuscritos continuam envoltos em mistério. Não se sabe ao certo quem os escreveu, apesar de alguns académicos atribuírem a autoria aos Essénios, uma antiga seita judaica.

Em 2017, foi anunciada a descoberta de esqueletos que podem revelar quem escreveu estes manuscritos.

Desvendar o quebra-cabeça

Ratson e Bem-Dov reuniram 60 pequenos fragmentos dos manuscritos ao longo do período de um ano, o que tornou possível identificar o nome de um festival para celebrar as mudanças das estações, conforme reporta a BBC.

Também foi revelada a existência de um escriba que fez a revisão e a correcção dos erros cometidos por quem escreveu o pergaminho.

Estão escritos em códigos e alguns pedaços têm um tamanho inferior a um centímetro quadrado.

De acordo com os investigadores, os trechos agora decifrados detalham ocasiões especiais que seriam comemoradas pela antiga seita judaica, incluindo um calendário de 364 dias, como explicam num comunicado divulgado pela Universidade de Haifa.

Além disso, há informações sobre as celebrações do novo trigo, do novo vinho e do novo azeite, que estão relacionadas com o festival judaico Shavuot – também conhecido como festa das colheitas.

Os investigadores descobriram igualmente o nome que seria usado pela seita para o festival que se assinalava quatro vezes por ano e que marcava as trocas de estações: Tekufah. A mesma palavra significa “período” em hebraico nos dias actuais.

Ratson e Bem-Dov constatam que, para decifrar o código, contaram com a ajuda das anotações identificadas nas margens, feitas por um escriba que corrigiu omissões feitas pelo autor original.

“Esses comentários são sugestões que ajudaram a desvendar o quebra-cabeça – mostraram como montar o Manuscrito”, explica Ratzon ao jornal israelita Haaretz.

No início de 2017, um grupo de arqueólogos anunciou ter descoberto uma nova caverna em Qumran, lançando a expectativa de poderem serem encontrados mais fragmentos dos Manuscritos. Todavia, a caverna tinha sido saqueada.

Os arqueólogos continuam, contudo, à procura de sinais dos Manuscritos nesta caverna e há quem acredite que pode haver outras cavernas por descobrir, com estes misteriosos pergaminhos escondidos.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Pintura de Jacob Lawrence desaparecida há 60 anos foi encontrada em Nova Iorque

Uma visitante do Met, nos Estados Unidos, descobriu o paredeiro do quadro desaparecido de Jacob Lawrence. A mulher associou o quadro a um pendurado na sala de estar dos seus vizinhos, suspeitando que poderia fazer …

Fezes ancestrais ajudam a descobrir como o microbioma afeta a nossa saúde

Um novo estudo, realizado em Israel e na Letónia, analisou fezes ancestrais e comparou-as com o nosso microbioma para tentar descobrir pistas sobre as doenças modernas. A equipa de investigadores, que trabalhou enterrada até aos joelhos …

Santa Clara 1-2 Sporting | “Leão” mostra POTEncial nas ilhas

Ao final da tarde deste sábado, o Sporting venceu o Santa Clara por 2-1, num duelo a contar para a 5ª jornada da Liga NOS que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada. …

Robô ultrarrealista pode vir a substituir os golfinhos em cativeiro em parques temáticos

A empresa de engenharia Edge Innovations, com sede em São Francisco, Estados Unidos, projetou e construiu um golfinho-robô que se parece e age quase exatamente como um. Nadando ao redor da piscina enquanto um grupo de …

PCP avisa: Abstenção é “apenas e só” para discutir o OE2021

O secretário-geral do PCP avisou este sábado que a abstenção anunciada pelo partido visa "apenas e só" fazer passar o Orçamento do Estado de 2021 a "outra fase de discussão" e recusou estar garantido um …

Convento medieval encontrado sob parque de estacionamento em Inglaterra

Uma equipa de arqueólogos britânicos encontrou um convento medieval, há muito perdido, debaixo de um parque de estacionamento em Inglaterra. Há muito que os arqueólogos britânicos especulavam sobre a potencial localização de um antigo convento medieval, …

Virgin Galactic leva cientista planetário ao Espaço pela primeira vez

O norte-americano Alan Stern será o primeiro a realizar experiências científicas financiadas pela NASA, a bordo de uma aeronave comercial da empresa espacial privada Virgin Galactic. A NASA revelou a semana passada que o cientista planetário …

Português responsável por limpeza de hospitais condecorado pela Rainha Isabel II

O português Maciel Vinagre pensou que era mentira ou engano ao ler a notificação de que tinha sido distinguido pela Rainha Isabel II pelo trabalho como responsável da limpeza de dois hospitais públicos britânicos durante …

Japonês inventa sacos de plástico "comestíveis" (para salvar o veado sagrado de Nara)

Um empresário local no destino turístico japonês de Nara desenvolveu uma alternativa aos sacos de plástico de compras para proteger o veado sagrado da cidade. Hidetoshi Matsukawa, que trabalha na Nara-ism, um agente de souvenirs, disse, …

Emissão do programa de Ricardo Araújo Pereira cancelada. Humorista em isolamento

O programa de Ricardo Araújo Pereira na SIC não será emitido este domingo, uma vez que o humorista se encontra em isolamento profilático depois de ter estado em contacto com uma pessoa infetada com covid-19. …