Filósofo britânico defende que a Humanidade quer menos liberdade

John N. Gray / Facebook

John N. Gray, filósofo e escritor britânico

John N. Gray, filósofo e escritor britânico

O filósofo britânico John Gray acredita que as pessoas não querem mais liberdade de escolha, e preferem ter menos porque não conseguem lidar com a dúvida.

Uma ideia que este antigo professor da Universidade de Oxford e da London School of Economics, que deixou a vida académica para dedicar-se à escrita, defende no seu mais recente livro “The Soul of the Marionette” [A alma da marioneta] e numa entrevista à revista Vice.

John Gray sustenta que os ocidentais optam hoje em dia pelo agnosticismo porque não querem enfrentar a ideia de que são mortais. É uma forma de escaparem das limitações do seu corpo em busca de algum tipo de liberdade, diz o filósofo.

Recorrendo a um conceito que define como “culpabilidade negativa“, John Gray considera que é preciso saber “como viver na dúvida e no mistério”. “Isso é liberdade. Em outras palavras, tens que agir no mundo. Tens coisas que te importam, por isso ages nelas. Fazes o teu melhor, mas depois ages na incerteza, na dúvida. Simplesmente, fazes o melhor com os valores e os objectivos que tens”, conclui o pensador britânico na citada entrevista.

O filósofo refuta o fatalismo de se ficar à espera, para ver o que acontece, e constata que temos a “responsabilidade de considerar possibilidades realísticas”.

Para John Gray é evidente ainda que o conhecimento dá-nos poder, mas não representa, por si só, liberdade. O filósofo entende que há uma “crença errada alargada” de que “o conhecimento nos libertará da nossa natureza material”. Para ele é uma “pura paranóia religiosa”, pois procede à “invenção de significado onde ele não existe”.

“É uma espada de dois gumes”, refere também John Gray sobre o conhecimento. “Podem-se usar certas tecnologias para promover a liberdade, mas também para espiar pessoas”, explica.

O filósofo lembra igualmente o passado histórico, nomeadamente o facto de na Europa pré-cristã os homossexuais não serem perseguidos, e nota que o avanço da civilização e do conhecimento não representa, necessariamente, um progresso na liberdade.

Abordando a realidade política dos nossos tempos, John Gray confessa na Vice que não acredita no sucesso do Syriza na Grécia porque “a estrutura do poder na Europa está situada na Alemanha” e porque considera que o governo de Angela Merkel não vai ceder perante as exigências gregas.

Para o filósofo é evidente que as forças da União Europeia acabarão por “empurrar o Syriza para a submissão, o que, politicamente, os vai deslegitimar”. E, nesse caso, poderemos acabar por ter uma “situação pior” com um partido de extrema-direita, como o Aurora Dourada, a assumir o poder, vaticina John Gray.

SV, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se o Aurora Dourada subir ao poder, então o snr Gray poderá demonstrar a razão da sua tese! Mas aconselho que ele depois vá viver para a Grécia para verificar “in loco” como os gregos ficarão felizes sem liberdade. DISPARATE!

RESPONDER

Quatro futebolistas e presidente do Palmas morrem em queda de avioneta no Brasil

Quatro futebolistas e o presidente do Palmas morreram ontem num acidente de aviação a caminho de Goiânia, onde a equipa da quarta divisão brasileira ia defrontar o Vila Nova na Taça Verde. "Lamentamos informar que não …

Marcelo bate recorde de Mário Soares. É o primeiro a ganhar em todos os concelhos

Marcelo Rebelo de Sousa foi o primeiro candidato a ganhar todos os concelhos numas eleições presidenciais em democracia. O candidato a Presidente da República e reeleito para o cargo, Marcelo Rebelo de Sousa, ganhou a votação …

Portugal regista mais 252 mortes e 6.923 casos de covid-19

Portugal registou, esta segunda-feira, mais 252 mortes e 6.923 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, …

Pintor Francisco Gaia morre aos 87 anos

O pintor e escultor Francisco Gaia, que realizou exposições nos Estados Unidos, Holanda e Portugal, morreu no sábado, em Vila Franca de Xira, aos 87 anos, vítima de covid-19, disse a família à agência Lusa …

"El Chapo asiático", um dos traficantes mais procurados do mundo, detido em Amesterdão

Tse Chi Lop, o líder do The Company, uma rede criminosa que domina um mercado ilegal de drogas em toda a Ásia, avaliada em mais de 70 mil milhões de dólares, foi detido na sexta-feira …

Bernardo Silva desmente treinador Renato Paiva e atira: "Depois do ingrato, impaciente"

Bernardo Silva recorreu neste fim-de-semana às redes sociais para desmentir as declarações de Renato Paiva, treinador da formação do SL Benfica, que afirmou que o internacional português não teve paciência para esperar pela sua oportunidade …

Utentes de lares "retidos" no hospital ao testar positivo ao fim de 10 dias. "Critérios estão errados", dizem médicos

Numa altura em que os hospitais já estão a chegar ao seu limite de lotação, uma norma da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre pacientes dos lares ou estruturas de cuidados paliativos ou integrados está a …

Titulares de órgãos de soberania vacinados na próxima semana. Plano de vacinação vai incluir pessoas com mais de 80 anos

A ministra da Saúde falou numa conferência de imprensa, esta segunda-feira, depois de uma reunião com a task-force responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19. Numa conferência de imprensa depois da reunião com a task-force responsável …

Diplomacia da vacina. Índia doa milhões de doses a nações vizinhas do sul da Ásia

A Índia começou a vacinar a população no dia 16 de janeiro, mas está a usar a sua capacidade de fabrico para doar vacinas aos vizinhos. O Governo indiano concluiu que tem doses suficientes para …

Ordem dos Advogados apela à suspensão imediata dos prazos judiciais

Um grupo de advogados e o próprio bastonário da Ordem dos Advogados manifestaram-se publicamente a favor da suspensão dos prazos judiciais e encerramento dos tribunais face à evolução da pandemia em Portugal. Na quinta-feira passada, face …