O seu filho tem peso a mais na mochila? Calculadora dá a resposta

O peso excessivo das mochilas pode ser problemático para a saúde das crianças. Uma calculadora online diz se a mochila do seu filho tem mais peso do que o recomendado.

A campanha “Olhe Pelas Suas Costas” foi lançada há dez anos e, entre outras coisas, tem vindo a alertar para os problemas relacionados com o peso excessivo das mochilas escolares.

Consideradas o principal “inimigo” das crianças na escolas, as mochilas pesadas contribuem para lombalgias ou dores lombares, além de outros problemas que levam a problemas na coluna e nas costas.

“O peso excessivo das mochilas associado a más posturas e a hábitos de vida pouco saudáveis, estão na base dos problemas de costas mais frequentes na população infantil”, lê-se no site da campanha.

Agora, com o arranque de um novo ano letivo, o site disponibiliza uma calculadora que permite aos pais calcular se a mochila dos seus filhos tem mais peso do que devia.

Para tal, os pais são questionados sobre o peso da própria criança, além do peso da mochila. Após introduzir estes dados, é apresentado um valor que corresponde à percentagem do peso da mochila em relação ao peso da criança.

Os pesos das mochilas estão divididos por quatro categorias:

  • Igual ou inferior a 10%: Boa, o peso da mochila está dentro dos valores recomendados!
  • Entre 10% e 15%: Um valor limite, que não ultrapassa muito os valores recomendados, mas que pode ser melhorado se possível.
  • Entre 15% e 30%: Uma mochila demasiado pesada. Deve melhorar, por forma a reduzir o peso. Leve apenas o que é essencial. Opte por deixar material na escola (ex: cacifos, se aplicável). Este peso diariamente pode trazer lesões para a sua coluna a longo prazo.
  • Mais de 30%: Muita atenção à sobrecarga! Este peso diariamente é “perigoso” para a sua coluna vertebral. Reduza o peso que leva às costas urgentemente para evitar futuros problemas.

Imagine-se, por exemplo, uma criança com um peso de 35 quilos, cuja mochila pesa sete quilos. Isto corresponde a 20% do seu peso. Segundo a calculadora da campanha “Olhe Pelas Suas Costas”, o peso entra na categoria de aviso laranja.

A recomendação é que a mochila não deve exceder 10% do peso das crianças. A calculadora está disponível aqui.

  Daniel Costa, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.