Fidel oferece ajuda aos EUA para combater o Ébola

Antonio Cruz / ABr

-

O ex-presidente cubano Fidel Castro ofereceu ajuda aos Estados Unidos para combater o ébola e evitar que a doença se propague pela a América Latina.

“Temos prazer em cooperar com os americanos nesta tarefa. Não na busca da paz entre dois Estados que têm sido adversários durante tantos anos, mas pela paz no mundo, um objetivo que podemos e devemos alcançar”, disse Fidel em um artigo publicado este sábado no jornal oficial Granma.

No texto intitulado “A hora do dever”, Fidel afirma que ao cooperar com o país vizinho, com quem Cuba não tem relações diplomáticas desde 1961, se evita que o ébola se espalhe e protege a população de Cuba e de toda a América Latina.

Os Estados Unidos foram, depois de Espanha, o segundo país não-africano onde se registou contágio da doença dentro do seu próprio território.

Duas enfermeiras americanas foram contaminadas com o vírus do ébola num hospital do Texas, ao tratarem um paciente que contraiu a doença na Libéria e acabou por morrer nos EUA.

O ébola já matou mais de 4.500 pessoas, a maioria na Libéria, Guiné e Serra Leoa. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que haja, nesses três países, mais de 9 mil pessoas infetadas pelo vírus, que mata em 70% dos casos.

A ONU informou ainda que o ébola já deixou pelo menos 3,7 mil crianças órfãs nesses três países mais atingidos pela doença, sendo que muitas delas perderam tanto o pai como a mãe devido à epidemia.

Elogios

Cuba já enviou mais de 160 médicos e enfermeiros à África ocidental para ajudar no combate à epidemia e já anunciou o enviou de mais profissionais à região – uma decisão elogiada pelo governo norte-americano.

Na sexta-feira, numa declaração inédita, o secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, reconheceu o papel de Cuba na luta global contra o ébola e pediu mais colaboração internacional.

“Cuba, um país de apenas 11 milhões de habitantes, já enviou 165 profissionais da área da saúde e considera enviar mais 300”, disse Kerry, afirmando que ações como essas eram “uma prova real de cidadania internacional”.

No seu artigo, Fidel disse que a decisão de enviar os médicos e enfermeiros não foi fácil. “É até mais difícil do que enfiar soldados para combater e morrer por uma causa política justa”, disse o líder cubano sobre o perigo que correm esses profissionais de saúde.

Na segunda-feira, os nove países que compõem a ALBA (Aliança Bolivariana para os Povos da América), que inclui Cuba, Bolívia e Equador, vão reunir-se em Havana para definir uma estratégia conjunta de prevenção e combate ao ébola.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal na pior posição de sempre no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas

Portugal caiu oito lugares no Índice de Desempenho das Alterações Climáticas (CCPI), com o desempenho do país a descer em quase todas as categorias, segundo o "Índice 2020" divulgado esta terça-feira. Com a pior posição de …

Costa pede a Bruxelas que IVA da luz possa variar com consumo

O primeiro-ministro enviou, esta terça-feira, uma carta à presidente da Comissão Europeia solicitando a alteração de critérios do IVA da energia para permitir a variação da taxa "em função dos diferentes escalões de consumo". No debate …

Uma ode aos sem-abrigo. Banksy presenteia Birmingham com uma nova obra de arte

Desta vez, Banksy deixou a sua marca na cidade britânica de Birmingham. A nova obra de arte, composta por duas renas, é uma ode aos sem-abrigo e à solidariedade da cidade britânica. Numa parede da cidade …

Morreu o ator José Lopes. Amigos fazem apelo para pagar o funeral

Morreu o ator José Lopes, aos 61 anos. A notícia está a ser avançada por vários amigos e familiares através das redes sociais. O ator José Lopes, de 61 anos, terá sido encontrado dias depois de …

Governo Regional acusa República de dever à Madeira cerca de 427 milhões

A República detém uma dívida acumulada com a Madeira desde 2015 na ordem dos 427 milhões de euros, declarou o vice-presidente do Governo Regional. “Sobre a ajuda do Governo da República à Madeira temos vindo a …

Governo da Tunísia paga recompensas por denúncias de corrupção

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, ofereceu esta segunda-feira recompensas até 50 mil dinares (16 mil euros) a quem denunciar situações de corrupção e colaborar com a Instância Nacional de Luta Contra a Corrupção (INLUCC). Ao discursar …

Sydney. Qualidade do ar perigosa devido a incêndios no leste da Austrália

A qualidade do ar em Sydney atingiu esta terça-feira um nível perigoso devido à densa camada de fumo proveniente dos incêndios florestais, no leste da Austrália, indicou o Departamento de Meteorologia australiano. "Os ventos fracos e …

Governo prevê superavit de 0,2% e crescimento de 2% em 2020

O líder parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” revelou esta terça-feira que o Governo prevê para o próximo ano um excedente orçamental de 0,2% e um crescimento de 2%. José Luís Ferreira, líder parlamentar do Partido …

Meo e Nos vão subir preços de alguns serviços em 2020

Escreve o Jornal de Negócios esta terça-feira que a Meo e a Nos vão atualizar o tarifário de alguns dos seus serviços a partir de 1 de janeiro de 2020. A fatura dos clientes deverá …

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …