As fezes dos peixes predadores podem ajudar a preservar os recifes de coral

Uma equipa de investigadores descobriu que as fezes de peixes predadores são uma importante fonte ambiental de algas dinoflageladas simbióticas nos recifes de coral.

A descoberta é uma reviravolta inesperada na simbiose do recife de coral, diz Adrienne Correa, bióloga marinha da Rice University.

Isto porque, segundo a especialista, os predadores de corais são normalmente vistos a morder e a enfraquecer as estruturas do recife, gerando esconderijos para outros organismos.

A pesquisa ocorreu durante uma expedição à estação de Pesquisa Ecológica de Longo Prazo do Recife de Coral de Mo’orea, na Polinésia Francesa, onde a equipa acompanhou peixes que comeram diferentes quantidades de corais e algas.

Os investigadores perceberam onde e quais os alimentos que os peixes comiam, e com que frequência defecavam. Carsten Grupstra, autor do estudo, recolheu amostras de fezes de predador para examinar no laboratório.

O cientista conta que deixou “algumas amostras no parapeito da janela por algumas semanas em Mo’orea. Mais tarde, quando comecei a olhar para eles (ao microscópio), encontrei toneladas de simbiontes. Muitos deles estavam a andar e outros estavam a dividir-se”.

O grande número de simbiontes vivos foi inesperado e potencialmente importante no quadro mais amplo da ecologia do recife, refere Correa. Embora os simbiontes tenham sido vistos anteriormente em fezes de um número limitado de predadores de corais, não estava claro quantos deles estavam vivos e se eram potencialmente úteis para os corais.

Contudo, a equipa encontrou altas concentrações de simbiontes vivos nas fezes de um grupo diversificado de predadores de corais, diz o Futurity.

A equipa sugere que duas espécies na estação de pesquisa Mo’orea – Chaetodon ornatissimus e Chaetodon reticulatus – espalham, cada uma, cerca de 100 milhões de simbiontes vivos por dia numa área de recife com aproximadamente o tamanho de seis lugares de estacionamento, o que é bastante benéfico para os corais.

Assim sendo, os cientistas planearam várias experiências em corais jovens e adultos stressados ​​para determinar o quão rápido estes absorvem simbiontes provenientes das fezes.

Uma melhor compreensão da absorção dos simbiontes pode levar à concretização de novos métodos para ajudar os recifes a recuperarem do “branqueamento” induzido pelo stresse.

O branqueamento ocorre quando os corais stressados ​​expelem os seus simbiontes em massa, frequentemente deixando os corais incolores, como o nome indica. Situações de branqueamento são cada vez mais comuns devido às mudanças climáticas.

Enquanto alguns corais nunca se recuperam do branqueamento, outros conseguem recuperar-se, o que levanta a questão de como os corais branqueados repovoam as suas comunidades simbiontes.

Agora, a equipa está a conduzir novas pesquisas para descobrir se o contacto com fezes de predadores de corais pode melhorar as taxas de recuperação do branqueamento e a saúde dos corais a longo prazo.

O estudo foi publicado na Animal Microbiome no dia 22 de março.

Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …

Fazer umas calças de ganga exige 10 mil litros de água. Dez marcas estão a criar jeans sustentáveis

As calças de ganga são das peças de vestuário com piores impactos para o ambiente, mas há marcas que estão a apostar na sustentabilidade como um factor atractivo para os consumidores. Estão sempre na moda e …

"Guerra das matrículas" faz escalar tensão entre Sérvia e Kosovo

Esta semana, a fronteira entre o norte do Kosovo e a Sérvia esteve bloqueada por protestos de elementos da etnia sérvia, que não aceitam a decisão do governo kosovar, de etnia albanesa, de proibir a …

Num golpe de "fake it until you make it", Hong Kong vai a eleições a saber o vencedor

Hong Kong prepara-se para as primeiras eleições legislativas após as mudanças no sistema eleitoral implementadas pela China para garantir a vitória dos seus aliados. Aos olhares mais desatentos, as eleições em Hong Kong são mais um …

Stefano Pioli propõe regra de basquetebol que contribui para um "futebol de ataque"

O treinador do Milan, Stefano Pioli, propõe uma alteração nas regras do futebol que promete revolucionar o desporto rei. De forma semelhante ao basquetebol, uma vez dentro do meio campo adversário, as equipas não poderiam voltar …

Um dos maiores sites de dados sobre a covid-19 na Austrália é, afinal, gerido por adolescentes

Aproveitando o momento em que passaram a integrar as estatísticas que os próprios fazem chegar diariamente à população australiana, o grupo de três jovens revelou a sua identidade para surpresa de muitos dos seus seguidores. …

Mais cinco mortes e 713 casos confirmados em Portugal

Portugal registou, este sábado, mais cinco mortes e 713 casos confirmados de covid-19, de acordo com o mais recente boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Este sábado registaram-se mais cinco mortes e 713 novos casos …

Dirigente da Huawei detida no Canadá pode voltar à China após acordo com EUA

A justiça dos EUA aceitou hoje o acordo entre o Departamento da Justiça e a Huawei, que vai permitir à filha do fundador e diretora financeira do conglomerado chinês de telecomunicações regressar à China. Uma juíza …