Fezes de astronautas podem vir a ser transformadas em alimentos

Biólogos e engenheiros da Pensilvânia, nos Estados Unidos, criaram o primeiro biorreator “espacial” capaz de transformar as fezes dos astronautas e cosmonautas numa mistura nutritiva de proteínas e gorduras.

Em apenas um ano, um astronauta produz cerca de 80 quilos de fezes durante uma missão espacial. Um estudo, publicado em julho na Life Sciences in Space Research, mostra ser possível transformar as fezes de um astronauta numa “massa comestível”.

De acordo com Christopher House, professor de geociências na Universidade da Pensilvânia na Filadélfia, a equipa testou “o conceito da utilização simultânea de biorresíduos de astronautas e a sua transformação numa biomassa comestível“.

“Embora tal ideia pareça estranha para as pessoas, não difere da comida feita de extrato de fermento e cerveja”, explica o professor. Depois do alto nível de radiação espacial, o abastecimento de comida aos astronautas que seguem para o espaço é o segundo maior problema e ambos devem ser resolvidos antes das viagens a Marte.

Além disso, segundo o CanalTech, levar comida da Terra para o espaço sideral faz com que haja um aumento de peso o que, consequentemente, exige uma maior quantidade de combustível.

A equipa tentou unir os dois processos ligados à atividade vital humana para testar se tal ideia é viável. Desta forma, os biólogos e engenheiros usaram um material sólido e um material líquido – semelhantes às fezes humanas – criando um sistema cilíndrico fechado com cerca de quatro metros de comprimento e quatro centímetros de diâmetro.

Nesses sistema cilíndrico, colocaram micróbios selecionados que entraram em contacto com o material e, por meio da digestão anaeróbica, conseguiram quebrar os resíduos existentes.

“Esta é uma maneira eficiente de obter massas tratadas e recicladas. O que foi inédito no nosso trabalho foi retirar os nutrientes da corrente e, intencionalmente, colocá-los num reator microbiano para produzir alimentos“, explica House.

Com esta experiência, a equipa descobriu que, durante a digestão anaeróbica, foi produzido metano que pode ser usado para cultivar um outro tipo de micróbio (Methylococcus capsulatus), que é usado vulgarmente como alimento para animais.

Assim, chegaram à conclusão de que é possível produzir um alimento nutritivo, visto que conseguiram produzir uma biomassa com 52% de proteína e 36% de gorduras. De acordo com House, esta instalação pode processar mais da metade dos biorresíduos de cinco ou seis astronautas, no decorrer de um dia.

Em 2016, a NASA e a HeroX desafiaram-nos a participar no Space Poop Challenge – um brainstorming global para tentar encontrar uma solução para um dos imperativos da natureza humana que não deixa de existir quando se é astronauta. Agora, a solução poderá estar encontrada.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Se o Salvador Dalí soubesse desta ficaria radiante. O gajo já tinha previsto o sistema caga-e-come! Oxalá isto seja transporto para a Terra. Assim acabava-se com a fome no mundo.

RESPONDER

Mais duas mortes e 120 novos casos. Lisboa com 60% dos novos infetados

Portugal regista esta segunda-feira mais duas mortes, 120 novos casos de infeção por covid-19 e 160 curados em relação a segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de pessoas internadas é …

Encontrado cadáver com 30 anos em mansão abandonada em Paris

As obras de reforma numa mansão abandonada em Paris tiveram de ser suspensas inesperadamente depois de trabalhadores terem descoberto um cadáver a decompor-se na cave há 30 anos. De acordo com o jornal britânico The Guardian, …

Quase cem mil crianças contraíram a covid-19 em apenas duas semanas nos Estados Unidos

Noventa e sete mil crianças norte-americanas foram identificadas como infetadas com o novo coronavírus (covid-19) nas últimas semanas de julho. Os números relativos a estas duas semanas são avançados pela empresa norte-americana, que cita um relatório …

A1 terá novo acesso em Grijó no sentido sul/norte em 2021

A autoestrada A1 terá em 2021 um novo acesso em Grijó, concelho de Vila Nova de Gaia, no sentido sul/norte, revelou esta segunda-feira o presidente da autarquia que acredita que, com este projeto, o nó …

Tiros em frente à Casa Branca levam à retirada de Trump de conferência de imprensa

Um agente do Serviço Secreto retirou, esta segunda-feira, o Presidente norte-americano da sala na Casa Banca na qual estava a começar uma conferência de imprensa. O período em que Donald Trump esteve fora da sala foi …

Nani candidato a melhor jogador nos Estados Unidos

Internacional português e o colega João Moutinho (este para melhor jovem) estão na corrida para os prémios e também para o onze. Os futebolistas portugueses Nani e João Moutinho, ambos do Orlando City, estão entre os …

102 dias depois, coronavírus regressa à Nova Zelândia

A Nova Zelândia anunciou a sua primeira infeção por coronavírus transmitida localmente em 102 dias esta terça-feira, o que levou a primeira-ministra do país a emitir uma ordem de confinamento em Auckland, a maior cidade …

Taiwan acusa China de querer fazer da ilha o "próximo Hong Kong"

O ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan, Joseph Wu, disse que há pressão da China sobre a ilha para aceitar condições políticas que farão de Taiwan o próximo Hong Kong. A Presidente de Taiwan recebeu esta …

Líderes do Líbano terão sido alertados sobre explosivos no porto de Beirute em julho

O Presidente do Líbano, Michel Aoun, e o primeiro-ministro, Hassan Diab, terão sido alertados em julho sobre a existência de 2.750 toneladas de nitrato de amónio armazenadas no porto de Beirute, avançou a agência Reuters. A …

OMS desiludida. Faltam pelo menos 90 mil milhões para investigação da vacina

O diretor da Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou, esta segunda-feira,  estar desiludido com a resposta global no combate à pandemia de covid-19. O responsável disse que faltam pelo menos 90 mil milhões de dólares do …