Fenprof avança com queixa contra diretora-geral dos Estabelecimentos Escolares

Mário Fernandes / Flickr

Mário Nogueira, líder da Fenprof

A Fenprof e outras organizações sindicais vão avançar, esta quinta-feira, com queixas contra a diretora-geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE) “na Inspeção-Geral da Educação, no Ministério Público e na Provedoria de Justiça”.

“Vamos avançar com queixas, junto da Provedoria da Justiça, da Inspeção-Geral da Educação e Ciência e do Ministério Público”, contra a diretora-geral dos Estabelecimentos Escolares, Maria Manuela Pastor Faria, anunciou esta terça-feira, em Coimbra, o secretário-geral da Federação Nacional dos Professores, Mário Nogueira.

Em causa está uma nota informativa enviada às escolas esta segunda-feira, assinada por Maria Manuela Pastor Faria. Nessa nota, os diretores são aconselhados a “obter previamente os elementos de avaliação que os professores têm”, o que, considerou Nogueira, equivale “a dar as notas antes das reuniões”, adianta o Diário de Notícias.

As queixas – que “não tem nada a ver com a pessoa, mas na verdade ela é autora da nota informativa” – serão apresentadas na quinta-feira, adiantou o secretário-geral da Fenprof, reagindo à declaração do secretário de Estado da Educação, João Costa, feita sobre aquela nota.

João Costa disse que as orientações enviadas às escolas sobre as avaliações dos alunos são apenas esclarecimentos dos normativos em vigor e não uma medida extraordinária face à greve dos professores.

Além disso, sublinhou que a lei prevê que se uma reunião de avaliação de alunos não se realizar por falta de um professor, pode ser marcada nova reunião no prazo máximo de 48 horas.

“Aquilo que o Ministério da Educação faz com esta nota informativa da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares é pura e simplesmente uma leitura que não é mais que um delírio, uma fantasia, relativamente àquilo que diz a legislação”, frisou Mário Nogueira.

“Esta nota informativa” pretende que os diretores das escolas “sejam empurrados para uma situação ilegal”, leva-los a “incorrerem em ilegalidades, quer realizando reuniões ao fim de uma terceira convocatória sem a presença de toda a gente ou exigindo que os professores forneçam previamente os elementos para avaliação” ou mesmo a fazerem “levantamentos prévios de quem vai aderir à greve”, o que é igualmente ilegal, adiantou.

“Hoje o secretário de Estado disse uma coisa diferente daquilo que está na nota”, “provavelmente tentando fugir” às ilegalidades que ela configura e “não sendo solidário”, referindo que as reuniões de avaliação “podem” ser convocadas no prazo de 48 horas, enquanto a DGEstE considera que “devem” ser convocadas para o dia seguinte.

Se os diretores das escolas “incorrerem em práticas ilegais, pode acontecer” o que já sucedeu o ano passado, com uma greve de professores em dia de exames (com serviços mínimos obrigatórios).

Nessa greve, “alguns diretores de escolas foram empurrados a irem além” do estabelecido, “convocando docentes que não estavam previstos nos serviços mínimos e violaram a lei da greve”, advertiu Nogueira, afirmando que “neste momento correm 17 processos disciplinares” contra esses diretores.

A Fenprof vai, entretanto, criar uma plataforma, no seu site, para que os professores deem conta de “situações ilegais que possam ocorrer” nas escolas no âmbito do processo das avaliações e das greves convocadas para cada um dos dias compreendidos entre 19 e 28 de junho.

Mário Nogueira referiu ainda que será assegurada a confidencialidade da identidade dos autores dessas denúncias, e que “as violações da lei da greve” ou de quaisquer “práticas ilegais” serão objeto de queixas judiciais.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Dança afro-beat inspirada nos saltos de Ronaldo já chegou a Paris

Uma música humorística 'afro-beat', publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França. "Quand Cristiano …

Portuguesa Critical Software e BMW juntam-se para produzir "o carro do futuro"

A BMW escolheu a portuguesa Critical Software para construir "o carro do futuro". As duas empresas unem-se agora numa joint venture que terá sede no Porto. A companhia tecnológica portuguesa Critical Software anunciou, esta segunda-feira, a …

As criptomoedas podem vir a sobrecarregar a Internet, alerta BIS

O Banco de Pagamentos Internacionais (BIS) lançou, este domingo, um novo alerta: as criptomoedas podem "rebentar" com a Internet. O Banco de Pagamentos Internacionais - ou BIS, na sigla em inglês - lançou, este domingo, um …

Rui Patrício assina com o Wolverhampton por quatro anos

O guarda-redes português Rui Patrício, que rescindiu com o Sporting alegando justa causa, assinou contrato com o Wolverhampton válido por quatro épocas, anunciou hoje o clube da liga inglesa de futebol. O guarda-redes internacional português Rui …

Juízes querem condenados a cumprir mais cedo pena de prisão

Os juízes defendem que a pena de prisão deveria começar a ser cumprida logo que fosse confirmada por um tribunal de segunda instância, ainda antes da decisão transitar em julgado, mesmo que continuem a recorrer. A …

Médica reformada acusada de matar centenas de pacientes com doses fatais de analgésicos

Uma médica de clínica geral, agora aposentada, será a responsável pela morte de centenas de pacientes. A médica é acusada de prescrever doses fatais de analgésicos opiáceos a idosos no Reino Unido, nos anos 90. Jane …

Custo de vida para jovens estrangeiros em Lisboa ultrapassa mil euros

Um jovem estrangeiro precisa de 1032 euros para se instalar em Lisboa, sendo Lisboa a 57.ª cidade mais cara de uma lista de 80 cidades do mundo. Roménia é a cidade mais barata, de acordo …

Marcelo voltou a Pedrógão para limpar lágrimas (e Costa nem foi convidado)

Marcelo Rebelo de Sousa foi a figura central da homenagem às vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, limpando lágrimas e distribuindo abraços, enquanto António Costa nem foi convidado. O primeiro-ministro admitiu que não foi convidado para …

Mihajlovic apontado ao Sporting para substituir Jesus

A imprensa desportiva apontou o técnico sérvio Sinisa Mihajlovic como o novo treinador do Sporting, substituindo o lugar deixado por Jorge Jesus. O antigo selecionador da Sérvia chegou a Lisboa esta segunda-feira, remetendo esclarecimentos para …

Falta de obstetras afeta assistência a partos de risco

O número de especialistas de ginecologia e obstetrícia é cada vez mais crítico no Serviço Nacional de Saúde, devido à falta de contratação de profissionais. O défice de especialistas de ginecologia e obstetrícia no Serviço Nacional …