Felipe, ex-FC Porto, no centro das atenções no Liverpool-Atlético

Defesa brasileiro foi expulso ainda na primeira parte. Mas o Liverpool já ganhava por 2-0 na altura.

O Liverpool já sabe que vai estar nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Os ingleses não páram no Grupo B, não tiveram qualquer receio do «grupo da morte» e ganharam sempre até agora. Na quarta jornada venceram o Atlético de Madrid por 2-0.

Diogo Jota e Sadio Mané arrumaram o resultado logo nos primeiros 20 minutos. Não, Mohamed Salah não marcou. João Félix foi titular, tal como Jota, mas saiu na fase inicial da segunda parte.

Félix teve ao seu lado Luis Suárez e o uruguaio começou a ouvir assobios dos adeptos do Liverpool ainda antes do início do jogo, quando o seu nome foi anunciado em Anfield Road.

Outro titular escolhido por Diego Simeone foi Felipe – e o antigo defesa do FC Porto acabou por centrar as atenções. Foi expulso aos 35 minutos da primeira parte, após uma falta por detrás sobre Sadio Mané.

Num primeiro momento nem pareceu um momento grave, mas o árbitro Danny Makkelie mostrou imediatamente o cartão vermelho:


Foi uma falta por detrás, travou um ataque que poderia ser perigoso, mas ficou a dúvida: o árbitro chamou Felipe várias vezes para mostrar um cartão (seria o amarelo?) mas o jogador não aceitou. Quando se aproximou, viu o vermelho. Provavelmente por ter acertado no músculo gémeo do jogador do Liverpool, uma entrada perisoga.

Os jogadores do Atlético de Madrid protestaram. Os que estavam em campo e os que não estavam: Antoine Griezmann, expulso no duelo anterior com o Liverpool, escreveu imediatamente nas redes sociais que o Atlético iria jogar “contra tudo e contra todos”.

Aliás, esta foi a primeira vez, na Liga dos Campeões, que dois jogadores do Atlético de Madrid foram expulsos em jogos com o mesmo adversário.

Mais tarde, Diogo Jota voltou a aparecer numa jogada importante. O português marcou novamente mas o golo foi anulado. Fora-de-jogo, por poucos centímetros:


Luis Suárez, depois de ter sido assobiado e depois de ter visto um cartão amarelo (protestos por causa da expulsão de Felipe), viu um golo seu ser anulado. E não estava em fora-de-jogo, mas Giménez, que realizou a assistência, estava. Também “à tangente”.

O Liverpool, com 12 pontos, está apurado e já sabe que vai terminar o Grupo B no primeiro lugar. O Atlético de Madrid tem quatro pontos e está no terceiro lugar, com menos um ponto do que o FC Porto.

  Nuno Teixeira, ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.