Felgueiras. Alunos ameaçados de serem proibidos de entrar em igrejas se faltarem a aulas de Religião Moral

Marcos Santos / USP Imagens

Os encarregados de educação dos alunos do Centro Escolar de Torrados, em Felgueiras, foram avisados, na semana passada, pela escola, de que os educandos tinham de frequentar as aulas de Educação Moral Religiosa e Católica sob pena de as faltas serem comunicadas à Igreja Católica.

O Centro Escolar de Torrados, em Felgueiras, disse aos encarregados de educação que se os seus filhos faltarem às aulas de Educação Moral Religiosa e Católica ficam impedidos de frequentar a catequese, de ir à comunhão ou até de entrar na igreja, avança esta quarta-feira o Jornal de Notícias.

Foi através de uma circular enviada pelo coordenador deste Centro Escolar, Arménio Rodrigues, que surgiram as ameaças. No documento lia-se que a comunicação das faltas (à décima o aluno reprova) seria feita “mensalmente à base de dados da Igreja Católica Portuguesa”, e que isso poderia vir a trazer consequências como “o risco de lhes [alunos] ser barrado o acesso aos vários serviços da Igreja, como por exemplo a frequência da catequese, batizados, primeira comunhão e outras celebrações, bem como não poder entrar em qualquer igreja católica portuguesa”.

A notícia foi avançada pelo JN e a presença do tal documento foi confirmada pelo Observador junto de uma coordenadora da Escola Básica do 1.º Ciclo de Bouça, que faz parte do agrupamento de Torrados.

A mesma fonte confirmou ainda que “por volta das 19h00” desta quarta-feira vai realizar-se “uma reunião de esclarecimento” onde será explicado que “foi tudo um mal entendido” e “um problema de comunicação”.

Questionado pelo JN, o Ministério da Educação afirma que “desconhecia este comunicado, que não tem qualquer cabimento”. A diocese do Porto explicou também que só soube do sucedido através da Comunicação Social e garante que “o comunicado é da responsabilidade de quem o assina e não há nenhum cruzamento de dados entre a escola e a Igreja sobre a frequência desta disciplina”, garantiu o padre Jorge Duarte, diretor do gabinete de informação da diocese.

Nenhuma criança foi, é ou será impedida de frequentar a catequese ou entrar na Igreja por não ir a estas aulas”, sublinhou.

  ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Ao que nós chegámos!
    Uma escola a ameaçar alunos e pais por causa de uma confissão religiosa… Um sinal preocupante de atraso mental e cívico, pior ainda tratando-se de professores.
    O 25 de Abril baniu os crucifixos das salas de aula mas manteve as aulas de EMRC, em vez de promover a Educação Cívica. Faltaram “tomates” ao Estado laico.

  2. Pelo que entendi eles mentiram e quiseram ser mais que o M.E. , é preciso ter muita lata…se bem que é uma escolha essa disciplina…podem escolher música… Tipo que música é algo satânico p terdeser feita uma escolha..

    • Quando usadas para o Bem da Humanidade, não haveria problema, mas bem sabemos que não são… É tudo uma questão de controlo e manipulação, para manterem as pessoas ignorantes sobre Verdades maiores, que poderiam libertar e engrandecer o Espírito e não o ego. Para a matrix de controlo deste mundo, isso não convém nada!…

  3. (a comunicação das faltas seria feita mensalmente à base de dados da Igreja Católica Portuguesa)
    Ai o RGPD, o que terá a dizer sobre isto a Comissão Nacional de Protecção de Dados????
    Então os dados das faltas e os nomes dos alunos são partilhados com a igreja católica?????
    Está bonito está…
    Enquanto não acabarem com a M3rda das religiões….

  4. Isto não é real, não pode ser real em 2019, alguém está a brincar ……se for real o estado deve acabar já com esse tipo de religião na escola, mesmo sendo facultativa

  5. Se de um lado os valores morais estão em crise, as crianças as mais visadas, obrigadas a comer de tudo o que é agenda LGBTQRSTUVWXYZ quase desde berço, a questionarem-se umas às outras se devem por o pipi no pipi ou pipi no coco, isto sem terem idade sequer para se sentar no banco da frente do carro, com uma péssima instrução familiar, já de si podre e fundamentada na infidelidade e sexualidade, a Igreja devia dar o exemplo, não de denegrir a mensagem de Cristo, como tem vindo a ser hábito pelo populismo católico, mas cimentando as leis Judaico-Cristãs familiares, em que a nossa sociedade ocidental se baseia, convidando a todos a ouvir essa mensagem.
    Isto é um tiro nos dois pés, sem qualquer fundamento religioso, que afasta ainda mais esta geração da mensagem Cristã, e não por reforço de qualquer valor moral ou espiritual, apenas por jogo de empurra de responsabilidade governativa.
    Mateus 23:13
    Ai de vós, doutores da Lei e fariseus, hipócritas! Porque fechais o reino dos céus diante dos homens. Porquanto vós mesmos não entrais, nem tampouco deixais entrar os que estão a caminho!

    • concordo a 100%.

      já não chega ter de aturar os camaradas da identidade de género, agora parece que tb se tem de aturar os camaradas da teologia da libertação.

      ambos a puxarem as pessoas para o abismo.

  6. Ao que chegou a Beatice…Bastou uma ou um Beato para querer impor as Aulas de Religião e Moral, que não tem cabimento nas Escolas de Portugal, como não teria cabimento num Pais Muçulmano, obrigarem as crianças a assistir às aulas sobre como colocar as bombas em volta do corpo para rebentarem com os católicos e Judeus .
    Quem quer catequese e aulas de Religião e Moral, deveria ser a igreja a dar essas aulas e nunca numa Escola Pública, onde na maioria são Padres e Freiras retrógradas que dão essas aulas e são pagos pelo Ministério da Educação e depois metem de parte os Alunos que não frequentam essas aulas.

  7. Neste caso só me resta perguntar se a religião é obrigatória nas escolas, o que não me parece ser o caso, mas caso seja opcional só o deverá ser para os alunos cujos pais estejam de acordo com tal medida.

  8. São estes professores que se desmarcam de responsabilidades por mais mesquinho que seja o assunto. Só que isto é muito sério. Por uma questão de ética devem ser os primeiros a condenar esta atitude. A inquisição já era. Se algum pároco ou padreco, impedice qualquer ato de liberdade religiosa a um filho meu ia parar debaixo das vestes do bispo, e literalmente a pontapé. Depois ia tratar da responsabilidade da direção escolar.

  9. Em 2019, a máfia da igreja continua a mostrar o “atraso” que sempre foi!!
    De aulas de Moral precisam urgentemente esse bando de carneiros alienados/apalermados!…

RESPONDER

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …

João Leão no Parlamento: "A alternativa é um Orçamento apresentado pelo PSD"

O ministro das Finanças afirmou, esta sexta-feira, na Assembleia da República, que a alternativa à viabilização à esquerda da proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) é um Orçamento feito pelo PSD. "A alternativa que …

Mais de 30 mil mulheres polacas recorreram a métodos de aborto ilegais ou no estrangeiro desde a alteração na lei

Proibição à interrupção voluntária da gravidez entrou em vigor no início deste ano e as  exceções só se aplicam a casos de violações, incestos ou quando a saúde da mãe está em risco. Pelo menos 34 …

Fenprof anuncia nova greve no dia 12 e concentração em frente ao Parlamento

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou, esta sexta-feira, a realização de uma concentração em frente à Assembleia da República no dia 5 de novembro e a adesão à greve nacional da Administração Pública marcada …

Luis Díaz será a prioridade do Newcastle

Valor de mercado será agora inacessível para os clubes italianos, escreve-se... em Itália. O novo Newcastle deverá atacar o mercado do futebol com estrondo, possivelmente já daqui a pouco mais de dois meses, e a prioridade …