Felgueiras. Alunos ameaçados de serem proibidos de entrar em igrejas se faltarem a aulas de Religião Moral

Marcos Santos / USP Imagens

Os encarregados de educação dos alunos do Centro Escolar de Torrados, em Felgueiras, foram avisados, na semana passada, pela escola, de que os educandos tinham de frequentar as aulas de Educação Moral Religiosa e Católica sob pena de as faltas serem comunicadas à Igreja Católica.

O Centro Escolar de Torrados, em Felgueiras, disse aos encarregados de educação que se os seus filhos faltarem às aulas de Educação Moral Religiosa e Católica ficam impedidos de frequentar a catequese, de ir à comunhão ou até de entrar na igreja, avança esta quarta-feira o Jornal de Notícias.

Foi através de uma circular enviada pelo coordenador deste Centro Escolar, Arménio Rodrigues, que surgiram as ameaças. No documento lia-se que a comunicação das faltas (à décima o aluno reprova) seria feita “mensalmente à base de dados da Igreja Católica Portuguesa”, e que isso poderia vir a trazer consequências como “o risco de lhes [alunos] ser barrado o acesso aos vários serviços da Igreja, como por exemplo a frequência da catequese, batizados, primeira comunhão e outras celebrações, bem como não poder entrar em qualquer igreja católica portuguesa”.

A notícia foi avançada pelo JN e a presença do tal documento foi confirmada pelo Observador junto de uma coordenadora da Escola Básica do 1.º Ciclo de Bouça, que faz parte do agrupamento de Torrados.

A mesma fonte confirmou ainda que “por volta das 19h00” desta quarta-feira vai realizar-se “uma reunião de esclarecimento” onde será explicado que “foi tudo um mal entendido” e “um problema de comunicação”.

Questionado pelo JN, o Ministério da Educação afirma que “desconhecia este comunicado, que não tem qualquer cabimento”. A diocese do Porto explicou também que só soube do sucedido através da Comunicação Social e garante que “o comunicado é da responsabilidade de quem o assina e não há nenhum cruzamento de dados entre a escola e a Igreja sobre a frequência desta disciplina”, garantiu o padre Jorge Duarte, diretor do gabinete de informação da diocese.

Nenhuma criança foi, é ou será impedida de frequentar a catequese ou entrar na Igreja por não ir a estas aulas”, sublinhou.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Ao que nós chegámos!
    Uma escola a ameaçar alunos e pais por causa de uma confissão religiosa… Um sinal preocupante de atraso mental e cívico, pior ainda tratando-se de professores.
    O 25 de Abril baniu os crucifixos das salas de aula mas manteve as aulas de EMRC, em vez de promover a Educação Cívica. Faltaram “tomates” ao Estado laico.

  2. Pelo que entendi eles mentiram e quiseram ser mais que o M.E. , é preciso ter muita lata…se bem que é uma escolha essa disciplina…podem escolher música… Tipo que música é algo satânico p terdeser feita uma escolha..

    • Quando usadas para o Bem da Humanidade, não haveria problema, mas bem sabemos que não são… É tudo uma questão de controlo e manipulação, para manterem as pessoas ignorantes sobre Verdades maiores, que poderiam libertar e engrandecer o Espírito e não o ego. Para a matrix de controlo deste mundo, isso não convém nada!…

  3. (a comunicação das faltas seria feita mensalmente à base de dados da Igreja Católica Portuguesa)
    Ai o RGPD, o que terá a dizer sobre isto a Comissão Nacional de Protecção de Dados????
    Então os dados das faltas e os nomes dos alunos são partilhados com a igreja católica?????
    Está bonito está…
    Enquanto não acabarem com a M3rda das religiões….

  4. Isto não é real, não pode ser real em 2019, alguém está a brincar ……se for real o estado deve acabar já com esse tipo de religião na escola, mesmo sendo facultativa

  5. Se de um lado os valores morais estão em crise, as crianças as mais visadas, obrigadas a comer de tudo o que é agenda LGBTQRSTUVWXYZ quase desde berço, a questionarem-se umas às outras se devem por o pipi no pipi ou pipi no coco, isto sem terem idade sequer para se sentar no banco da frente do carro, com uma péssima instrução familiar, já de si podre e fundamentada na infidelidade e sexualidade, a Igreja devia dar o exemplo, não de denegrir a mensagem de Cristo, como tem vindo a ser hábito pelo populismo católico, mas cimentando as leis Judaico-Cristãs familiares, em que a nossa sociedade ocidental se baseia, convidando a todos a ouvir essa mensagem.
    Isto é um tiro nos dois pés, sem qualquer fundamento religioso, que afasta ainda mais esta geração da mensagem Cristã, e não por reforço de qualquer valor moral ou espiritual, apenas por jogo de empurra de responsabilidade governativa.
    Mateus 23:13
    Ai de vós, doutores da Lei e fariseus, hipócritas! Porque fechais o reino dos céus diante dos homens. Porquanto vós mesmos não entrais, nem tampouco deixais entrar os que estão a caminho!

    • concordo a 100%.

      já não chega ter de aturar os camaradas da identidade de género, agora parece que tb se tem de aturar os camaradas da teologia da libertação.

      ambos a puxarem as pessoas para o abismo.

  6. Ao que chegou a Beatice…Bastou uma ou um Beato para querer impor as Aulas de Religião e Moral, que não tem cabimento nas Escolas de Portugal, como não teria cabimento num Pais Muçulmano, obrigarem as crianças a assistir às aulas sobre como colocar as bombas em volta do corpo para rebentarem com os católicos e Judeus .
    Quem quer catequese e aulas de Religião e Moral, deveria ser a igreja a dar essas aulas e nunca numa Escola Pública, onde na maioria são Padres e Freiras retrógradas que dão essas aulas e são pagos pelo Ministério da Educação e depois metem de parte os Alunos que não frequentam essas aulas.

  7. Neste caso só me resta perguntar se a religião é obrigatória nas escolas, o que não me parece ser o caso, mas caso seja opcional só o deverá ser para os alunos cujos pais estejam de acordo com tal medida.

  8. São estes professores que se desmarcam de responsabilidades por mais mesquinho que seja o assunto. Só que isto é muito sério. Por uma questão de ética devem ser os primeiros a condenar esta atitude. A inquisição já era. Se algum pároco ou padreco, impedice qualquer ato de liberdade religiosa a um filho meu ia parar debaixo das vestes do bispo, e literalmente a pontapé. Depois ia tratar da responsabilidade da direção escolar.

  9. Em 2019, a máfia da igreja continua a mostrar o “atraso” que sempre foi!!
    De aulas de Moral precisam urgentemente esse bando de carneiros alienados/apalermados!…

RESPONDER

A primeira bateria doméstica de hidrogénio armazena três vezes mais energia do que uma da Tesla

Para usar energia solar doméstica, é preciso gerar energia quando o Sol brilha e armazená-la quando não aparece. Para isto, as pessoas usam normalmente sistemas de bateria de lítio. Porém, a empresa australiana Lavo construiu …

Um oásis LGBTQ, Budapeste é posto à prova pelo populismo e pela pandemia

Budapeste é um oásis para a comunidade LGBTQ, mas a cena drag da capital húngara vê-se ameaçada pela pandemia de covid-19 e pelas políticas conservadoras e populistas de Viktor Orbán. Durante muitos anos, Budapeste desfrutou a …

Coreia do Sul "ressuscitou" voz de uma superestrela. Chovem preocupações éticas

Pela primeira vez em 25 anos, a distinta voz da superestrela sul-coreana Kim Kwang-seok será ouvida na televisão nacional. O famoso cantor folk morreu em 1996. De acordo com a CNN, a emissora nacional da Coreia …

Maioria dos países africanos só terá vacinação em massa a partir de 2023

A maioria dos países africanos só terá imunização em massa a partir de 2023, segundo previsão da The Economist Intelligence Unit, que admite que, com o evoluir da pandemia, muitos dos países mais frágeis possam …

Mulher que "morreu" com covid-19 aparece viva 10 dias após funeral

Uma mulher de 85 anos ficou infetada com covid-19 num lar na Galiza, em Espanha. A 13 de janeiro a família de Rogelia Blanco recebeu a informação do lar de que a mulher tinha falecido. …

Familiares de vítimas na China pressionadas a não falar com OMS

As autoridades chinesas estão a pressionar as famílias das primeiras vítimas da covid-19 para que não entrem em contacto com os investigadores da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Wuhan, segundo familiares dos falecidos. Mais de …

Falsas vacinas à venda na Internet são grande risco para a saúde

Embora milhões de pessoas tenham sido já vacinadas contra a covid-19 nos países ricos, proliferam as fraudes na Internet com fármacos falsos que representam um grande risco para a saúde, alertaram peritos das Nações Unidas. As …

Voto prévio no Senado aponta para absolvição de Trump

Na terça-feira, 45 dos 50 republicanos no Senado votaram contra a continuidade do julgamento ao ex-Presidente Donald Trump, considerando inconstitucional que um chefe de Estado que já terminou o mandato seja julgado no Congresso. De acordo …

Estudo revela que um terço dos inquiridos foi vítima de violência doméstica pela primeira vez na pandemia

Quinze por cento dos inquiridos num estudo sobre violência doméstica em tempos de covid-19 reportou a ocorrência deste crime na sua casa e um terço das vítimas disse ter sido agredida pela primeira vez durante …

Portugal regista valor mais baixo de nascimentos desde 2015

Cerca de 85.500 bebés nasceram em Portugal em 2020, o valor mais baixo desde 2015, ano em que foram realizados 85.056 “testes do pezinho”, revelam dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Saúde Ricardo Jorge …