15 meses depois, Federer voltará a jogar (aos 41 anos)

1

Tatiana / Wikimedia

O tenista Roger Federer

O tenista suíço Roger Federer, afastado da competição desde julho, vai participar no torneio ATP 500 de Basileia, em outubro.

Os organizadores confirmaram que Roger Federer, 41.º do ranking mundial, “entrou oficialmente no torneio”, no qual se apresentará como o nono cabeça de série.

O 20 vezes vencedor de torneios Grand Slam — tantos quantos o sérvio Novak Djokovic, ambos a um do recorde do espanhol Rafael Nadal, com 21 — deve voltar ao terreno de jogo em 25 de outubro, quando já tiver completado 41 anos.

Federer jogou pela última vez em 7 de julho de 2021, quando perdeu nos quartos de final de Wimbledon, Inglaterra, com Hubert Hurkacz, por 6-3, 7-6 (4) e 6-0.

Pouco depois, foi operado à cartilagem do menisco da perna direita, a terceira cirurgia a esse problema no espaço de ano e meio.

Numa entrevista a um jornal suíço, em novembro, admitiu que deveria falhar Wimbledon, que vai começar em 27 de junho, e assumiu não saber se voltaria a jogar novamente ao mais alto nível, apesar de “desejar ver por uma última do que seria capaz de fazer como tenista profissional”.

Já em fevereiro, tinha anunciado, juntamente com Nadal, que tencionava participar na Laver Cup, em Londres, de 23 a 25 de setembro: seria o regresso à ação, mas numa prova de equipas, criada pela empresa que gere a sua carreira.

Roger Federer venceu o indoor da Suíça por 10 vezes, incluindo as três últimas edições, em 2017, 2018 e 2019, já que em 2020 e 2021 não se disputou, devido à Covid-19.

  // Lusa

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.