FC Porto vs Guimarães | Reviravolta gela Dragão

José Coelho / Lusa

O FC Porto não soube aproveitar o empate no dérbi lisboeta e foi derrotado em casa pelo Vitória de Guimarães (2-3).

Os “dragões” comandaram a partida durante a primeira parte e chegaram ao intervalo com uma vantagem de dois golos, mas o que veio a seguir foi um verdadeiro descalabro para os da casa.

Numa segunda parte marcada pelas lesões de Brahimi e Corona, o Vitória marcou nos três únicos remates que fez com direcção à baliza, contando ainda com a preciosa ajuda do guarda-redes Douglas, que parou oito das dez investidas portistas.

O Jogo explicado em Números

  • Bom início de partida do FC Porto, que entrou com o intuito de defender o estatuto de favorito. Nos 15 minutos iniciais, os “dragões” tiveram 62% de posse de bola e 82% de eficácia de passe e foi a eles que pertenceu o único disparo enquadrado até então, de Herrera, obrigando Douglas a uma boa intervenção.
  • Enorme contraste entre as duas equipas: aos 25 minutos Casillas era o jogador da equipa portista com menos acções com a bola (três), enquanto Douglas surgia na dianteira do Vitória neste aspecto, juntamente com Sacko e Wakaso, todos com 14.
  • Embora sem rematar, o portista André Pereira dava nas vistas pela sua presença no meio-campo adversário. O camisola 21 dos “dragões” chegou aos 30 minutos com três faltas sofridas – tantas quanto o resto da sua equipa – e a liderar em número de duelos disputados, oito, dois quais perdera apenas dois.
  • A primeira parte parecia destinada a terminar empatada, mas em apenas seis minutos o FC Porto fez balançar as redes contrárias por duas vezes.
  • Primeiro, Brahimi rematou forte à entrada da área para o fundo da baliza após uma excelente triangulação com André Pereira.
  • Pouco depois foi a vez do avançado português de marcar, na sequência de um livre cobrado por Alex Telles, apontando o seu primeiro golo no campeonato pelos “dragões”.
  • Vantagem inteiramente justa da equipa do FC Porto, numa primeira parte de sentido único e sem um só remate à baliza por parte dos visitantes, após quatro tentativas.
  • A equipa portista contabilizou cinco remates à baliza, quatro deles de dentro da área, o que demonstra bem as facilidades concedidas pela formação vimaranense, que venceu apenas 35% dos duelos disputados nos primeiros 45 minutos.
  • O avançado André Pereira surgia à cabeça dos  GoalPoint Ratings, com nota 7.8, aliando ao golo e à assistência um drible eficaz, dois duelos aéreos ganhos e três faltas sofridas em zona de perigo.
  • Primeiros 15 minutos pós-intervalo de baixa intensidade e novamente com o FC Porto por cima. A equipa portista – que viu Brahimi sair por lesão aos 51 minutos – realizou três disparos durante este período, um deles enquadrado, contra apenas um remate do adversário, e teve 61% de posse de bola.
  • Aos 61 minutos, a partida ficou relançada pela grande penalidade cometida por Sérgio Oliveira sobre Ola John, acabado de entrar na partida. Na cobrança, André André não desperdiçou a oportunidade, marcando à sua antiga equipa no primeiro remate enquadrado do Vitória até então.
  • Sérgio Conceição acabaria por perder Corona, que entrara para o lugar de Brahimi, aos 72 minutos, também por lesão. No pouco tempo que esteve em campo, o mexicano contabilizou seis interacções com a bola, três passes (todos eles eficazes) e um duelo aéreo ganho.
  • A equipa portista parecia ter perdido o controlo da partida e acabou mesmo por sofrer novamente um golo, num remate rasteiro de Tozé, após cruzamento da esquerda de Hanin. A eficácia nos cruzamentos era, aliás, um factor que distinguia claramente as duas equipas: o FC Porto acertara apenas três dos 17 cruzamentos efectuados até então; o Vitória falhara somente duas das suas cinco tentativas.
  • A reviravolta no marcador ficou consumada aos 87 minutos, com o golo de Davidson, numa jogada que teve início num lançamento e em que ficaram novamente visíveis as enormes facilidades concedidas pela defesa do FC Porto ao longo da segunda parte. Até ao final da partida, os “dragões” deram o tudo para chegar ao empate, mas uma série de grandes defesas de Douglas e a preciosa “ajuda” dos ferros valeram ao Vitória um surpreendente triunfo e os seus primeiros pontos no campeonato.

O Homem do Jogo

O guarda-redes Douglas ficou ligado à história deste desafio pelo elevado número de defesas que realizou, oito, sete delas a remates de dentro da área e quatro aos ângulos superiores.

A segurança que transmitiu entre os postes – que se manifestou ainda em duas saídas eficazes, uma pelo solo e outra pelo ar – ajudou a esquecer o facto de ter acertado apenas nove dos 25 passes que realizou, terminado a partida com a nota mais alta nos GoalPoint Ratings, um relevante 7.6.

Jogadores em foco

  • André Pereira 7.6 – Ficou atrás de Douglas por apenas uma centésima e teve de longe a melhor nota da sua equipa. Marcou um golo, fez uma assistência, venceu três dos quatro duelos aéreos que disputou e sofreu cinco faltas, três delas em zona de perigo.
  • Tozé 7.0 – Entrou no decorrer da primeira parte e foi decisivo na reviravolta da sua equipa. Para além do golo apontado, num dos três remates que fez, contabilizou um drible eficaz, realizou quatro desarmes e sofreu três faltas.
  • Felipe 5.9 – Rematou uma vez, para grande defesa de Douglas, e venceu os dois duelos aéreos em que participou. Deu ainda nas vistas ao efectuar cinco alívios e três intercepções.
  • Maxi Pereira 4.3 – Noite para esquecer do uruguaio. Desperdiçou uma ocasião flagrante, foi feliz em apenas um dos cinco cruzamentos que efectuou, falhou 14 passes (oito deles curtos) e perdeu a posse de bola em 27 ocasiões.
  • Florent Hanin 4.2 – Apesar da assistência, teve a nota mais baixa da noite. Falhou seis passes no seu próprio meio-campo, venceu apenas dois dos nove duelos que disputou e consentiu dois dribles.

Resumo

PARTILHAR

RESPONDER

O antigo campo magnético da Lua pode ter servido de "escudo" para atmosfera da Terra

Há 4 mil milhões de anos, a Lua pode ter protegido a atmosfera Terra, através do seu já extinto campo magnético, do Sol, sugere uma nova investigação, levada a cabo por um especialista da agência …

Coloridos e selados. Descobertos no Egito sarcófagos com mais de 2.500 anos

As autoridades egípcias anunciaram esta segunda-feira a descoberta de uma coleção de sarcófagos datados de há mais de 2.500 anos, na zona arqueológica de Sakkara, a sul da cidade do Cairo. Em comunicado, citado pela agência …

Nokia vai criar para a NASA a primeira rede móvel operacional na Lua

O grupo finlandês Nokia vai fabricar para a NASA aquela que será a primeira rede móvel móvel na Lua, como parte de um projeto de base humana permanente da agência espacial norte-americana, foi esta segunda-feira …

Sarkozy acusado de "associação criminosa". Investigação sobre ligações à Líbia continua

Nicolas Sarkozy, o antigo Presidente francês, está a ser acusado de "associação criminosa" como parte de uma investigação sobre o financiamento da sua campanha presidencial de 2007, particularmente acerca dos seus alegados vínculos com o …

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em três milénios

A última década foi a mais quente do Oceano Atlântico em quase três milénios, aponta uma nova investigação da Universidade de Massachusetts em Amherst, nos Estados Unidos, e da Universidade de Quebec, no Canadá. As …

NASA apresenta rover "transformer" que vai explorar os penhascos íngremes de Marte

A NASA acaba de apresentar um rover de quatro rodas, denominado DuAxel, que se pode dividir em dois rovers de duas rodas separados. O robô foi projetado para, um dia, explorar alguns dos terrenos mais …

Veneno de vespa pode ter muito "potencial" na composição de antibióticos

Com o passar dos anos, a população começa a ficar mais resistente a certos medicamentos e estes deixam de fazer efeito. Agora, uma equipa de investigadores desenvolveu novas moléculas anti-microbianas a partir do veneno de …

"Ou és infetado ou morres de fome". Trabalhadores da Amazon nas Filipinas denunciam condições precárias

Trabalhadores contratados pela empresa de segurança Ring da Amazon que trabalham em call centers nas Filipinas denunciam condições de trabalho que dizem ser precárias, mostrando-se ainda mais preocupados com a situação por causa da pandemia …

"Momento muito duro". André Almeida sofreu rotura de ligamentos e arrisca paragem longa

O futebolista internacional português André Almeida sofreu uma entorse do joelho direito, que resultou numa “rotura do ligamento cruzado anterior e do ligamento lateral interno”, informou esta segunda-feira o Benfica. O lateral dos encarnados saiu aos …

Apoio à retoma. Empresas com perdas de 25% podem reduzir horário até 33% já esta terça-feira

Empregadores com quebra de faturação igual ou superior a 25% vão poder reduzir até 33% o horário dos trabalhadores, entre outubro e dezembro, segundo a alteração ao regime de retoma progressiva de empresas em crise. O …