FC Porto vs Chaves – dragões deixam escapar vantagem tardia

Fernando Veludo / Lusa

O FC Porto e o Desportivo de Chaves, empataram hoje 1-1, na primeira jornada do Grupo C da terceira fase da Taça da Liga de futebol, numa partida em que os golos surgiram apenas na parte final.

Depois de Hernâni, vindo do banco, ter inaugurado o marcador para os ‘dragões, aos 74 minutos, os flavienses resgataram o empate, aos 83, por intermédio de Eustáquio.

Já no último momento da partida, Aboubakar, ainda chegou a introduzir a bola na baliza contrária, mas o golo acabou invalidado por ter sido apontado pelo braço do camaronês.

Com este resultado, FC Porto e Desportivo de Chaves dividem a liderança do grupo, com um ponto, uma vez que Varzim e Belenenses só jogam no domingo.

Para este desafio, o técnico dos ‘azuis e brancos’, Sérgio Conceição aproveitou para abrir o leque de oportunidades, promovendo seis alterações em relação ao último jogo oficial, frente ao Moreirense.

Destaque para a estreia absoluta do lateral direito brasileiro João Pedro e para os regressos à titularidade de Danilo e Adrián Lopez, que não surgiam no ‘onze’ inicial há sete meses e dois anos, respetivamente.

O tão vasto lote de mexidas teve uma influência direta na fluidez de jogo dos ‘dragões’, que apesar de terem assumido a iniciativa desde o arranque da partida, não disfarçavam alguma falta de entrosamento, sobretudo nas movimentações ofensivas.

Ainda assim, logo aos três minutos, o central Felipe ainda protagonizou um astuto desvio de calcanhar, que por pouco traía o guarda-redes contrário, tendo-se destacado, de novo, aos 12, num cabeceamento perigoso, que António Filipe susteve.

Do outro lado, o Chaves, que fez cinco alterações na equipa titular em relação ao seu último jogo oficial, mostrava-se lutador, mas sem argumentos para se revelar verdadeiramente perigoso, tentando algumas iniciativas individuais, nomeadamente em remates de longa distância.

A inconsequência ofensiva dos dois conjuntos espelhava-se em parcas oportunidades de golo junto às balizas, e um futebol quezilento nos duelos do meio campo, algo que já perto do intervalo Herrera tentou inverter, com um cabeceamento, ao lado, após assistência de Corona, insuficiente para inverter o ‘nulo’, ao intervalo.

No regresso para o segundo tempo, técnico dos ‘dragões’, Sérgio Conceição foi para a bancada, após ter sido expulso no túnel de acesso aos balneários, alegadamente por protestos com o árbitro Vítor Ferreira, ficando o adjunto Vítor Bruno a dar as indicações no relvado.

Mesmo sem a presença do líder, os ‘dragões’ repetiram a entrada mais forte, e logo aos 53 minutos, Danilo tentou desequilibrar com um remate que saiu um pouco lado da baliza flavienses.

Os transmontanos surgiram para esta segunda metade um pouco mais atrevidos nas saídas para o contra-ataque, usando a velocidades para criar desequilíbrios.

Perdigão esteve em destaque num par de ocasiões, já depois da hora de jogo, primeiro num remate em arco, que saiu um pouco ao lado, e, depois, numa arrancada isolada, que foi travada com um corte crucial de João Pedro, após um assinalável sprint.

Já com Brahimi em campo, a velocidade e intensidade das movimentações ofensivas do FC Porto aumentou, acabando por vir também do banco uma outra opção que desbloqueou o encontro.

Hernâni foi lançado aos 72 minutos, e precisou de apenas mais dois para inaugurar o marcador, numa espécie de recarga, em ângulo difícil, a um primeiro remate de Brahimi, que ficou embrulhado entre um adversário, e acabou à mercê do extremo português.

Apesar do revês, os transmontanos não baixaram os braços, e, aos 83 minutos, resgataram o empate, numa jogada de contra-ataque, em que o recém-entrado André Luís assistiu Eustáquio, que com parca oposição apontou o 1-1.

De novo atrás do prejuízo, os dragões expuseram-se e acentuaram a pressão sobre o adversário, tentando, de todas as formas, mas já sem suficiente clarividência, regressar à vantagem, embora queixando-se de uma grande penalidade sobre Aboubakar.

Nessa ambição de chegar ao golo, os portistas concederam mais espaços e Vaná ainda foi decisivo a evitar a reviravolta, com uma grande defesa após um remate de Jefferson.

Já no último dos seis minutos de descontos, o Dragão ainda chegou a festejar um golo, apontando por Aboubakar, mas com recurso ao braço, que acabou por ser invalidado, fazendo prevalecer o 1-1.

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas investigam estranho gelo cor-de-rosa num glaciar dos Alpes italianos

Uma equipa de cientistas anunciou esta segunda-feira estar a tentar averiguar a origem de gelo cor-de-rosa num glaciar nos Alpes italianos. O fenómeno deverá ser provocada por algas que aceleram os efeitos das mudanças climáticas. A origem …

Especialistas de 32 países alertam OMS: covid-19 também se transmite pelo ar

Numa carta aberta à Organização Mundial de Saúde, 239 cientistas pedem que a organização reveja as recomendações que tem emitido, alertando para o facto de a covid-19 poder transmitir-se pelo ar. Numa carta dirigida à Organização …

Moreirense 0-0 Sporting | Nulo em jogo de pólvora seca

A 30ª jornada fechou no Minho com um nulo entre Moreirense e Sporting, que continua sem derrotas sob o comando de Rúben Amorim. A formação leonina poderia muito bem ter vencido em Moreira de Cónegos, pois …

Armazém flutuante. A China está a guardar petróleo no mar (e já se sabe porquê)

A China está a guardar uma quantidade épica de petróleo no mar. De acordo com a CNN, o país comprou tanto petróleo estrangeiro a preços baratos que formou um congestionamento maciço de navios-tanque no mar, …

Peregrinos em Meca proibidos de tocar ou beijar a Caaba por causa da covid-19

Os muçulmanos que vão participar na peregrinação a Meca não poderão tocar ou beijar a Caaba nem a "pedra negra", presentes na Grande Mesquita, local considerado como um dos mais sagrados pelo Islão, informaram as …

Países Baixos continuam a abater milhares de martas. 20 quintas afetadas pela pandemia

Esta segunda-feira, as autoridades holandesas abateram milhares de martas em mais duas fazendas onde foram detetados surtos de covid-19. Esta segunda-feira, as autoridades abateram milhares de martas em mais duas fazendas, sendo agora 20 as quintas …

Cientistas criam robô para fazer testes à covid-19 (e proteger os profissionais de saúde)

O Korea Institute of Machinery & Materials (KIMM) desenvolveu um novo robô de coleta remota de amostras que elimina o contacto direto entre os profissionais de saúde e os pacientes, potencialmente infetados com o novo …

"Não use desodorizante". A peculiar estratégia de Berlim para promover o uso de máscaras nos transportes públicos

"Não use desodorizante". Esta é a peculiar campanha adotada pela empresa que controla os transportes públicos em Berlim, na Alemanha, para promover o uso correto de máscaras, evitando assim novos casos de covid-19.  Tal como escreve …

Vírus pode ter estado adormecido antes de surgir na China, diz investigador de Oxford

O novo coronavírus pode ter estado adormecido algures no mundo antes de ter surgido na China, defendeu o investigador da Universidade de Oxford, Tom Jefferson, apontando para várias descobertas de amostras do vírus em Espanha, …

Federer sente falta de Wimbledon. "Deu-me tudo"

Roger Federer admitiu sentir a falta de Wimbledon, o torneio do "Grand Slam" que, se não tivesse sido cancelado devido à pandemia de covid-19, estaria a decorrer em Londres. O tenista suíço Roger Federer admitiu, esta …