FC Porto perde na visita ao Borussia de Dortmund

fcporto.pt

Um FC Porto ‘remendado’ sucumbiu hoje frente ao Borussia Dortmund, que venceu em casa por 2-0, mas os golos alemães foram conseguidos nos únicos dois ‘deslizes’ da equipa portuguesa, em jogo dos ’16 avos’ da Liga Europa.

O resultado não abre grandes perspetivas para o encontro da segunda mão, dia 25, no Dragão, mas a exibição portista, apesar de muito defensiva, teve momentos de grande acerto no setor que maiores problemas tem causado ao percurso da equipa na atual temporada.

A ideia de domínio avassalador do segundo classificado do campeonato germânico ‘caiu por terra’ pela forma como os portistas reagiram ao golo ‘madrugador’ do polaco Piszczek, ao ‘anularem’ durante quase todo o jogo os jogadores mais perigosos do Dortmund, o que aconteceu até aos 71 minutos, quando Reus ‘fechou’ o marcador.

Sem Maxi Pereira, Marcano e Danilo, José Peseiro foi obrigado a ‘remendar’ a defesa, adaptando Silvestre Varela no posto de lateral direito, ‘puxando’ Layún para o centro da defesa, onde protagonizou uma boa exibição ao lado de Martins Indi, com José Angél na outra lateral.

Mas se na defesa foram as ausências que obrigaram a mexidas, daí para a frente houve alterações por opção técnica: entraram Sérgio Oliveira e Marega para os lugares de André André e Corona, por comparação com o último jogo dos portistas (vitória na Luz por 2-1).

Os alemães adiantaram-se no marcador aos seis minutos, no único erro defensivo dos portistas na primeira parte, com o polaco Piszczek a desviar após canto curto e cruzamento para a zona da pequena área, Casillas a defender, mas o mesmo jogador recarregou, de cabeça e com sucesso.

Temia-se uma ‘avalanche’ ofensiva dos anfitriões, mas a verdade é que os ‘dragões’ mantiveram posicionamentos táticos muito acertados, apesar de um certo ‘harmónio’ na linha mais atrasada, que chegava a ter cinco homens, pois Marega assumia a lateral direita, mesmo ao lado de Varela, que reforçava a zona central.

Funcionou a defender, mas não servia para fazer chegar a bola a áreas mais avançadas, tanto mais que o primeiro remate do FC Porto à baliza adversária aconteceu apenas aos 34 minutos, por intermédio de Sérgio Oliveira, e à figura de Burki.

O segundo tempo arrancou com os portugueses seguros e muito certinhos, mas sem grandes ousadias na frente, onde Aboubakar esteve sempre muito desamparado, já que Brahimi e Marega estavam com tarefas defensivas.

Peseiro trocou o argelino por André André aos 59 minutos, tentando reforçar o meio-terreno, o que conseguiu até aos 71 minutos, quando Reus aproveitou um passe atrasado de Mkhitaryan para desferir um remate fatal, ainda desviado por Indi, que deixou Casillas (estreante na Liga Europa) sem hipótese de defesa.

O mesmo Mkhitaryan poderia ter aumentado a vantagem, pouco antes do final, mas a cabeçada saiu desviada pelo guardião espanhol para o poste.

A um minuto do fim, Suk, que havia substituído momentos antes o muito esforçado Aboubakar, conseguiu algum espaço na grande área, mas rematou já sem força nem posição, permitindo a defesa de Burki.

Futebol365

PARTILHAR

RESPONDER

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …

Portugal com mais 19 mortos e 2.577 casos confirmados

Portugal contabiliza este domingo mais 19 mortos relacionados com a covid-19 e 2.577 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim este …

Espanha decreta novo estado de emergência. Durará seis meses e terá recolher obrigatório

O Governo de Espanha aprovou este domingo o estado de emergência sanitária que permitirá a instauração do recolher obrigatório em todo o país para travar a de casos do novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. O estado …

CDS quer saber se proibição de deslocações entre concelhos exclui assistir a espetáculos

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou este sábado o Governo se a proibição de deslocações durante o fim de semana dos Fiéis Defuntos exclui deslocações para assistir a espetáculos culturais, querendo saber como justifica a …

Pandemia "roubou" dez anos à almofada financeira das reformas

O jornal Público escreve este domingo que dez meses de pandemia foram o suficiente para encurtar em uma década o prazo previsto até ao esgotamento do fundo que serve de almofada financeira para o sistema …

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …