Fãs dos Radiohead atacados na Turquia por festejarem durante o Ramadão

 O grupo musical britânico Radiohead condenou a “intolerância violenta” demonstrada por um grupo islâmico que atacou clientes numa loja de discos em Istambul, onde decorria a festa de lançamento do seu novo álbum, por coincidir com o Ramadão.

Um grupo de cerca de 20 homens abordaram e bateram em clientes e empregados do Velvet IndieGround Music Store, na sexta-feira à noite, por estarem a beber álcool e a ouvir musica durante o mês sagrado dos muçulmanos.

Imagens filmadas durante a altercação que estão a circular pelas redes sociais mostram os atacantes a atirar com bancos e a destruir a loja, lançando insultos e acabando com a festa de lançamento do álbum “A Moon Shaped Pool”.

Uma pessoa foi vista a sangrar com ferimentos na cabeça após ter sido agredida com uma garrafa, e um dos agressores é visto a gritar “vamos matar-vos“.

Numa mensagem, os Radiohead afirmam: “Os nossos corações estão com as pessoas atacadas”.

“Esperamos que um dia possamos olhar para trás para tais atos de intolerância violenta como coisas do passado antigo. Por enquanto, só podemos oferecer aos nossos fãs em Istambul o nosso amor e apoio”.

No passado, ataques semelhantes atingiram galerias de arte naquela área. Críticos afirmam que o atual Governo islâmico conservador está a minar a tradição secular do país.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Francisco Assis alerta Governo para riscos das raspadinhas

O presidente do Conselho Económico e Social (CES), Francisco Assis, vai promover um estudo sobre o impacto social do vício da raspadinha e informar o Governo, na esperança de que este repondere o lançamento da …

Mais de 75% dos refugiados sírios podem sofrer de stress pós-traumático

Mais de três quartos dos refugiados sírios podem estar a sofrer de distúrbios mentais, como transtorno de stress pós-traumático (TEPT), dez anos após o início da guerra civil no país. De acordo com um artigo do …

AVC foi a principal causa das 112.334 mortes em 2019

As doenças circulatórias foram as principais causas das 112.334 mortes verificadas em Portugal em 2019, divulgou esta segunda-feira o Instituto Nacional de Estatística, assinalando que a mais mortífera foi o acidente vascular cerebral (AVC). Em 2019, …

Iémen irá enfrentar a pior fome já vista nas últimas décadas. Guterres implora por generosidade

De acordo com a ONU, a situação humanitária no Iémen é muito grave e o país irá enfrentar a pior fome à qual o mundo já assistiu. Esta situação pode ser revertida se os seus …

"Um erro histórico". Tratado assinado em Portugal incentiva aquecimento global

Um tratado assinado em Lisboa concede um grande poder às empresas de energia para processar os Estados caso se sintam prejudicadas por políticas climáticas. O Tratado da Carta da Energia (TCE) é um acordo internacional assinado …

Jornalistas estrangeiros denunciam "declínio da liberdade" na China

A China utilizou as medidas para controlar o coronavírus, a intimidação e restrições de visto para limitar a cobertura jornalística estrangeira em 2020, dando início a um "rápido declínio da liberdade na media", denunciou o …

Sindicato dos chefes da PSP interpôs ação judicial por causa da pré-aposentação

O Sindicato Nacional da Carreira de Chefes da PSP indicou este domingo que interpôs uma ação judicial para impugnar um despacho da direção nacional da Polícia Segurança Pública sobre a lista de pedidos da passagem …

"A agricultura em Montalegre vai acabar". Praga de javalis destrói culturas

Os agricultores do concelho de Montalegre andam desesperados com o facto dos javalis andarem a destruir as culturas. A população destes animais tem aumentado muito nos últimos anos e as medidas de controlo têm sido …

50 mil euros. Governo cria prémio nacional para proteger florestas

No próximo Conselho de Ministros, na quinta-feira, o Governo vai discutir um prémio bianual para projetos que ajudem a melhorar a floresta, do ponto de vista técnico, científico ou da comunicação. A notícia é avançada esta …

Polícia Judiciária ajudou a evitar dois ataques em França

As informações partilhadas pela Polícia Judiciária (PJ) com a Europol foram cruciais para alcançar a detenção do jihadista marroquino que viveu em Portugal. Hicham El-Hanafi foi condenado a 30 anos de prisão em França, na semana …