/

Facebook criticado por incluir Breitbart News no seu novo serviço de notícias

1

Anthony Quintano / Wikimedia

Mark Zuckerberg, o criador da rede social Facebook

A rede social de Mark Zuckerberg está a ser criticada por incluir o Breitbart News na sua nova plataforma de notícias.

O Facebook está a ser criticado por incluir um site orientado para a extrema-direita como uma fonte de confiança na sua nova plataforma de notícias direcionada a utilizadores nos Estados Unidos.

Segundo o jornal Público, trata-se do já conhecido Breitbart News, cujo diretor executivo era, até janeiro de 2018, Steve Bannon, principal estratega da campanha do Presidente Donald Trump.

O novo serviço de notícias, anunciado na última sexta-feira, vai ter um investimento de vários milhões de dólares e inclui parcerias com cerca de 200 órgãos que serão pagos consoante o número de visualizações e leitores que o seu conteúdo recebe.

O site, fundado em 2007 por Andrew Breitbart, é conhecido pela divulgação de várias notícias falsas e teorias de conspiração, tendo levado até a Wikipédia a inclui-lo na lista de fontes de informação dúbia, na qual se encontram também jornais como o Daily Mail.

Em declarações aos jornalistas, citado pelo mesmo diário, o fundador do Facebook, Mark Zuberberg defendeu que “definir uma fonte como elegível não quer dizer que esteja sempre a aparecer”.

“Para sermos uma plataforma de confiança, temos de incluir pontos de vista diversos e, para isso, queremos incluir conteúdo que represente diferentes perspetivas”, disse ainda.

Contudo, o CEO da rede social já tinha escrito, num artigo de opinião publicado no New York Times, que “se um parceiro publicar desinformação, deixará de aparecer”.

Num comunicado, citado pelo Diário de Notícias, o Facebook explica que esta funcionalidade será gerida por uma equipa de editores profissionais, estará separada do feed habitual e será dividida em três secções: notícias do dia, notícias personalizadas, tópicos e subscrições. Há ainda a possibilidade de controlar que fontes, temas ou artigos o leitor não quer ver, acrescenta.

  ZAP //

1 Comment

  1. Feiças o quê? Aquela rede social para zumbis? Nem que me pagassem eu colocaria lá perfil.
    Não entra sequer no meu computador, nem ela, nem guguele, nem outro lixo.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.