Alguns astrónomos estão a recorrer à estatística bayesiana para descobrir a probabilidade de haver vida extraterrestre na Via Láctea.

Estes cientistas focam-se em duas incógnitas: a probabilidade de vida surgir em planetas semelhantes à Terra e, a partir daí, a probabilidade de inteligência emergir.

A equação de Drake, por exemplo, é um argumento probabilístico usado para estimar o número de civilizações extraterrestres ativas na Via Láctea com as quais poderíamos ter hipótese de estabelecer comunicação. Esta equação pode também ser usada para fazer uma previsão da existência de vida inteligente na nossa galáxia.

Apesar de haver uma enormidade de espaço para a vida prosperar, “uma das maiores incertezas de toda a cadeia de fatores é a probabilidade de a vida começar”, explica Ed Turner, astrofísico na Universidade de Princeton.

Em maio, uma equipa de investigadores da Universidade de Nottingham calculou que deverá haver 36 civilizações inteligentes a comunicar ativamente na nossa galáxia. O estudo foi publicado na revista científica The Astrophysical Journal.

Utilizando a suposição de que a vida inteligente se forma noutros planetas de forma semelhante à da Terra, os investigadores obtiveram uma estimativa do número de civilizações comunicantes inteligentes na Via Láctea.

“Deveria haver pelo menos algumas dúzias de civilizações ativas na nossa galáxia, partindo do princípio de que são necessários cinco mil milhões de anos para a vida inteligente se formar noutros planetas, como na Terra”, disse Christopher Conselice, professor de Astrofísica na Universidade de Nottingham, em comunicado. “A ideia é olhar para a evolução, mas em escala cósmica. Chamamos esse cálculo de limite copernicano astrobiológico”.

No entanto, nem todos concordam com estas alegações arrojadas. “Essa é apenas uma suposição muito específica e forte”, diz o astrónomo David Kipping. “Não vejo nenhuma evidência de que essa seja uma aposta segura a ser feita”.

Na hipótese proposta por Conselice, pode-se também verificar o chamado viés de seleção. A Scientific American dá o exemplo de comprar bilhetes de lotaria e ganhar o jackpot à centésima tentativa. Poderíamos pensar que, então, a probabilidade de ganhar o jackpot é de 1%. Contudo, esta conclusão é errada, visto que estamos a ignorar as dezenas de milhões de pessoas que compraram bilhetes, mas nunca ganharam a lotaria.

É então que entra a estatística bayesiana. O teorema de Bayes descreve a probabilidade de um evento, baseado num conhecimento a priori que pode estar relacionado com ele. No caso da abiogénese, a hipótese que admite a formação dos seres vivos a partir de matéria não viva, a probabilidade calculada é a de surgimento de vida num planeta semelhante à Terra, tendo em conta que este fenómeno tanto pode ter acontecido há 100 milhões de anos como há 300 milhões de anos.

Em 2012, Turner e David Spiegel foram os primeiros a aplicar rigorosamente a análise bayesiana à abiogénese.

O esforço de Turner e Spiegel foi o “primeiro ataque bayesiano realmente sério a esse problema”, diz Kipping. “Acho que o interessante foi que eles quebraram essa interpretação ingénua e padrão do surgimento precoce da vida”.

Com base nisto, Kipping fez os seus próprios cálculos e focou a sua atenção em quatro possibilidades: a vida é comum e a inteligência é comum; a vida é comum e a inteligência é rara; a vida é rara e a inteligência é comum; e a vida é rara e a inteligência é rara.

O cientista descobriu, por exemplo, que o cenário “a vida é comum e a inteligência é rara” é nove vezes mais provável do que “a vida é rara e a inteligência é rara”. E mesmo que a inteligência não seja rara, os cenários em que a vida é comum têm uma probabilidade de apenas 10%.

Ainda assim, este cálculo é “um sinal positivo de que vida deve estar por aí”, diz Kipping. “É, pelo menos, uma sugestão de que a vida não é um processo difícil”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. estamos a gastar milhoes para alimentar cientistas de teorias sem provas nenhuma….mais importante por agora seria criar uma instituicao mundial que todos cientistas de todos os paises participassem, isto sim era ciencia enriquecida… a prioridade por agora tem de passar por criar nova ciencia…temos de descobrir novos sistemas para exploracao autonomos…porque numa primeira fase o ser humano nao pode aventurar se por ai porque levantam se varias questoes: sobrevivencia, orientacao. Mas as agencias espaciais estao trabalhando, ainda no inicio…é um comeco…

RESPONDER

Vídeo mostra salmões feridos devido ao sobreaquecimento das águas

O vídeo foi gravado por um grupo de conservação ambiental depois de uma onda de calor no Noroeste Pacífico que fez as temperaturas da água atingirem os 21 graus Celsius. De acordo com o jornal The …

Uma prenda de aniversário. Israelita doou um dos seus rins a um menino palestiniano

Uma israelita quis doar um rim a um estranho. Estranho esse que acabou por ser uma criança, de apenas três anos, que vive na Faixa de Gaza, na Palestina. De acordo com a agência Associated Press, …

Novo método permite eliminar a bioincrustação marinha eficazmente

Um projeto inovador demonstrou como os revestimentos de superfície eletricamente carregados podem eliminar a bioincrustação marinha ou o crescimento de organismos marinhos, melhorando a operação e manutenção de embarcações navais. A bioincrustação marinha é um fenómeno …

Aglomerado de safiras estrela encontrado no Sri Lanka pode ser o maior do mundo

Um aglomerado de safiras estrela do mundo foi encontrado num quintal no Sri Lanka. A pedra é azul, pesa 510 quilos e estima-se que valha cerca de 84 milhões de euros. A pedra foi encontrada …

Médico sírio acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade

Um médico sírio foi acusado na Alemanha de crimes contra a humanidade por supostamente torturar e matar pessoas em hospitais militares no seu país de origem, informaram os promotores na quarta-feira. O Ministério Público Federal de …

Justiça climática. Vamos todos sofrer com as alterações climáticas, mas não de forma igual

A recente onda de calor na América do Norte é mais um exemplo de que apesar de ser um problema global, as alterações climáticas não vão afectar todos igualmente e podem exacerbar injustiças sociais e …

Os exemplos que Portugal deve seguir (e evitar) nas últimas etapas da pandemia

No plano apresentado pela equipa de Raquel Duarte comparam-se as estratégias opostas adotadas por Israel e Reino Unido, com a segunda a merecer nota negativa por parte dos investigadores. Os dados foram lançados na reunião que …

Jogos da Taça da Liga de sábado adiados para domingo para poderem ter público

O presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou, esta quinta-feira, que os jogos da Taça da Liga agendados para sábado vão ser adiados para domingo, para que possam ter público nas bancadas. "A Liga, …

Dinamarca enfrenta acção legal por querer repatriar refugiados sírios

O governo dinamarquês quer repatriar sírios naturais de Damasco depois de um relatório mostrar que há zonas da Síria onde a segurança melhorou. A decisão está a ser criticada por activistas e o caso pode …

Pela primeira vez, foi observada luz por detrás de um buraco negro

Um estudo divulgado esta quarta-feira revelou a primeira observação direta da luz por detrás de um buraco negro, através da deteção de pequenos sinais luminosos de raios-X, confirmando a Teoria da Relatividade Geral, de Einstein. Segundo …