Explosão de Yellowstone poderia levar a Terra à Idade do Gelo

Jon Sullivan / Wikimedia

A lagoa de Morning Glory, no Parque Nacional de Yellowstone

Uma erupção do supervulcão de Yellowstone causaria uma reação em cadeia de extinções na Terra, dando início a uma Idade do Gelo, avisam os geólogos.

O supervulcão de Yellowstone, situado no noroeste do estado de Wyoming, nos Estados Unidos, é um dos vulcões mais temidos de todo o mundo e os cientistas são os primeiros a afirmar que temos razões para nos preocuparmos.

Apesar de não haver sinais urgentes de que a caldeira esteja prestes a explodir, os investigadores desconfiam de que um dia o supervulcão irá mesmo explodir e as consequências serão verdadeiramente catastróficas, adianta a Sputnik News.

Não será uma explosão que irá acabar instantaneamente com a vida na Terra, mas irá vitimar aproximadamente 87.000 pessoas de imediato e tornar dois terços do território dos Estados Unidos inabitável.

Segundo os geólogos, a cinza do vulcão iria cobrir o nosso planeta em apenas 48 horas. Como consequência, a temperatura iria baixar cerca de 2ºC durante 20 anos. Este arrefecimento poderia ter efeitos catastróficos no nosso ecossistema, dando início a uma reação em cadeia de extinções.

Naomi Woods, investigadora da Universidade da Virgínia, escreveu no site Quora que, “devido a correntes de ventos predominantes, tudo que fica a leste do supervulcão seria a região mais prejudicada. Tudo o que estiver nas proximidades ficaria completamente destruído”, revela o Daily Express.

A cientista explica ainda que a luz solar seria incapaz de conseguir passar pela camada espessa de partículas de cinza, fazendo com que a nossa atmosfera só se visse livre destas partículas muitos anos depois. “Entre 5-10 anos, se tivermos sorte, ou em 15-20 anos, se não tivermos.”

O grande volume da cinza lançada pelo vulcão iria tapar a luz solar, criando uma situação de crepúsculo que duraria anos. Se por um lado, seria o fim do aquecimento global, por outro, dar-se-ia início a uma Idade do Gelo. O resultado final resultaria no desaparecimento de plantas no planeta inteiro e, consequentemente, os animais herbívoros acabariam por morrer.

Este efeito dominó causaria extinções em massa. O futuro ficaria dependente das espécies capazes de se adaptar à escassez de recursos o mais rápido possível ou de esperar até a nuvem de cinza desaparecer.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Encontrada numa ilha remota do Japão garrafa com mensagem escrita em espanhol

Uma garrafa de vidro, que continha uma mensagem escrita em espanhol, foi encontrada recentemente numa praia na ilha de Minami Torishima, no Japão. A garrafa esteve à deriva no Oceano Pacífico mais de dez anos. A …

Emissões que estão a destruir camada de ozono vêm de duas províncias da China

A produção do clorofluorocarboneto (CFC) 11 foi proibida em todo o mundo em 2010. Mas, em 2018, verificou-se que a taxa de declínio do CFC tinha abrandado cerca de 50% desde 2012, o que significava …

O Japão fez um pedido ao mundo: Digam corretamente o nome do primeiro-ministro

Num momento em que se preparam uma série de eventos importantes no Japão, como a cimeira G20 e os Jogos Olímpicos de verão 2020, o ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, fez um pedido …

Ministério Público pede libertação do antigo líder da Juve Leo

O Ministério Público pediu esta sexta-feira a libertação de Fernando Mendes, antigo líder da claque do Sporting Juventude Leonina, justificando o pedido com o grave problema de saúde que enfrenta. Fernando Mendes foi detido a 7 …

Entender o que as pessoas mais temem pode ajudar a prevenir desastres naturais

Entender o que preocupa as pessoas é crucial para enfrentar perigos naturais e para a mitigação dos seus efeitos. Segundo uma análise avançada na quinta-feira, para evitar desastres, a população local, as autoridades municipais e …

Afinal, foi Banksy. Artista confirma autoria de mural em Veneza

O artista Banksy deixou a sua marca em Veneza ao pintar um mural sobre os migrantes no Mediterrâneo, uma certeza que chegou esta sexta-feira através do Instagram do artista, depois das suspeitas levantadas na semana …

"Engarrafamento" no Evereste. Já morreram cinco pessoas

Um norte-americano de 54 anos e uma mulher indiana morreram na quarta-feira na descida do monte Evereste, num dia que ficou marcado por um "engarrafamento" na montanha mais alta do mundo. O alpinista Nirmal Purja …

Se as europeias se disputassem nas redes sociais, ganharia o PAN

Se as eleições europeias, que se realizam no próximo domingo, fossem disputadas nas redes sociais, o Partido das Pessoas, Animais e Natureza, cuja lista é encabeçada por Francisco Guerreiro, teria fortes probabilidades de vencer. A …

Japão. Aplicação que protege as vítimas de assédio nos metros descarregada em número recorde

As mulheres no Japão estão a descarregar a aplicação Digi Police em número recorde. Trata-se de uma aplicação gratuita para 'smartphones', criada pela Polícia Metropolitana de Tóquio com o intuito de proteger as vítimas de …

Explosão em Lyon faz pelo menos oito feridos. Macron fala em "ataque"

Uma explosão de origem desconhecida numa rua pedonal do centro da cidade de Lyon, no leste de França, fez esta sexta-feira pelo menos oito feridos, noticiou a agência AFP. A Reuters adianta que serão dez …