Exército japonês pediu uma escrava sexual para cada 70 soldados na II Guerra Mundial

Claire Solery / Wikimedia

“Mulheres de conforto” coreanas em protesto numa embaixada japonesa por terem sido sujeitas a escravidão sexual durante a II Guerra Mundial

Durante a Segunda Guerra Mundial, o exército do Japão pediu ao Governo que fornecesse uma escrava sexual para cada 70 soldados, de acordo com documentos históricos analisados pela agência de notícias nipónica Kyodo News.

Os 23 documentos foram reunidos pela Secretaria do Gabinete do Japão entre abril de 2017 e março de 2019, incluindo 13 despachos secretos dos consulados japoneses na China para o Ministério das Relações Exteriores em Tóquio, datados de 1938, segundo a Kyodo News, citada pela agência Lusa.

A questão das escravas sexuais tem sido fonte de uma dolorosa disputa entre a Coreia do Sul e o Japão. As mulheres eram da Coreia do Sul, Taiwan, Austrália, Filipinas e Japão e os documentos agora divulgados sublinham o papel do Estado no chamado sistema de “mulheres de conforto”.

Em 1993, o então secretário-chefe do Gabinete Yohei Kono, o porta-voz do Governo, pediu desculpas pelo sistema de “mulheres de conforto” e reconheceu o envolvimento dos militares japoneses no transporte das mulheres contra a sua vontade.

A Kyodo News deu conta de um despacho do cônsul-geral de Jinan (China) ao ministro dos Negócios Estrangeiros no qual se indica que a invasão japonesa causou um aumento na prostituição na área, com 101 gueixas do Japão, 110 mulheres de conforto também do Japão e 228 “mulheres de conforto” da Coreia do Sul.

No despacho assinala-se que “pelo menos 500 ‘mulheres de conforto’ devem estar concentradas aqui até o final de abril” para os soldados japoneses.

John G. Mabanglo / EPA

Estátua em homenagem às “mulheres de conforto” na Praça Saint Mary, no bairro de Chinatown, em São Francisco

Os registos sugerem que as mulheres referidas como gueixas podem ter surgido por conta própria, em oposição às escravas sexuais, que foram coagidas.

Outro despacho do cônsul-geral de Qingdao, na província de Shandong, na China, diz que o Exército Imperial pediu uma mulher para cada 70 soldados, enquanto a marinha solicitou mais 150 mulheres e gueixas para “conforto”, noticiou a Kyodo News.

O número de escravas sexuais não é certo, mas os historiadores dizem que eram dezenas de milhares ou mais, e seu objetivo era impedir a propagação de doenças e reduzir as violações entre soldados.

A colonização e os registos de guerra do Japão ainda prejudicam as relações com os vizinhos asiáticos. O Governo japonês diz que as reparações de guerra estão resolvidas, criou fundos para apoiar as vítimas, mas as exigências de um pedido de desculpas mais completo continuam e existem processos em tribunal na Coreia do Sul.

Mais recentemente, as relações entre o Japão e a Coreia do Sul deterioraram-se e afetaram o comércio e o turismo e desencadearam outras controvérsias, incluindo uma no início de 2019 sobre a exibição de uma estátua representando uma jovem “mulher de conforto”.

Lusa //

PARTILHAR

RESPONDER

Os antigos compadres zangaram-se de vez. Trump puxa os cordelinhos nos bastidores para correr com McConnell

A relação de altos e baixos entre os dois azedou de vez depois de McConnell ter reconhecido a vitória de Joe Biden. Trump quer agora que um Republicano concorra contra McConnell pelo cargo da liderança …

Bombeiros embrulharam a maior árvore do mundo em papel de alumínio. Tudo para a proteger

O incêndio consumiu milhares de acres na Califórnia e o National Park Service viu-se obrigado a intensificar os seus esforços para proteger as jóias naturais, incluindo as maiores árvores do mundo. Os incêndios Colony e Paradise …

EUA trocaram "guerra implacável" por "diplomacia implacável" no Afeganistão, diz Biden

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Joe Biden, disse esta terça-feira à Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) que o país se está a concentrar na "diplomacia implacável" e no encerramento de uma era de …

Presidente de El Salvador autodenomina-se "Ditador de El Salvador"

O Presidente de El Salvador, Nayib Bukele, alterou no domingo a descrição do seu perfil no Twitter para "Ditador de El Salvador", passando depois para "Ditador mais 'cool' do mundo mundial", situação registada após os …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar contra Fernando Nobre

O Conselho Disciplinar Regional do Sul da Ordem dos Médicos abriu um processo contra Fernando Nobre, por causa das suas declarações numa manifestação de negacionistas em frente à Assembleia da República. A Ordem dos Médicos (OM) …

Crise da energia obriga UE a enfrentar dependência do gás natural

Os países europeus estão a tentar proteger os consumidores de energia, numa região onde, desde o início do ano, os preços do gás aumentaram 250%, resultado de uma série de forças económicas, naturais e políticas.  Na …

Companhia de aviação privada oferece voo de 20 mil dólares para reunir uma família separada pela pandemia

A empresa de aviação privada Tradewind Aviation está a comemorar o seu 20.º aniversário de uma forma original: vai dar um voo no valor de 20 mil dólares (cerca de 17 mil euros) para reunir …

Mais de 60 pinguins morrem na África do Sul após ataque de abelhas

Dezenas de pinguins-africanos ameaçados de extinção foram mortos por um enxame de abelhas na África do Sul, na passada sexta-feira. Segundo a CNN, 63 pinguins-africanos, uma espécie ameaçada de extinção, foram encontrados mortos na sexta-feira numa …

Macron e Modi manifestam vontade de "agir em conjunto" após disputa submarina

O Presidente Emmanuel Macron discutiu a cooperação na região Indo-Pacífico com o primeiro-ministro indiano Narendra Modi, esta terça-feira. O Presidente francês, Emmanuel Macron, e o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, conversaram esta terça-feira, em plena crise dos …

Académica treme: salários, último lugar e treinador de saída

Clube de Coimbra, tal como o Boavista, terá de comprovar que tem cumprido no pagamento dos salários. Em campo, mais uma derrota complicou a situação de Rui Borges. Ainda não há muitos anos, a Académica apareceu …