Excesso de peso ligado a risco de dez tipos de cancro

O excesso de peso eleva o risco de desenvolver dez dos tipos de cancro mais comuns, de acordo com o mais abrangente estudo até agora realizado sobre a relação entre a obesidade e o cancro, publicado na Grã-Bretanha.

Num artigo publicado na revista Lancet, os cientistas da London School of Hygiene and Tropical Medicine afirmam que o país teria 12 mil casos de cancro a menos por ano se ninguém estivesse acima do peso.

Se os níveis de obesidade continuarem a aumentar, estimam os cientistas, 3,7 mil novos diagnósticos de cancro serão feitos anualmente.

A pesquisa analisou alterações na saúde de cinco milhões de pessoas que vivem na Grã-Bretanha durante sete anos.

Os autores descobriram uma relação direta entre o aumento de peso – de 13 a 16 quilos em adultos – e o crescimento do risco de desenvolver seis tipos de cancro.

O cancro de útero foi o que teve o maior aumento de risco. Aparecendo a seguir o cancro na vesícula, rins, colo do útero, tiróide e leucemia – que teve o menor aumento do risco.

“Houve uma grande variação no efeito do IMC (Índice de Massa Corporal) sobre diferentes tipos de cancro”, disse Krishnan Bhaskaran, que coordenou a pesquisa.

“Por exemplo, o risco de cancro de útero aumentou substancialmente com um IMC maior. Para outros tipos de cancro, vimos um aumento mais modesto no risco ou nenhum efeito. Essa variação indica que o IMC deve afetar o risco de cancro por meio de um número de diferentes processos, dependendo do tipo de cancro.”

Pessoas com altos índices de massa corporal (IMC, calculado com base no peso e na altura) também foram mais propensas a desenvolver cancro do fígado, cólon, ovários e cancro de mama pós-menopausa.

Mas os efeitos do aumento de peso para esses tipos de cancro ficaram menos claros e foram influenciados por fatores individuais, tais como a menopausa.

Embora a obesidade esteja associada ao desenvolvimento de tipos de cancro mais comuns – que representam 90% dos cancros diagnosticados no Reino Unido-, os cientistas dizem que alguns não mostraram nenhuma relação com o peso.

Além disso, alguns indícios sugerem que um IMC maior está associado a uma menor possibilidade de desenvolver cancro da próstata.

O especialista Tom Stansfield, da organização Cancer Research UK, disse que a pesquisa deixa “clara” uma relação entre excesso de peso e riscos de desenvolver cancro.

“Manter um peso saudável reduz o risco de cancro, e a melhor maneira de fazer isso é com uma dieta equilibrada e exercícios regulares.”

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Câmara de Oliveira de Azeméis pagou contas de concelhia do PSD, acusa Ministério Público

O Ministério Público (MP) deduziu esta quarta-feira acusação contra 68 arguidos no âmbito da operação “Ajuste Secreto”. Entre os acusados está o antigo autarca da Câmara de Oliveira de Azeméis Hermínio Loureiro, que é a …

PAN defende atribuição de cartão de cidadão a sem-abrigo

A iniciativa recomenda ao executivo socialista, liderado por António Costa, que seja atribuído "um cartão de identificação a todos aqueles que não têm uma casa ou um teto". O PAN apresentou na Assembleia da República um …

Governo quer criar regras especiais para alunos do profissional acederem ao Ensino Superior

O Governo quer criar um modelo de acesso específico para alunos do ensino profissional que queiram prosseguir estudos superiores, uma proposta que chegou a estar desenhada na anterior legislatura, mas que ainda não avançou. Segundo noticiou …

Menos de metade dos médicos do SNS trabalha em regime de exclusividade

Menos de metade (42,9%) dos médicos do Serviço Nacional de Saúde (SNS) trabalha em regime de exclusividade, avança o Jornal de Notícias, citando números da Administração Central dos Serviços de Saúde.  Segundo dados apresentados esta quinta-feira …

Grávidas e crianças até aos 10 anos não devem comer peixe-espada e atum, recomenda Espanha

A Agência Espanhola de Segurança Alimentar e Nutrição publicou novas recomendações no final de outubro para o consumo de determinados tipos de pescado, nomeadamente o atum e o peixe-espada, tubarão ou cação e Lúcio. Em causa …

Deputado Lobo d'Ávila abre portas ao futuro no CDS. "Não digo não" ao partido

O ex-deputado Filipe Lobo d'Ávila afirmou que não afasta a possibilidade de se candidatar à liderança do CDS. O potencial candidato à sucessão de Assunção Cristas indicou que a estratégia do partido, nos últimos anos, …

Só o Governo prevê uma aceleração em 2020. OCDE também está pouco otimista (e deixa um conselho a Centeno)

A economia portuguesa vai abrandar nos próximos anos, segundo antecipa a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE). No Economic Outlook publicado esta quinta-feira, as previsões para a economia nacional aponta para um crescimento …

Trump exige que se pare "a caça às bruxas" em reação a testemunho de embaixador

"Esta caça às bruxas deve parar agora. Tão prejudicial para o nosso país!", escreveu Donald Trump no Twitter, em reação ao testemunho do seu embaixador da União Europeia. O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou …

Seis embaixadores portugueses mudam de países

Há seis embaixadores portugueses que vão mudar de cidade. O Presidente da República já assinou o decreto que rege a nomeação de novas chefias para tutelar as embaixadas de Portugal em Berlim, Madrid, Praga e …

Rúben Dias pede dois milhões por ano. Vieira não está disposto a pagar tanto

A negociação de contrato entre Rúben Dias e o SL Benfica atingiu um impasse. O jogador não se contenta com um salário inferior a dois milhões de euros líquidos por ano, mas Vieira não está …