Ex-ministro da Bolívia planeou um segundo golpe usando mercenários dos EUA

Twitter

Festa da vitória do presidente eleito da Bolívia Luís Arce, do MAS, partido de Evo Morales.

O vazamento de gravações telefónicas e e-mails revelam que um ex-ministro da Defesa boliviano estava a preparar-se para usar tropas estrangeiras para impedir que o partido de esquerda MAS regressasse ao poder.

Os documentos e registos telefónicos obtidos pelo The Intercept mostram que um alto funcionário do governo boliviano, que estava de saída do poder, conspirou para usar centenas de mercenários norte-americanos para virar os resultados das eleições de outubro de 2020.

O objetivo era usar estes mercenários para impedir à força Luis Arce de assumir a presidência do Movimiento al Socialismo, ou MAS, partido do ex-presidente boliviano Evo Morales.

Numa das gravações que vazaram, uma pessoa identificada como ministro da Defesa da Bolívia disse que estava “a trabalhar para evitar a aniquilação” do seu país. Prosseguiu, apelando a que as forças armadas e o povo bloqueassem o governo de Arce. “As próximas 72 horas são cruciais”, atirou.

Desentendimentos entre ministros e divisões dentro das forças armadas parecem ter feito com que o plano fosse por água abaixo. Vários altos funcionários do governo cessante fugiram da Bolívia ou foram presos por acusações diferentes.

Em outubro de 2019, Evo Morales participou nas eleições presidenciais para um controverso quarto mandato. A oposição acusou-o de manipular as eleições. Protestos do povo, um motim policial e pressão exercida pelo exército, levou Morales a abdicar do cargo e fugir para o estrangeiro.

A chegada da Presidente interina, Jeanine Áñez, fazia anunciar novas eleições num futuro próximo. No entanto, a senadora agarrou-se ao cargo e as forças armadas levaram a cabo múltiplos massacres enquanto suprimiam a oposição.

Vários dos conspiradores discutiram um voo charter de centenas de mercenários estrangeiros para a Bolívia a partir de uma base militar dos EUA. Estes uniriam forças com unidades militares de elite bolivianas, esquadrões de polícia renegados e multidões de vigilantes numa tentativa desesperada de impedir que o maior movimento político do país regressasse ao poder, conta o The Intercept.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vacinação Casa Aberta já está disponível para maiores de 30 anos

A modalidade de vacinação Casa Aberta está desde esta terça-feira disponível para as pessoas com idade igual ou superior a 30 anos. De acordo com um comunicado enviado esta terça-feira pela task force, “a modalidade Casa …

Governo motivado para executar PRR "de forma célere"

O ministro das Finanças, João Leão, afirmou esta terça-feira que o Governo está muito motivado “para executar de forma célere” o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), depois de Bruxelas ter desembolsado 2,2 mil milhões …

Governador de Nova Iorque assediou sexualmente várias mulheres, revela investigação

A procuradora-geral de Nova Iorque, nos Estados Unidos (EUA), disse que a investigação sobre Andrew Cuomo revelou que o governador assediava sexualmente atuais e antigas funcionárias. As descobertas surgem após uma investigação de cinco meses sobre …

Pedri vai superar recorde de Bruno Fernandes

Ainda falta um jogo para a seleção espanhola nos Jogos Olímpicos e, por isso, o jovem do Barcelona vai jogar 73 vezes nesta temporada. A Espanha vai disputar o número máximo de jogos possível no torneio …

Governo duplica ajuda a bares e discotecas

O Governo vai duplicar o limite máximo dos apoios, através do programa Apoiar,  a empresários em nome individual de setores que se mantêm encerrados por lei. O Governo decidiu não só prolongar o programa Apoiar para …

Brasil. Tribunal vai investigar Bolsonaro por alegações de fraude eleitoral

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil decidiu na segunda-feira abrir uma investigação contra o Presidente Jair Bolsonaro. Em causa estão as suas declarações sobre fraude nas eleições do próximo ano. Segundo avançou a agência France …

Jantar do Chega com 170 pessoas. MP acusa Ventura de crime de desobediência

O líder do Chega, André Ventura, foi acusado pelo Ministério Público de ser coautor material do crime de desobediência, pelo jantar-comício organizado em Braga em plena pandemia. O Ministério Público acusou esta terça-feira o ex-candidato presidencial …

TAP. Bruxelas reconhece importância de salvar companhia mas sem distorcer concorrência

A Comissão Europeia reconhece a importância de o Estado português salvar a TAP, mas receia que o auxílio de 3.200 milhões à reestruturação viole as regras de concorrência e duvida que o mesmo garanta de …

Há 101 concelhos sem farmácias com testes comparticipados

Apesar de 461 farmácias já poderem fazer vender testes à covid-19 comparticipados, ainda há 101 concelhos sem qualquer apoio do Estado. Apesar de o Governo ter decidido comparticipar, há cerca de um mês, a 100% a …

Ataque ao Capitólio. Mais dois polícias cometeram suicídio, elevando o total para quatro

Depois da morte de dois agentes poucos dias depois do ataque, a Polícia Metropolitana confirmou que em Julho mais dois polícias que defenderam o Capitólio cometeram suicídio. Mais dois agentes de polícia que responderam à insurreição …