Eurogrupo já recebeu lista de reformas de Atenas

EU Council Eurozone / Flickr

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, com Yanis Varoufakis, ministro das Finanças da Grécia

Jeroen Dijsselbloem, presidente do Eurogrupo, com Yanis Varoufakis, ministro das Finanças da Grécia

O presidente do Eurogrupo confirmou esta terça-feira, num debate na comissão de Assuntos Económicos do Parlamento Europeu, em Bruxelas, que as autoridades gregas enviaram atempadamente, ainda na segunda-feira à noite, a lista de reformas, que está agora a ser analisada.

“Não houve atraso. Foi solicitado ao Governo grego que enviasse esta primeira lista das suas intenções de reformas na segunda-feira, e a mesma chegou às 23h15, pelo que não houve atraso”, disse Jeroen Dijsselbloem, quando questionado pelos eurodeputados sobre um alegado atraso no envio da lista de reformas que o executivo grego se tinha comprometido enviar na segunda-feira, no quadro do acordo alcançado da passada sexta-feira.

Dijsselbloem apontou que “alguns jornais disseram que não o tinham feito (envio da lista), mas fizeram-no, bastante tarde, mas chegou a tempo, e a Comissão, o BCE e o FMI estão a analisar esta manhã esta lista”, para dar “um primeiro parecer sobre se estas medidas são suficientes como um ponto de partida válido para uma conclusão bem sucedida da revisão” do programa de assistência.

Comissão Europeia considera “suficientemente completa”

Hoje de manhã, a Comissão Europeia já apontou, após uma primeira leitura da lista de reformas que o ministro das Finanças grego, Yanis Varufakis, submeteu a Bruxelas, que a mesma é “suficientemente completa” com vista ao prolongamento da assistência a Atenas.

“A lista das reformas do Governo grego foi recebida dentro do prazo”, escreveu Margaritis Schinas, o porta-voz da Comissão Europeia, no Twitter.

Está prevista para esta terça-feira à tarde uma teleconferência do Eurogrupo, segundo fontes governamentais gregas.

A Grécia está sob assistência financeira desde 2010 e recebeu dois empréstimos dos parceiros europeus e do Fundo Monetário Internacional no total de 240 mil milhões de euros em troca da implementação de duras medidas de austeridade.

O novo Governo de Atenas, que saiu das eleições de 25 de janeiro, tem dito que foi mandatado para pôr fim à austeridade, para reformar o país e para promover o crescimento económico.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

CIP muda estatutos e António Saraiva recandidata-se ao quarto mandato

Uma alteração aos estatutos que será apreciada numa assembleia geral agendada para o dia 11 de novembro poderá vir a permitir que António Saraiva, atual presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, se recandidate …

PS adia negociações com partidos de esquerda

Os socialistas vão adiar todas as reuniões com os partidos sobre as medidas para o Orçamento do Estado. O encontro com o BE estava marcado para amanhã e foi cancelado. O mesmo acontecerá com o …

Protestos continuam em Londres. Ativistas invadem centro financeiro

Centenas de ativistas pelo clima do grupo Extinction Rebellion invadiram esta segunda-feira o centro financeiro de Londres para manifestarem repúdio por as grandes corporações financiarem os combustíveis fósseis. Muitos manifestantes, protegidos da intensa chuva com lonas …

"Tenho muitas dívidas, muito financiamento por pagar"

Isabel dos Santos explicou em entrevista à Lusa a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas. Disse ainda que os empresários têm dificuldade em trabalhar e …

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …

Discurso da Rainha. Entre crime, saúde e imigração, o Brexit foi destaque

Várias propostas de lei relacionadas com o Brexit destacam-se no programa do governo britânico para os próximos meses apresentado esta segunda-feira pela rainha Isabel II no parlamento, o qual inclui a implementação de um eventual …

Conservadores polacos vencem legislativas com maioria absoluta

Os conservadores nacionalistas no poder na Polónia venceram as eleições legislativas com 45,16% dos votos, de acordo com os resultados oficiais que se referem à contagem de 82,79% das circunscrições. O partido conservador eurocético Lei e …

Ambulâncias rejeitadas no Hospital de Setúbal por sobrelotação das urgências

Ambulâncias que chegavam ao Hospital de São Bernardo, em Setúbal, durante a tarde de domingo, foram encaminhadas para outros hospitais. As urgências do centro hospitalar estavam sobrelotadas. Entre as 12h e as 16h30 deste domingo, o …