O Euro 2004 “foi a semente” para os bons resultados que Portugal alcançou

Rafael Ribeiro / CBF

O treinador brasileiro Luiz Felipe Scolari, ex-selecionador de Portugal

Luiz Felipe Scolari, o treinador brasileiro que levou Portugal à final do Euro 2004, a primeira da seleção portuguesa, considerou que esta prova foi a “semente” para os bons resultados que a equipa das quinas tem alcançado nos últimos anos.

Em entrevista ao Diário de Notícias esta quarta-feira divulgada, o técnico que agora representa o Palmeiras fala sobre as últimas conquistas de Portugal, bem como da caminhada do Euro 2004, que a seleção portuguesa acabou por perder frente à Grécia.

“[O Euro 2004] Foi uma semente que foi lançada para os bons resultados que Portugal atingiu. O público entendeu, as pessoas em Portugal entenderam… podemos dizer que o país entendeu. A seleção portuguesa continuou a trabalhar fortemente e de forma séria como nós o fizemos naquela altura, e conseguiram depois os resultados que atingiram nos anos seguintes. E que, aliás, estão a alcançar até hoje”, considerou.

Apesar de Portugal ter perdido a prova, Scolari entende que o trabalho da seleção foi reconhecido e serviu de impuslso: “Vi que não tinha mais o que fazer, porque perdemos. Perdemos a final, mas fomos reconhecidos e tivemos esse sentimento de termos dado o primeiro impulso à seleção portuguesa. Depois a sequência foi dada por outros, com grande qualidade, até aos dias de hoje”.

O treinador elegeu ainda o grupo e a equipa que se formou como uma das melhores decorações do Euro 2004. “A melhor recordação que eu guardo é a de que nós fizemos uma equipa. Juntamente com os jogadores, formávamos uma verdadeira equipa, um grupo, tínhamos um ideal juntos, trabalhámos em conjunto em 2003 e 2004 para chegarmos ao Campeonato da Europa naquelas condições e conseguimos chegar à final”.

“Claro que o objetivo inicial era ganharmos a prova. Mas não conseguimos, infelizmente perdemos aquela final com a Grécia”, lamentou, frisando o ambiente familiar vivido.

“Em determinados momentos, em algumas situações, um ou outro jogador sempre tomou as rédeas da situação, ou tomámos em conjunto decisões sobre o que nos poderia acontecer, assumindo compromissos. Tal e qual como numa família. E então, nós todos nos tratávamos dessa forma, uma família, e fomos assim até ao fim. Portanto, eu acho que podemos dizer que tínhamos uma família no Euro 2004. Eu posso dizer que sim”, reforçou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Videojogo "The Sims 3" usado para estudar como é que psicopatas atacam as suas vítimas

Um novo estudo baseou-se no videojogo "The Sims 3" para estudar a forma como os psicopatas escolhem e atacam as suas vítimas. "The Sims" é uma série de videojogos de simulação de vida real, cujo primeiro …

"Realidade mista". Hologramas podem mudar a forma como visitamos os museus

Para milhões de crianças, ser arrastado para um museu é uma experiência dolorosa. Porém, isso pode mudar com o desenvolvimento de uma nova tecnologia de “realidade mista” (RM). A nova tecnologia de “realidade mista” (RM) pode …

Bunker nuclear da Guerra Fria à venda no Reino Unido

Um bunker da Guerra Fria localizado perto de St Agnes em Cornwall, Reino Unido, está à venda na Rightmove, o maior portal imobiliário do Reino Unido. De acordo com o jornal britânico Mirror, o bunker, …

SL Benfica 1-1 CD Nacional | Insulares apagam a luz às "águias"

O Benfica voltou a escorregar e soma três jogos consecutivos sem vencer após o empate no Dragão e a derrota diante do Braga. Na tarde desta segunda, a equipa de Jorge Jesus não foi além …

Partido das FARC muda de nome para romper com o seu passado violento

O partido político das FARC deu um novo passo, este domingo, para romper com o seu passado violento, ligado à sigla das antigas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, passando a ser denominado Comunes. O nome Comunes …

Primeiro-ministro italiano vai apresentar demissão

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, vai apresentar a sua demissão na terça-feira, devido à falta de apoio à sua coligação parlamentar, após a crise provocada pelo abandono do partido Itália Viva, de Matteo Renzi. Conte apresentará …

Número de desempregados voltou a subir em todo o país

O número de inscritos nos centros de emprego nacionais voltou a aumentar em dezembro, com 85% dos concelhos de Portugal Continental a ver os seus níveis de desemprego aumentar desde o início da pandemia, revelou …

Hipermercados vendem couves 14 vezes mais caras do que pagam aos agricultores

O Bloco de Esquerda denuncia os preços praticados pelos hipermercados na venda de legumes, nomeadamente couves, em especial durante o período entre o Natal e o Ano Novo, concluindo que, nalguns casos, foram vendidos a …

Herdeiro da Samsung não recorre de pena de prisão por subornos

O herdeiro e líder da Samsung, Lee Jae-yong, não vai recorrer da sentença de dois anos e meio de prisão pelo pagamento de subornos, foi hoje anunciado. O advogado do empresário, Lee In-jae, disse aos meios …

Presidente chinês alerta contra riscos de uma "nova guerra fria"

O Presidente chinês, Xi Jinping, alertou esta segunda-feira contra a possibilidade de uma "nova guerra fria", avisando que apenas levará a "um beco sem saída", numa mensagem de vídeo para o Fórum Económico Mundial em …