O Euro 2004 “foi a semente” para os bons resultados que Portugal alcançou

Rafael Ribeiro / CBF

O treinador brasileiro Luiz Felipe Scolari, ex-selecionador de Portugal

Luiz Felipe Scolari, o treinador brasileiro que levou Portugal à final do Euro 2004, a primeira da seleção portuguesa, considerou que esta prova foi a “semente” para os bons resultados que a equipa das quinas tem alcançado nos últimos anos.

Em entrevista ao Diário de Notícias esta quarta-feira divulgada, o técnico que agora representa o Palmeiras fala sobre as últimas conquistas de Portugal, bem como da caminhada do Euro 2004, que a seleção portuguesa acabou por perder frente à Grécia.

“[O Euro 2004] Foi uma semente que foi lançada para os bons resultados que Portugal atingiu. O público entendeu, as pessoas em Portugal entenderam… podemos dizer que o país entendeu. A seleção portuguesa continuou a trabalhar fortemente e de forma séria como nós o fizemos naquela altura, e conseguiram depois os resultados que atingiram nos anos seguintes. E que, aliás, estão a alcançar até hoje”, considerou.

Apesar de Portugal ter perdido a prova, Scolari entende que o trabalho da seleção foi reconhecido e serviu de impuslso: “Vi que não tinha mais o que fazer, porque perdemos. Perdemos a final, mas fomos reconhecidos e tivemos esse sentimento de termos dado o primeiro impulso à seleção portuguesa. Depois a sequência foi dada por outros, com grande qualidade, até aos dias de hoje”.

O treinador elegeu ainda o grupo e a equipa que se formou como uma das melhores decorações do Euro 2004. “A melhor recordação que eu guardo é a de que nós fizemos uma equipa. Juntamente com os jogadores, formávamos uma verdadeira equipa, um grupo, tínhamos um ideal juntos, trabalhámos em conjunto em 2003 e 2004 para chegarmos ao Campeonato da Europa naquelas condições e conseguimos chegar à final”.

“Claro que o objetivo inicial era ganharmos a prova. Mas não conseguimos, infelizmente perdemos aquela final com a Grécia”, lamentou, frisando o ambiente familiar vivido.

“Em determinados momentos, em algumas situações, um ou outro jogador sempre tomou as rédeas da situação, ou tomámos em conjunto decisões sobre o que nos poderia acontecer, assumindo compromissos. Tal e qual como numa família. E então, nós todos nos tratávamos dessa forma, uma família, e fomos assim até ao fim. Portanto, eu acho que podemos dizer que tínhamos uma família no Euro 2004. Eu posso dizer que sim”, reforçou.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Reino Unido com mais de mil novas infeções pelo quarto dia consecutivo

O Reino Unido registou mais 11 mortos e 1.441 infeções de covid-19 nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde britânico, que manteve restrições sobre a área metropolitana de Manchester e parte do norte …

Governo não pondera (para já) proibição de fumar ao ar livre

O Governo não está a ponderar, neste momento, proibir fumar ao ar livre como foi decretado em Espanha, mas há “muitos aspetos em aberto” que serão acompanhados, disse esta sexta-feira a ministra da Saúde, Marta …

Lotação do Avante reduzida a um terço. Visitantes terão uma "área superior à que está estabelecida para as praias"

O PCP anunciou que vai limitar a entrada na sua anual Festa do "Avante!" a um terço da capacidade total, em virtude do contexto de pandemia de covid-19. O espaço de 30 hectares das Quinta da …

Governo da Guiné Equatorial demitiu-se em bloco

O Governo da Guiné Equatorial, liderado pelo primeiro-ministro Francisco Pascual Obama Asue, apresentou a sua demissão em bloco. Em declarações aos jornalistas, o ministro da Comunicação e porta-voz do Governo em funções, Eugenio Nze Obiang, explicou …

PSP apresenta queixa contra jornal Público por causa de cartoon no "Inimigo Público"

A PSP anunciou esta sexta-feira que vai apresentar queixa contra o jornal Público pela publicação, no suplemento Inimigo Público, de um cartoon com uma figura vestida de uniforme, “aparentemente relacionado com uma ação com conotação …

Tensão no Mediterrâneo. Macron envia ajuda militar à Grécia em conflito com a Turquia

O presidente Emmanuel Macron anunciou, quarta-feira, o envio de forças francesas para o Mediterrâneo Oriental. A intenção turca de procurar petróleo e gás no fundo do mar, tem criado tensão política entre a Grécia e …

"O material escolar mais importante". Escolas já receberam verba para comprar máscaras

As escolas já receberam as verbas para comprar as máscaras que irão distribuir gratuitamente pelos alunos e funcionários e alguns estabelecimentos de ensino estão a planear ter equipamentos extra Dentro de um mês, em meados de …

Lar em Sintra com 43 utentes e 12 funcionários infetados com covid-19

Quarenta e três utentes e 12 funcionários do lar da Associação de Solidariedade e Apoio Social do Pessoal da TAP, em Sintra, testaram positivo à covid-19, disse esta sexta-feira à agência Lusa fonte da câmara …

Para ter um "cabelo perfeito", Trump vai mudar a lei da pressão de água nos chuveiros

O Governo norte-americano quer flexibilizar as regras para acessórios de chuveiros que permitem uma maior conservação da água depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se ter queixado da falta de pressão de …

Transferência de Diogo Leite para o Valencia pode cair por terra

A imprensa espanhola avança esta sexta-feira que a transferência do defesa central do FC Porto Diogo Leite para o Valência está em risco. Apesar de as negociações entre as partes estarem em curso já há algumas …