13 anos, 58 jogos depois, os EUA voltam a perder um jogo numa grande competição

Kim Kyung-Hoon / EPA

Os EUA voltaram a perder um jogo numa grande competição, 13 anos depois. Os americanos foram derrotados pela França por 89-79, num jogo das meias-finais do Mundial.

Se no futebol os Estados Unidos ainda estão à procura de se afirmar, no basquetebol o cenário é completamente diferente. Os americanos têm a melhor liga, as melhores equipas e os melhores jogadores do mundo, garantindo a hegemonia do desporto.

No entanto, os EUA voltaram a conhecer o sabor da derrota numa grande competição, 58 jogos depois. Ao todo foram 13 anos sem saber o que era perder em encontros que levou jogadores da NBA. Os americanos surpreenderam ao perder por 89-79 com a França, nos quartos de final do Mundial de basquetebol.

Nos Jogos Olímpicos de 2016, o último jogo entre as duas seleções, os franceses já tinham feito frente aos norte-americanos, perdendo apenas por uma margem de três pontos.

Segundo a Tribuna Expresso, Evan Fournier, Rudy Gobert e Nando De Colo foram as principais figuras da vitória gaulesa, que o melhor que conseguiu em mundiais foi um 3º lugar em 2014.

Verdade seja dita, os Estados Unidos não se apresentaram com os seus melhores jogadores, deixando as estrelas de fora. Ainda assim, todos os convocados jogam na NBA, a maior liga de basquetebol do mundo.

Qualquer derrota custa. E nesta situação ainda dói mais. Mas a vida continua. Temos famílias e vidas… tudo continua”, admitiu Gregg Popovich, selecionador americano. A última vez que os EUA perderam, numa competição onde enviaram jogadores na NBA, foi nas meias-finais do Mundial de 2006, frente à Grécia.

Desta forma, os norte-americanos não conseguirão renovar o seu título de bicampeões mundiais. A França enfrente agora a Argentina nas meias-finais, enquanto a Austrália e a Espanha jogam a outra partida das “meias”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …

Indígenas famosos pela sua saúde cardíaca começaram a usar óleo de cozinha (e a engordar)

O povo Tsimane, que vive na Bolívia, tem permanecido relativamente afastado do mundo exterior durante várias gerações, prosperando da terra e praticando formas tradicionais de caça, pesca, agricultura e recolha de alimentos. Durante vários anos, sabe-se …