EUA confirmam navio de guerra nas águas territoriais de recifes reclamados pela China

U.S. Pacific Fleet / Flickr

O contratorpedeiro USS Lassen, destroyer classe Arleigh Burke da frota norte-americana no Paífico

O contratorpedeiro USS Lassen, destroyer classe Arleigh Burke da frota norte-americana no Paífico

Fonte da Defesa norte-americana afirmou hoje que um contratorpedeiro da Marinha dos Estados Unidos navegou dentro do limite de 12 milhas náuticas das ilhas artificiais no Mar do Sul da China, cuja soberania é reclamada por Pequim.

O navio de guerra, o USS Lassen, entrou nas águas em torno de pelo menos uma das ilhas do arquipélago das Spratly, cuja soberania é reivindicada pela China, hoje de manhã, indicou fonte oficial à agência AFP.

A tensão na região tem aumentado desde que a China transformou os recifes da zona – também reivindicados por uma série de países vizinhos – em pequenas ilhas capazes de acolher instalações militares, num gesto que os Estados Unidos entendem como uma ameaça à liberdade de navegação.

Washington tem afirmado repetidamente que não reconhece a reivindicação chinesa de soberania sobre as águas territoriais em torno das ilhas artificiais.

“Estamos a realizar operações de rotina no Mar do Sul da China em conformidade com a lei internacional”, disse a mesma fonte, acrescentando que as forças norte-americanas operam na região Ásia-Pacífico numa base diária, incluindo no Mar do Sul da China.

Em meados deste mês, um jornal do Partido Comunista da China defendeu que Pequim deve reagir com firmeza perante “as provações” dos EUA no Mar do Sul da China, admitindo a possibilidade de um confronto armado.

“Se os EUA prejudicarem os interesses chineses fundamentais, o exército chinês irá reagir recorrendo à força”, disse o Global Times, jornal de língua inglesa do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC.

Em editorial, o jornal referia precisamente a possibilidade de navios militares norte-americanos penetrarem na linha a 12 milhas náuticas das ilhas artificiais construídas pela China.

Pequim tem aumentado, nos últimos anos, a sua presença nas ilhas Spratly, um arquipélago rico em recursos marinhos e energéticos, reclamado total ou parcialmente, além da China, pelas Filipinas, Brunei, Malásia, Vietname e Taiwan

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Bianca Devins foi assassinada e as imagens partilhadas centenas de vezes na Internet

Uma jovem de 17 anos foi assassinada quando acompanhava o namorado a um concerto, nos Estados Unidos. O companheiro, que ainda tentou o suicídio após o crime, partilhou fotografias do cadáver da vítima na Internet, …

VianaPolis chega a acordo com casal. Já só restam sete moradores no prédio Coutinho

A VianaPolis informou, esta terça-feira, ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde ainda permanecem sete pessoas em cinco frações. Em declarações à agência Lusa, …

Ghosn processa Nissan e Mitsubishi na Holanda

Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Mitsubishi e ex-CEO da Renault, processou as duas fabricantes de automóveis japonesas e reclama uma indemnização de 15 milhões de euros. Carlos Ghosn instaurou à Nissan e à Mitsubishi …

Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve …

Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política "o que nunca se tinha feito antes" e alerta que o que se conseguiu alcançar "não chega" face a "tudo o que há para …

Destroços de navio interditam praia em Torres Vedras

A praia do Navio, em Santa Cruz, está interdita a banhos e a desportos náuticos devido ao aparecimento de destroços de um navio afundado. A praia do Navio, em Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras, …

Ministro da Justiça demite-se após eleição de Boris Johnson (e não é o único)

O ministro da Justiça britânico, David Gauke, anunciou a sua demissão após ser conhecida a eleição de Boris Johnson para a liderança dos conservadores e a sua designação como primeiro-ministro do Reino Unido. No domingo, David …

TdC deteta pagamentos "ilegais" do Serviço de Saúde da Madeira a empresa que pertencia ao presidente

A sociedade gerida pelo então presidente do Serviço de Saúde da Madeira recebeu 116 mil euros do Serviço de Saúde da Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) autorizou "ilegalmente" o pagamento de 116 mil …

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …

EUA. Explosão em refinaria levanta questões sobre utilização de produtos químicos letais

Na madrugada de 21 de junho, explosões na refinaria Philadelphia Energy Solutions, no sul da Filadélfia, Estados Unidos (EUA), sacudiram as casas, enviaram bolas de fogo para o ar e acordaram os moradores próximos. Este …