EUA confirmam navio de guerra nas águas territoriais de recifes reclamados pela China

U.S. Pacific Fleet / Flickr

O contratorpedeiro USS Lassen, destroyer classe Arleigh Burke da frota norte-americana no Paífico

O contratorpedeiro USS Lassen, destroyer classe Arleigh Burke da frota norte-americana no Paífico

Fonte da Defesa norte-americana afirmou hoje que um contratorpedeiro da Marinha dos Estados Unidos navegou dentro do limite de 12 milhas náuticas das ilhas artificiais no Mar do Sul da China, cuja soberania é reclamada por Pequim.

O navio de guerra, o USS Lassen, entrou nas águas em torno de pelo menos uma das ilhas do arquipélago das Spratly, cuja soberania é reivindicada pela China, hoje de manhã, indicou fonte oficial à agência AFP.

A tensão na região tem aumentado desde que a China transformou os recifes da zona – também reivindicados por uma série de países vizinhos – em pequenas ilhas capazes de acolher instalações militares, num gesto que os Estados Unidos entendem como uma ameaça à liberdade de navegação.

Washington tem afirmado repetidamente que não reconhece a reivindicação chinesa de soberania sobre as águas territoriais em torno das ilhas artificiais.

“Estamos a realizar operações de rotina no Mar do Sul da China em conformidade com a lei internacional”, disse a mesma fonte, acrescentando que as forças norte-americanas operam na região Ásia-Pacífico numa base diária, incluindo no Mar do Sul da China.

Em meados deste mês, um jornal do Partido Comunista da China defendeu que Pequim deve reagir com firmeza perante “as provações” dos EUA no Mar do Sul da China, admitindo a possibilidade de um confronto armado.

“Se os EUA prejudicarem os interesses chineses fundamentais, o exército chinês irá reagir recorrendo à força”, disse o Global Times, jornal de língua inglesa do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC.

Em editorial, o jornal referia precisamente a possibilidade de navios militares norte-americanos penetrarem na linha a 12 milhas náuticas das ilhas artificiais construídas pela China.

Pequim tem aumentado, nos últimos anos, a sua presença nas ilhas Spratly, um arquipélago rico em recursos marinhos e energéticos, reclamado total ou parcialmente, além da China, pelas Filipinas, Brunei, Malásia, Vietname e Taiwan

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

A tecnologia usada na Bitcoin também está a ser usada para encontrar o amor

Várias dating apps (aplicações de encontros) estão a recorrer ao blockchain para que os seus utilizadores possam encontrar a cara-metade de uma forma mais segura e transparente. O Tinder é provavelmente a dating app mais usada …

Elon Musk quer enviar passageiros para o Espaço já no próximo ano

O bilionário Elon Musk, também fundador da fabricante de automóveis elétricos Tesla, fez um anúncio surpreendente: quer que pôr passageiros no Espaço já em 2020. “Isto pode soar totalmente louco, mas queremos tentar entrar em órbita …

Cientistas reverteram principal sintoma da esquizofrenia em camundongos

Um medicamento que está atualmente a ser desenvolvido para tratar a leucemia reverteu (em camundongos) um sintoma de esquizofrenia anteriormente intratável: o enfraquecimento da memória de trabalho. A memória de trabalho é um processo cerebral fundamental usado …

Para as criaturas marinhas, as doenças infecciosas são a sentinela da mudança

Uma recente investigação analisou as mudanças nas doenças relatadas em espécies submarinas num período de 44 anos. A conclusão não surpreende: a saúde dos oceanos está a piorar a passos largos. A compreensão das tendências oceânicas …

Solidariedade e ambiente. Nos EUA, já é possível doar as suas peças Lego

Nunca somos demasiado velhos para brincar com peças Lego. No entanto, se estiver a ficar sem espaço para as arrumar e estiver à procura de uma forma de garantir que os seus blocos acabam em …

Eis os primeiros smartphones pensados e fabricados em África

https://vimeo.com/365789486 No Ruanda nasceram os primeiros rebentos do grupo Mara, que anunciou o lançamento dos seus dois primeiros smartphones. São os primeiros a serem totalmente fabricados em África. Estes são os dois primeiros smartphones totalmente fabricados em …

Siza Vieira recebe Grande Prémio da Academia de Belas-Artes francesa

O arquitecto Álvaro Siza Vieira recebeu o Grande Prémio de Arquitetura da Académie des Beaux-Arts, pelo conjunto do seu percurso, no valor de 35 mil euros. “É uma grande honra, porque é um prémio importante. É …

Para os jovens refugiados, um telemóvel pode ser tão importante quanto comida ou água

Entre 2015 e 2018, mais de 200.000 jovens não acompanhados reivindicaram asilo na Europa. Muitos deles, agora na União Europeia, têm uma coisa em comum: os seus smartphones. Não são apenas ferramentas para entretenimento nem uma …

Cientistas observaram pela primeira vez porcos a usar ferramentas

Uma equipa de cientistas registou pela primeira vez uma família de javalis das Visayas, num jardim zoológico em Paris, a usar paus para cavar e construir ninhos. Os porcos não gostam só de chafurdar na lama …

Transição verde: o mundo tem muito a aprender com uma pequena cidade na Islândia

Uma pequena cidade no norte da Islândia tornou-se quase neutra em dióxido de carbono (CO2). Uma equipa de cientistas viajou até ao país insular nórdico para descobrir como podemos aprender com esta cidade. Atualmente, as cidades …