Estudo resolve o mistério da falta de água nos exoplanetas

D. Sing, Exeter University / ESA / NASA

Impressão de artista de dez Júpiteres quentes estudados pelo astrónomos David Sing e colegas com os telescópios Hubble e Spitzer

Impressão de artista de dez Júpiteres quentes estudados pelo astrónomos David Sing e colegas com os telescópios Hubble e Spitzer

Um estudo de 10 “Júpiteres quentes”, feito com o Hubble e o Spitzer, levou a que uma equipa científica resolvesse um mistério de longa data – a razão porque alguns destes mundos parecem ter menos água do que o esperado.

Os resultados fornecem novos dados sobre a ampla gama de atmosferas planetárias na nossa Galáxia e sobre a formação de planetas.

Dos quase 2000 planetas confirmados em órbita de outras estrelas, um subconjunto são planetas gasosos com características semelhantes às de Júpiter, mas que orbitam muito perto das suas estrelas, tornando-os muito quentes.

A sua proximidade à estrela torna difícil a observação devido ao brilho estelar.

Por causa deste obstáculo, o Hubble só explorou apenas uma mão cheia de Júpiteres quentes no passado. Estes estudos iniciais descobriram vários planetas com menos água do que o previsto pelos modelos atmosféricos.

A equipa internacional de astrónomos enfrentou o problema fazendo o maior catálogo espectroscópico de atmosferas exoplanetárias. Todos os planetas no catálogo seguem órbitas orientadas de modo a que o planeta passa em frente da sua estrela progenitora, a partir da perspetiva da Terra.

Durante este evento a que chamamos trânsito, alguma da luz estelar viaja através da atmosfera exterior do planeta.

“A atmosfera deixa a sua impressão digital única na luz estelar, que podemos estudar quando chega até nós,” explica a coautora Hannah Wakeford, agora no Centro de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt, Maryland, EUA.

Ao combinar dados dos telescópios espaciais Hubble e Spitzer da NASA, a equipa foi capaz de obter um espectro amplo que cobre comprimentos de onda desde o ótico até ao infravermelho.

A diferença no raio planetário, conforme medido entre os comprimentos de onda visíveis e infravermelhos, foi usada para indicar o tipo de atmosfera planetária observada para cada planeta na amostra, se era muito nublado ou limpo.

Um planeta nublado aparece maior no visível do que no infravermelho, que pode penetrar mais profundamente na atmosfera.

Foi esta comparação que permitiu com que a equipa encontrasse uma correlação entre as atmosferas nubladas e a ténue deteção de água.

“Estou muito animado por finalmente ver os dados deste vasto grupo de planetas, pois é a primeira vez que temos cobertura suficiente para comparar várias características entre um planeta e outro,” afirma David Sing, da Universidade de Exeter, no Reino Unido, autor principal do artigo científico.

“Descobrimos que as atmosferas planetárias são muito mais diversificadas do que esperávamos”, diz o investigador.

“Os nossos resultados sugerem que são simplesmente as nuvens que escondem a água dos olhos curiosos e, portanto, excluem a hipótese de Júpiteres quentes e secos,” explica o coautor Jonathan Fortney da Universidade da Califórnia, em Santa Cruz.

“A teoria alternativa é que os planetas se formam num ambiente privado de água, mas isto exigiria repensar completamente as nossas teorias atuais sobre a formação de planetas”, acrescenta.

Os resultados foram publicados ontem na edição de 14 de dezembro da revista Nature.

CCVAlg

PARTILHAR

RESPONDER

Rio acusa Costa de desgoverno: Só fechou as escolas por "pressão da opinião pública"

O presidente do PSD considerou que o Governo não fechou as escolas mais cedo porque não estava preparado para o fazer, acusando o primeiro-ministro de “desgoverno” e de só ter decidido perante “pressão da opinião …

Lei da eutanásia aprovada na especialidade. PS, BE e PAN votaram a favor

A lei da morte medicamente assistida foi esta quinta-feira aprovada, na especialidade, na comissão de Assuntos Constitucionais, com os votos favoráveis do PS, BE e PAN, o voto contra do CDS-PP e PCP e abstenção …

MP abre inquérito à morte de idoso que esperou três horas em ambulância em Portalegre

O Ministério Público (MP) abriu um inquérito sobre a morte de um idoso, de 87 anos, na passada segunda-feira, no hospital de Portalegre, depois de estar quase três horas numa ambulância. Questionada pela agência Lusa através …

AHRESP pede revogação da proibição de venda de bebidas em take away

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu, na quarta-feira, a revogação da proibição da venda, no 'take away' de qualquer tipo de bebidas, alertando que o que se pretende impedir é …

Governo garante que Portugal terá todas as vacinas para cumprir plano de vacinação

O Ministério da Saúde garantiu que Portugal terá todas as vacinas necessárias para cumprir o plano de vacinação estabelecido, tendo já assegurado mais de 31 milhões de doses, suficientes para vacinar mais de 18 milhões …

Galp compromete-se a falar com cada um dos 401 trabalhadores da refinaria de Matosinhos

A petrolífera anunciou que irá realizar, entre fevereiro e março, conversas individuais com cada um dos 401 trabalhadores afetados pela decisão de fechar a refinaria de Matosinhos. No final de dezembro do ano passado, a …

RTP anuncia intérpretes do Festival da Canção 2021. Final acontece em estúdio sem público

A RTP anunciou, esta quarta-feira, os intérpretes e as 20 canções a concurso na edição deste ano do Festival da Canção. Na conferência de imprensa, decorrida online, ficou também a saber-se que a final do …

França disposta a reconhecer erros do passado colonial na Argélia

O Presidente francês Emmanuel Macron vai adotar "atos simbólicos" destinados a reconhecer os erros da era colonial francesa na Argélia, mas não está a considerar um pedido de "desculpas" oficial pretendido por Argel, indicou esta …

Sporting avança com nova proposta por Paulinho

O Sporting avançou com uma nova proposta pelo avançado português Paulinho, ao serviço do SC Braga, depois de as partes não terem conseguido chegar a acordo na janela de transferências do verão passado.  De acordo com …

Beatriz Freitas escolhida para presidente do Banco Português de Fomento

Beatriz Freitas, que já assegurava o cargo de forma interina, foi a escolhida para presidente executiva do Banco Português de Fomento (BPF). O jornal online ECO apurou, junto de vários fontes, que Beatriz Freitas foi a …