Estudo em 68 doenças conclui que a homeopatia é eficaz em 0 delas

“A homeopatia é um beco-sem-saída terapêutico” declarou um cientista britânico, depois de ter feito uma análise sistemática na qual concluiu que o controverso tratamento não é mais eficaz do que placebos.

A conclusão foi tirada pelo professor Paul Glasziou, investigador da Universidade Bond, no Reino Unido, num estudo desenvolvido em conjunto com o Conselho de Saúde e Pesquisa Médica Nacional.

Na sua análise, o investigador analisou 176 estudos sobre homeopatia, para determinar a validade e eficácia dos respectivos tratamentos.

Num total de 57 revisões sistemáticas, feitas aos 176 estudos, e focando-se em 68 doenças diferentes, o professor Paul Glasziou não encontrou nenhuma prova de que a homeopatia fosse mais eficaz que o uso de placebos.

A homeopatia é uma medicina alternativa baseada na ideia de diluir substâncias em água.

De acordo com um overview do NHS, o sistema de saúde britânico, “os praticantes acreditam que quanto mais diluída uma substância for, maior o seu poder para tratar os sintomas” da doença.

“Muito remédios homeopáticos consistem em substâncias que foram diluídas muitas vezes em água até que não haja nada ou quase nada nela da substância original”, acrescenta o relatório.

No Reino Unido, dois hospitais do NHS fornecem tratamento homeopático.

Paul Glasziou concluiu agora também que “não há efeito discerníveis convincentes além do placebo” e que “não há prova confiável de pesquisas em humanos de que a homeopatia tenha sido eficaz para tratamento na gama de doenças considerada”.

Num artigo no blog do British Medical Journal, o cientista diz estar “aliviado por ter acabado a árdua jornada de recolher provas” de eficácia da homeopatia.

“Comecei esta jornada com uma atitude de eu não sei, curioso para saber se estes tratamentos poderiam funcionar…”, diz.

“Mas perdi o interesse depois de ver as 57 análises sistemáticas que continham 176 estudos individuais, que não encontraram nenhum efeito convincente discernível do placebo”, conclui Glasziou.

“Posso compreender porque é que Samuel Hahnemann, o fundador da homeopatia, estava insatisfeito com as práticas médicas do século 18, como sangrias e purgas, e porque motivo tentou encontrar uma alternativa melhor”, diz ainda o cientista.

“Mas acho que ele estaria agora muito desiludido com o fracasso colectivo da homeopatia, que em vez de seguir as suas inovadoras investigações, se encaminhou para um beco-sem-saída terapêutico”, considera o cientista.

ZAP / HypeScience

PARTILHAR

RESPONDER

"Na última noite no Porto, fui sozinho à Ponte D. Luís e vieram-me as lágrimas aos olhos"

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagem: Livre caiu para metade, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …

Passes baixam para 70 e 80 euros para utentes da região Oeste

Os passes nos transportes públicos para Lisboa vão baixar para 70 euros para utentes de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral de Monte Agraço e Torres Vedras, e para 80 euros dos restantes concelhos da região. A …

Parar de comer quando se está cheio nem sempre é fácil (e há uma razão para isso)

Com alguns alimentos, parar de comer — mesmo quando se está cheio — nem sempre é fácil. Isto porque algumas destas comidas podem ter sido feitas de forma a que tal aconteça. Nenhum alimento é criado …

Há milhares de misteriosos buracos no fundo do mar da Califórnia

Surgiu um novo mistério perto da costa de Big Sur, na Califórnia, no fundo do Oceano Pacífico: há milhares de pequenos fragmentos redondos retirados dos sedimentos do fundo do mar.   A descoberta foi feita como parte …

NASA apresenta "mapa do tesouro" para encontrar água em Marte

Uma equipa de cientistas da NASA elaborou um mapa da água congelada que existe em Marte e que se acredita estar a apenas 2,5 centímetros abaixo da superfície do Planeta Vermelho - isto é, à …