Carros elétricos são melhores para o clima em quase todo o mundo

Os carros elétricos são melhores para o clima em 95% do mundo e os medos de que possam aumentar as emissões de dióxido de carbono (CO2) são infundados, indica um estudo divulgado na segunda-feira.

A suposta menor pegada carbónica dos veículos elétricos é muitas vezes questionada por causa das emissões de CO2 relacionadas com a construção dos veículos e a geração de eletricidade para os abastecer.

No entanto, o estudo das universidades de Exeter e Cambridge (Reino Unido) e Nijmegen (Holanda) concluiu que os carros elétricos levam a menores emissões de CO2, mesmo se a produção de eletricidade ainda envolve grandes quantidades de combustíveis fósseis, noticiou a agência Lusa.

Nas atuais condições, conduzir um carro elétrico é melhor para o clima do que um tradicional em 95% do mundo, segundo o estudo. As exceções são países como a Polónia, onde a produção de energia elétrica ainda está muito assente no carvão.

De acordo com o estudo, as emissões médias da vida útil dos carros elétricos são até 70% mais baixas do que os carros a gasolina em países como a Suécia ou a França, que obtém a maior parte da eletricidade de fontes renováveis e nucleares, e cerca de 30% mais baixas no Reino Unido.

Dentro de poucos anos, dizem os autores do estudo, até carros elétricos ineficientes terão menos emissões do que a maioria dos novos carros a gasolina, já que se espera que a produção de energia seja cada vez mais limpa.

O estudo projeta que em 2050 metade dos carros nas ruas seja elétrico, o que reduziria as emissões globais de CO2 em até 1,5 gigatoneladas por ano, o equivalente ao total de emissões anuais da Rússia.

O estudo analisou ainda os sistemas elétricos de aquecimento das casas e concluiu que produzem emissões mais baixas do que as alternativas que usam combustíveis fósseis em 95% do mundo. Optar por esses sistemas pode reduzir as emissões globais de CO2, em 2050, em até 0,8 gigatoneladas por ano, o mesmo que a Alemanha emite agora por ano.

“A resposta é clara: para reduzir as emissões de dióxido de carbono devemos escolher carros elétricos e sistemas de aquecimento elétricos em vez de alternativas a combustíveis fósseis”, indicou Florian Knobloch, do Departamento de Ciências Ambientais da Universidade de Nijmegen.

Lusa //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Falta aqui a principal componente da poluição dos carros elétricos, a sua fabricação. A produção das baterias é muito poluente e daí que ao fabricar um carro elétrico se libertem gases de efeito de estufa equivalentes ao fabrico de um carro a gasolina e este andar 35 mil quilómetros. Estes eram os números há uns tempos! Claro que se a eletricidade fosse completamente limpa, os carros elétricos batiam os a gasolina antes dos 40 000 km! Mas toda a produção de eletricidade polui (umas mais que as outras) devido à fabricação dos equipamentos, e pode não ser pouco!
    É claro que quanto mais “verde” for a eletricidade, menos poluição criamos, e estou de acordo que o caminho é na direção dos carros elétricos!

Os polegares dos neandertais adaptaram-se a ferramentas com pega

Os polegares dos neandertais adaptaram-se para segurar melhor ferramentas com pega, da mesma forma como utilizamos atualmente um martelo, revela uma nova investigação da Universidade de Kent, no Reino Unido. A mesma investigação sugere ainda …

Sporting 2-1 Moreirense | JackPote rende pontos ao “leão”

O “Leão” soma e segue na liderança do campeonato, depois de vencer o Moreirense por 2-1, graças a um bis Pedro Gonçalves. Neste sábado, na recepção ao Moreirense, num embate relativo à oitava jornada, sofreu, mas conseguiu …

Raro crustáceo parasita descoberto na boca de um tubarão em exibição num museu

Uma equipa de cientistas descobriu uma espécie extremamente rara de Cymothoidae na boca de um espécime de tubarão capturado no Mar da China Oriental e agora em exibição num museu. Os Cymothoidae são uma família de isópodes …

Série da Netflix faz disparar venda de jogos de xadrez nos Estados Unidos

A série "The Queen’s Gambit", da plataforma de streaming Netflix, que retrata a ascensão de uma jovem jogadora de xadrez na década de 1950, fez disparar as vendas deste jogo de tabuleiro nos Estados Unidos. …

Novo comité central do PCP eleito com 98,5%

O novo comité central do PCP foi este domingo eleito no XXI congresso nacional dos comunistas, em Loures, com 98,5% dos votos. Dos 611 delegados, 602 votaram a favor, seis abstiveram-se e três votaram contra na …

Elefante salvo de um poço profundo na Índia. Resgate durou 14 horas

Uma equipa de 50 pessoas ajudou a salvar um elefante que tinha caído num poço profundo em Dharmapuri, no sul da Índia. Moradores locais atiraram folhas de bananeira para o animal comer antes de ser …

Santa Clara 0-1 Porto | Magia de Díaz resolve jogo pobre

Missão cumprida. O Porto viajou até aos Açores para defrontar o Santa Clara e leva na bagagem os três pontos. Mas não o conseguiu com brilhantismo, longe disso. A eficácia foi a palavra de ordem, num …

Raro pinguim totalmente branco encontrado nas Ilhas Galápagos

Um raro pinguim com o corpo totalmente "pintado" de branco foi encontrado no arquipélago das Galápagos, no Equador. Em comunicado, o Parque Nacional das Galápagos detalha que o raro espécime foi encontrado enquanto um guia fazia …

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. Há uma razão

A China tem 8 milhões de cegos, mas apenas 200 cães-guia. As cidades populosas, as vias não adaptadas, as poucas escolas de treino e a própria população são entraves à existência destes companheiros (e verdadeiros …

Governo das Ilhas Salomão quer banir o Facebook para preservar a União Nacional

O Governo das lhas Salomão quer banir temporariamente a rede social Facebook numa tentativa de combater o cyberbullying e a difamação, alegando que a plataforma está a "minar" a União Nacional. A decisão, que já …