As nuvens cinzentas sobre os Estados Unidos e a China podem alastrar até Portugal

A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China pode arrastar-se até novembro de 2020 e Portugal pode sair prejudicado.

Tudo começou em março do ano passado, quando os Estados Unidos anunciaram as primeiras tarifas adicionais ao aço e alumínio. Mas para quem espera o fim deste capítulo negro da economia mundial, não há propriamente boas notícias.

Segundo o Diário de Notícias, há quem antecipe na Alemanha um percurso que pode durar até perto de novembro de 2020, data em que se realizam as eleições presidenciais norte-americanas.

Florian Hensen, economista do banco de investimento alemão Berenberg, acredita que “EUA e China irão eventualmente chegar a algum tipo de acordo comercial que amenize as tensões sobre tarifas. Ao fim e ao cabo, Trump quer ser reeleito em 2020 e é um reconhecido negociador. Mas o risco de que EUA e China falhem em chegar a um acordo parcial, ou que demore até 2020 ou mesmo mais tarde para conseguir um avanço, adivinha-se maior do que antes“.

A economia alemã não deverá crescer além dos 0,5% este ano, segundo a Comissão Europeia. Em Portugal, o cenário não é melhor: “já se está a assistir a algumas pressões negativas na balança comercial. Está a haver uma inflexão”, disse ao matutino o economista António Mendonça, professor no ISEG.

“Portugal é um país de reduzida dimensão, muito aberto ao exterior. Tudo aquilo que se passar na economia internacional, particularmente na economia europeia, imediatamente tem uma repercussão aqui. É inevitável“, afirmou ainda o especialista.

O nosso país irá sentir os efeitos negativos da cadeia de transmissão comercial europeia e de uma retração da procura e do investimento, habitual nos cenários de incerta. Segundo o economista, o cenário é ainda agravado pela falta de recuperação dos rendimentos da classe média e por uma fraca reação europeia ao contexto internacional.

“Faz falta na Europa uma política macroeconómica integrada com características expansionistas, que não está a haver”, disse, em declarações ao DN.

Para Florian Hense, os efeitos da guerra comercial já se fazem sentir sobre a Europa há 18 meses, mas a possibilidade de Donald Trump retomar a ameaça de sobretaxar carros e componentes da União Europeia ainda está em cima da mesa, e pode agravar o clima.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Mais 71 mortes e 5290 casos de covid-19. 517 doentes nos cuidados intensivos

Portugal regista, esta quarta-feira, mais 71 mortes e 5290 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 5290 novos casos, …

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19

Um quarto dos italianos acredita em teorias da conspiração sobre a covid-19, incluindo que o vírus foi criado em laboratório para alterar equilíbrios mundiais ou que não existe, segundo uma nova sondagem. Um em cada cinco …

Carros importados poderão reaver ISV pago em excesso desde 2017

A Autoridade Tributária foi condenada a devolver parte do Imposto Sobre Veículos (ISV) cobrado sobre dois carros usados importados em 2017. Segundo o jornal Público, esta é a primeira vez que a sentença envolve um imposto …

Juventude Popular suspende congresso do próximo fim de semana

O XXIV Congresso da Juventude Popular, agendado para sábado e domingo, em Braga, foi suspenso e será reagendado 15 dias depois do levantamento do estado de emergência, decidiram esta terça-feira os órgãos da estrutura que …

Novo líder do Aliança reúne-se com Rui Rio (com autárquicas em cima da mesa)

Paulo Bento, recém-eleito presidente do Aliança, e Rui Rio, líder do PSD, vão encontrar-se esta quarta-feira. Em cima da mesa vão estar as eleições autárquicas do próximo ano. De acordo com o Público, o encontro destina-se …

Mais de 60% dos portugueses deixaram de ir a restaurantes. Só 33% considera que o Estado prioriza a saúde

A nível nacional, 63% dos portugueses que continuaram a ir a espaços de restauração indicaram o convívio familiar com principal motivo da deslocação. A nível dos cuidados de saúde apenas 33% dos portugueses consideram que …

Santa Casa contratou Paulo Pedroso como consultor por 3700 euros

O ex-ministro socialista Paulo Pedroso, actual director da campanha presidencial de Ana Gomes, foi contratado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) em Setembro passado, com um ordenado de 3700 euros e efeitos retroactivos …

Covid-19. Médicos devem dar prioridade a quem pode recuperar vida normal e não à idade

Os doentes que podem recuperar para uma vida normal devem ter prioridade face aos que têm baixa probabilidade de recuperação e a idade não pode por si só ser critério, recomenda um parecer do Colégio …

"Há doentes a ficar para trás". Ex-ministro da Saúde diz que mortes por falta de cuidados são inaceitáveis

O ex-ministro da Saúde Adalberto Campos Fernandes afirmou esta terça-feira que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser exposto a um teste de stresse devido à pandemia e que não é aceitável que …

Ordem dos Médicos abre processo disciplinar a médica que divulgou receita para enganar testes à covid-19

Depois de médica divulgar receita para os possíveis infetados testarem negativo à covid-19, a Ordem dos Médicos abriu o terceiro processo contra membros do movimento que contesta o uso de máscaras - os "Médicos pela …