A mais recente espécie de macaco foi encontrada em laboratório e não numa expedição

Aung Ko Lin / Fauna & Flora International

Popa langur (Trachypithecus popa).

A nova espécie de macaco, o Popa langur, foi descoberta em laboratório. Ao contrário do que se possa pensar, muitas das espécies descobertas não são encontradas numa expedição.

A descoberta do Popa langur, um macaco encontrado no centro de Mianmar, foi anunciada recentemente por cientistas. Estima-se que existam apenas 200-250 desses macacos, o que provavelmente significa que a nova espécie está classificada como “espécie em perigo crítico de extinção”.

Esta descoberta foi anunciada apenas uma semana ou mais depois de duas novas espécies de Petauroides volans – um marsupial planador – foram identificadas na Austrália. Mas o que é que os cientistas querem dizer quando anunciam a descoberta de “novas” espécies de mamíferos? Estes animais eram realmente desconhecidos da ciência?

É importante esclarecer que estas não eram espécies previamente invisíveis descobertas por um explorador intrépido. Em vez disso, esses animais foram identificados como um grupo geneticamente distinto dentro de uma população já conhecida. Na realidade, a população local vive com esses animais há gerações e tem as suas próprias maneiras de identificar e classificar as espécies.

Quando os investigadores anunciam uma espécie recém-definida com base em evidências genéticas, geralmente significa que elevaram uma subespécie já definida ao nível de espécie.

O recém-descrito Popa langur foi descoberto através de um estudo filogenético que procurou entender melhor as relações evolutivas entre as 20 espécies conhecidas do género Trachypithecus. Os cientistas usaram amostras fecais de langures selvagens e amostras de tecidos de espécimes de museu para esclarecer as relações taxonómicas entre o género.

Um grupo de langures destacou-se. A evidência genética mostrou que havia claras variedades ocidentais e orientais, mas que uma população central não se encaixava em nenhuma delas. As variedades ocidentais e orientais, que anteriormente eram chamadas de subespécies de langur de Phayre, foram então elevadas ao nível de espécie.

A população restante foi chamada de Trachypithecus popa – o Popa langur, em homenagem ao Monte Popa. Esta espécie recém-definida vive em quatro populações distintas e está em risco de extinção devido ao seu pequeno número, ao desmatamento e aos efeitos da agricultura e extração de madeira.

Pode ser uma surpresa saber que uma espécie recém-descoberta está em risco de extinção, mas isso geralmente acontece com as reclassificações genéticas. As duas subespécies anteriormente mencionadas a partir das quais o Popa langur foi identificado já foram classificadas como “em perigo” de acordo com os critérios da lista vermelha oficial da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

O Popa langur ainda não foi classificado, mas os autores do estudo sugerem que ele deve se enquadrar na categoria de “em risco crítico de extinção”, devido à sua população pequena e fragmentada e ao habitat limitado de que dispõe.

  ZAP // The Conversation

PARTILHAR

RESPONDER

Há três anos que chove nos corredores da urgência do hospital de Setúbal

Há três anos que chove nos corredores da urgência do hospital de Setúbal. Sindicalistas alertam para a situação precária vivida pelos profissionais de saúde sadinos. O "estado de calamidade" em vários hospitais pelo país inteiro não …

O dono do Boavista, Gerárd Lopez.

Dono do Boavista investiu 15 milhões e desabafa: "podiam chegar aqui 11 Messis..."

Gerárd Lopez, dono do Boavista, diz que investiu 15 milhões de euros no clube e explica os maus resultados da equipa na época passada, em que por pouco não desceu de divisão. O Boavista estará a …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Os dados estão lançados e o calendário traçado. Eis os próximos passos da crise política até às (possíveis) eleições antecipadas

De acordo com as declarações recentes do Presidente da República e da própria lei eleitoral para a Assembleia da República, e caso se confirme a dissolução do Parlamento, o país deve ir a votos logo …

Dyego Souza, lembra-se? Um hat-trick após mais de 2 anos em branco

Internacional português foi fundamental na vitória do Almería. Não marcava qualquer golo desde Setembro de 2019, incluindo a sua passagem pelo Benfica. Dyego Sousa, 32 anos, avançado brasileiro que chegou a Portugal ainda adolescente, voltou aos …

Na Roménia, quem não foi vacinado é sujeito a um recolhimento obrigatório durante a noite

A Roménia proibiu as pessoas que não foram ainda vacinadas contra a covid-19 de saírem de casa entre as 22h e as cinco da manhã. Durante este horário, os habitantes que não apresentarem um certificado de …

Tribunal de Contas alerta para risco de incumprimento do PRR

O Tribunal de Contas (TdC) alerta, esta terça-feira, para o risco de incumprimento do Programa de Recuperação e de Resiliência (PRR). "No período compreendido entre 2014 e 2020, o PT2020 registou sempre baixas taxas de execução, …

Sporting e FC Porto trocaram jogadores por 11 milhões de euros

Sporting CP e FC Porto trocaram jogadores entre si, pagando 11 milhões de euros cada. Marco Cruz rumou a Alvalade, enquanto Rodrigo Fernandes transferiu-se para o Dragão. Em comunicado enviado à CMVM, o Sporting CP divulgou …

José Sena Goulão / Lusa

PSD e CDS marcham ao ritmo de uma crise política — e já se fala em eleições internas

O cenário de crise política serviu de tónico para PSD e CDS começarem a estudar a escolha das suas lideranças face a legislativas antecipadas. Especulam-se eleições internas, tanto para sociais-democratas como para centristas. A dois dias …

Pescadores indonésios podem ter encontrado a mitológica "Ilha do Ouro"

Pescadores indonésios encontraram um tesouro que pode revelar a localização da mitológica "Ilha do Ouro", cujos governantes acumularam riquezas lendárias. O Império Serivijaia foi um antigo império malaio da ilha de Sumatra, no sudeste asiático, com …

Otamendi e Vertonghen disputam a bola com Lewandowski

UEFA: como é que o Benfica travou o Bayern durante 70 minutos?

Agressividade, coragem e pressão alta: a análise do painel da UEFA à derrota do Benfica contra o campeão alemão. O jogo acabou com uma derrota clara, por 0-4, mas durante a maioria do duelo o Benfica …