A mais recente espécie de macaco foi encontrada em laboratório e não numa expedição

Aung Ko Lin / Fauna & Flora International

Popa langur (Trachypithecus popa).

A nova espécie de macaco, o Popa langur, foi descoberta em laboratório. Ao contrário do que se possa pensar, muitas das espécies descobertas não são encontradas numa expedição.

A descoberta do Popa langur, um macaco encontrado no centro de Mianmar, foi anunciada recentemente por cientistas. Estima-se que existam apenas 200-250 desses macacos, o que provavelmente significa que a nova espécie está classificada como “espécie em perigo crítico de extinção”.

Esta descoberta foi anunciada apenas uma semana ou mais depois de duas novas espécies de Petauroides volans – um marsupial planador – foram identificadas na Austrália. Mas o que é que os cientistas querem dizer quando anunciam a descoberta de “novas” espécies de mamíferos? Estes animais eram realmente desconhecidos da ciência?

É importante esclarecer que estas não eram espécies previamente invisíveis descobertas por um explorador intrépido. Em vez disso, esses animais foram identificados como um grupo geneticamente distinto dentro de uma população já conhecida. Na realidade, a população local vive com esses animais há gerações e tem as suas próprias maneiras de identificar e classificar as espécies.

Quando os investigadores anunciam uma espécie recém-definida com base em evidências genéticas, geralmente significa que elevaram uma subespécie já definida ao nível de espécie.

O recém-descrito Popa langur foi descoberto através de um estudo filogenético que procurou entender melhor as relações evolutivas entre as 20 espécies conhecidas do género Trachypithecus. Os cientistas usaram amostras fecais de langures selvagens e amostras de tecidos de espécimes de museu para esclarecer as relações taxonómicas entre o género.

Um grupo de langures destacou-se. A evidência genética mostrou que havia claras variedades ocidentais e orientais, mas que uma população central não se encaixava em nenhuma delas. As variedades ocidentais e orientais, que anteriormente eram chamadas de subespécies de langur de Phayre, foram então elevadas ao nível de espécie.

A população restante foi chamada de Trachypithecus popa – o Popa langur, em homenagem ao Monte Popa. Esta espécie recém-definida vive em quatro populações distintas e está em risco de extinção devido ao seu pequeno número, ao desmatamento e aos efeitos da agricultura e extração de madeira.

Pode ser uma surpresa saber que uma espécie recém-descoberta está em risco de extinção, mas isso geralmente acontece com as reclassificações genéticas. As duas subespécies anteriormente mencionadas a partir das quais o Popa langur foi identificado já foram classificadas como “em perigo” de acordo com os critérios da lista vermelha oficial da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN).

O Popa langur ainda não foi classificado, mas os autores do estudo sugerem que ele deve se enquadrar na categoria de “em risco crítico de extinção”, devido à sua população pequena e fragmentada e ao habitat limitado de que dispõe.

PARTILHAR

RESPONDER

Um ano após o confinamento de Wuhan o mundo continua em crise devido à covid-19

Quase um ano depois da imposição do confinamento na cidade de Wuhan para travar o vírus SARS-CoV-2, que se assinala este sábado, o mundo continua em luta contra a pandemia, apesar do aparecimento de vacinas. A …

Pessoas com certas características podem ser mais suscetíveis a "ouvir" os mortos

Uma equipa de cientistas identificou certas características que podem tornar as pessoas mais suscetíveis a alegar que “ouvem” os mortos. Um novo estudo sugere que as pessoas que se descrevem como "clariaudientes" - em oposição a …

Sporting 1 - 0 SC Braga | Leões conquistam Taça da Liga com golo de Porro (e algum sofrimento)

O Sporting reconquistou hoje a Taça da Liga de futebol, ao vencer na final o Sporting de Braga, por 1-0, em Leiria, com um golo de Pedro Porro e enorme resistência durante a segunda parte. O …

Estados Unidos querem rever o acordo com rebeldes talibãs no Afeganistão

Os Estados Unidos indicaram hoje às autoridades afegãs o seu desejo de rever o acordo entre o Governo norte-americano e os talibãs, assinado em fevereiro de 2020, particularmente para "avaliar" o respeito dos rebeldes pelos …

"Excedeu todas as expetativas". Implante de córnea artificial devolve visão a homem cego

Um homem de 78 anos que estava cego dos dois olhos há 10 anos recuperou a visão após receber o primeiro implante de uma córnea artificial desenvolvida pela startup israelita CorNeat Vision. O implante CorNeat KPro …

Tenista João Sousa falha Open da Austrália após ter estado infetado

João Sousa vai falhar o Open da Austrália depois de ter estado infetado com o novo coronavírus, por determinação das autoridades australianas, anunciou hoje o tenista português. "É com muita tristeza que vos dou a conhecer …

Cientistas criam nova forma de produzir carne em laboratório (e prometem manter o sabor e a textura)

Uma equipa da McMaster desenvolveu uma nova forma de carne cultivada, através do uso de um método que promete manter o sabor e a textura mais naturais do que as outras alternativas à carne tradicional. Os …

Papa pede "jornalismo corajoso" e controlo de notícias falsas na Internet

O papa Francisco pediu hoje um "jornalismo corajoso" que venha ao encontro das pessoas e histórias, propondo ainda o controlo das notícias falsas na Internet, especialmente neste período de pandemia da covid-19. “Opiniões atentas lamentam, há …

A cidade mais antiga das Américas está sob ameaça de invasão (e a culpa é da pandemia)

Tendo sobrevivido durante cinco mil anos, o sítio arqueológico mais antigo das Américas está sob a ameaça de invasores que afirmam que a pandemia de covid-19 os deixou sem outra opção a não ser ocupar …

Suspeito do homicídio de Bruno Candé nega ter agido impulsionado por racismo

Evaristo Marinho disparou vários insultos racistas contra Bruno Candé: “Vai para a tua terra, preto, tens a família toda na sanzala e também devias lá estar”, foi um deles. Três dias depois acabou por matá-lo, …