Corrupção ou armadilha? Escuta telefónica a traficante lança suspeitas sobre Ivo Rosa

13

Mário Cruz / Lusa

Juiz Ivo Rosa

O nome de Ivo Rosa surge numa escuta telefónica efectuada a um arguido detido num processo de tráfico de droga que insinua um pagamento ao magistrado. A conversa está a ser analisada e há dúvidas se estará em causa um crime de corrupção do juiz ou uma armadilha.

O Ministério Público (MP) teve conhecimento desta escuta telefónica há cerca de um ano, conforme avança a revista Sábado que teve acesso ao teor da conversa.

Durante vários meses, o MP não soube o que fazer ao assunto, mas acabou por enviar a escuta telefónica, “sob absoluto sigilo”, para o Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), ainda de acordo com a mesma publicação.

Cabe, agora, ao TRL investigar o assunto, uma vez que está em causa um juiz de primeira instância.

A escuta telefónica envolve um detido num processo relacionado com tráfico de droga. “Depois de detido, telefona, a partir da prisão, para a namorada, através de um telemóvel, onde lhe dá instruções e pede-lhe para apontar o nome do juiz Ivo Rosa como alguém a quem, depois, terão que entregar dinheiro para fazer o que tem a fazer”, explica na CMTV o director executivo da Sábado, Nuno Tiago Pinto.

O MP terá dúvidas se a conversa indiciará “uma eventual suspeita de um crime” cometido por Ivo Rosa, ou se haverá “a possibilidade de o nome do juiz estar a ser utilizado indevidamente”, ou ainda de se tratar de “uma armadilha para o próprio juiz”, segundo nota ainda Nuno Tiago Pinto.

Foi Ivo Rosa quem colocou o detido em causa em prisão preventiva enquanto aguardava a colocação em prisão domiciliária.

O magistrado teve contacto com o processo do traficante de droga por acaso, porque se encontrava de turno, e decretou as medidas de coacção, contrariando o Ministério Público que pediu a prisão preventiva. Ivo Rosa decidiu a liberdade para a maioria dos arguidos, mas enviou dois, incluindo o que foi apanhado nas escutas, para prisão preventiva enquanto aguardavam a colocação em prisão domiciliária.

Este processo acabou por ser encaminhado para o Tribunal de Instrução Criminal, onde poderia acabar de novo nas mãos de Ivo Rosa ou de Carlos Alexandre, conforme o sorteio.

Ivo Rosa “estupefacto”

Ivo Rosa mostra-se “estupefacto” com o seu envolvimento na escuta telefónica, conforme disse à Sábado.

“Não percebo qual é o objetivo disto”, refere ainda o magistrado, assegurando que não recebeu qualquer quantia do detido em causa.

  ZAP //

13 Comments

  1. O Juiz Ivo Rosa tem tomado decisões que mais ninguém entende, nem o MP nem muitos dos seus colegas. Tem libertados arguidos, libertado enormes quantias de dinheiro, removido ou diminuido cauções. Ninguém acredita que haja um juiz que maioritariamente das vezes está a favor dos arguidos . Muita gente suspeita que algo mais se passa. É do senso comum pensar assim. Agora parece ter aparecido a ponta do iceberg, por causa de um traficante idiota que pelos vistos não foi suficientemente discreto. Que se investigue, nenhuma pessoa está acima da Lei, seja um juiz seja um sem abrigo. Se for provado que as suas decisões são compradas, o que não seria inedito, veja-se o caso de Rangel, haverá certamente um lugar em Evora para ele, e tendo a profissão que tem que sirva de exemplo.

  2. O Juiz Ivo Rosa tem tomado decisões que mais ninguém entende, nem o MP nem muitos dos seus colegas. Tem libertados arguidos, libertados enormes quantias de dinheiro, removido ou diminuido cauções. Ninguém acredita que haja um juiz que maioritariamente das vezes está a favor dos arguidos . Muita gente suspeita que algo mais se passa. É do senso comum pensar assim. Agora parece ter aparecido a ponta do iceberg, por causa de um traficante idiota que pelos vistos não foi suficientemente discreto. Que se investigue, nenhuma pessoa está acima da Lei, seja um juiz seja um sem abrigo. Se for provado que as suas decisões são compradas, o que não seria inedito, veja-se o caso de Rangel, haverá certamente um lugar em Evora para ele, e tendo a profissão que tem que sirva de exemplo.

  3. Já aqui disse várias vezes. Só há uma coisa pior do que a política em Portugal: a justiça. Mas neste caso parece-me evidente tratar-se de uma tentativa de cilada ao juiz. E estou convicto que será essa a conclusão que vai ser tirada deste processo.

  4. O comportamento desse juiz é no mínimo estranho. Não se entende porque é que a conta bancária e a relação de bens não é analisada, quer a sua quer dos seus familiares diretos ou próximos.

    • E já agora a de todos nós !
      Não se analisa porque existem leis, não nos podemos agarrar a elas quando nos interessa é ignorar-las quando suspeitamos dos outros.

      As leis tem de funcionar como estão estipuladas, não podem ser ignoradas quando a opinião pública acha que alguém deve ser penalizado.

      Muitas das decisões deste Juiz são incompreensíveis porque o MP liberta para as notícias o que lhe interessa (de maneira anónima) para criar pressão através da opinião pública, mas em tribunal, não basta acusar, todo e qualquer cidadão é inocente a entrada em tribunal, o MP tem de provar culpa e não basta acusar.
      Na opinião pública, o réu é culpado até prova em contrário, e mesmo provando pode não ser suficiente.

      E isso de quem não deve não teme, só funciona nas redes sócias porque na vida real, todos devemos…

  5. Ivo Rosa, há muito tempo que este deixa muitas dúvidas sobre si mesmo com decisões que tem tomado, mas num país onde a justiça marcha ao gosto de cada um, tudo normal!

    • O outro é melhor Dá espectáculo televisivo
      Manda as televisões para o aeroporto com medo de fuga, quando até estavam no estrangeiro e estão a regressar
      a Portugal

  6. O artigo só falta escrever que este ilustre Magistrado iria ser subornado por uns míseros mil euros. Se ele o colocou em prisão preventiva…………………como é? Há aqui um energúmeno a chamar corrupto a este Juiz, pois é, não manda notícias falsas para as Tvs para julgarem os processos na praça pública, é discreto e competente. No caso do Sócrates só fez o que lhe competia, mandar aqueles volumes de papel tudo para a reciclagem. UMA VERGONHA. Mas atenção, incriminou o Sócrates onde os outros não não tiveram arte e engenho para o fazer.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE