“Não toleramos insultos”: Equipa abandona jogo decisivo ao intervalo

Collin Martin / Twitter

Collin Martin, jogador do clube San Diego Loyal

Comentário sobre a homossexualidade de um futebolista antecipou o final de um jogo de futebol. A mesma equipa tinha protestado outro encontro devido a insulto racista.

O jogo de futebol entre San Diego Loyal e Phoenix Rising só durou 45 minutos. Alegadamente um futebolista do Phoenix Rising atirou um comentário homofóbico, nos últimos instantes do primeiro tempo, e os jogadores de San Diego recusaram jogar a segunda parte.

A confusão começou no (longo) período de compensação da primeira parte, quando Collin Martin viu o cartão vermelho por ter reagido às supostas palavras de Junior Flemmings, avançado do Phoenix Rising, que terá gozado com a homossexualidade de Collin Martin – que há dois anos revelou publicamente que é homossexual.

A expulsão foi anulada posteriormente pelo árbitro mas o treinador dos Loyal, Landon Donovan, prolongou os protestos, entrou no campo e também foi expulso. Os jogadores ainda regressaram para a segunda parte mas, quando o árbitro apitou para o início dos 45 minutos finais, os atletas do San Diego Loyal abandonaram o relvado.

A direção do Phoenix Rising já reagiu e indicou que Junior Flemmings, acusado de comentários homofóbicos, já “negou veemente” todas as acusações.

Foi a segunda vez, no espaço de uma semana, que os Loyal protestaram um jogo de futebol. Na semana passada, frente à equipa B dos Los Angeles Galaxy, Omar Ontiveros, jogador dos Galaxy, terá dirigido insultos racistas ao adversário Elijah Martin. A partida continuou mas a equipa de San Diego decidiu depois perder “na secretaria”, simulando uma falta de comparência, porque não querem “ser associados a um jogo onde aconteça este tipo de coisas”. Omar Ontiveros já não é jogador dos Galaxy, no sábado passado.

O treinador Donovan afirmou, no final do duelo da noite passada, que o seu conjunto “não vai suportar a intolerância” e acrescentou: “Já foi muito difícil entrar em campo hoje, depois do que aconteceu no último jogo. Uma semana depois, acontece outra vez… Foi devastador“.

A direção de San Diego acrescentou: “Na semana passada avisamos que não iríamos tolerar qualquer tipo de descriminação. Uma semana depois, está tudo igual”.

Neste encontro com o Phoenix Rising, a turma de San Diego estava a vencer por 3-1, num jogo decisivo para chegar aos play-offs do USL Championship, a segunda divisão nacional dos Estados Unidos da América.

“Os nossos jogadores foram muito claros: não iriam suportar aquilo e não se importavam de perder todas as esperanças de chegar aos play-offs, mesmo estando a vencer uma das melhores equipas da liga. Disseram que o resultado não interessava. Há coisas mais importantes na vida e temos que lutar pelo que acreditamos”, contou o antigo internacional Landon Donovan.

NMT, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Costa diz que estado de emergência é "prematuro" e põe de lado o recolhimento obrigatório

Numa altura em que o número de infetados não pára de subir em Portugal, o Governo prefere manter a situação de calamidade para dar resposta à pandemia, o que permite tomar medidas como o confinamento …

22-0: a soma de dois jogos, no mesmo dia

Com claro destaque para o que aconteceu nos Países Baixos: 13-0, vitória do Ajax. Recorde no campeonato holandês, cinco golos de um jogador, um guarda-redes a querer marcar uma grande penalidade... O que aconteceu no sábado, …

Aminoácido produzido no cérebro pode prevenir ataques epiléticos

Uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Florida descobriu que um aminoácido produzido pelo cérebro pode desempenhar um papel crucial na prevenção de um tipo de ataque epilético. As crises epiléticas do …

Ir à escola, viajar e assistir a espetáculos. As exceções à proibição de circulação entre concelhos

No final do último Conselho de Ministros, na semana passada, o Governo anunciou a proibição de circulação entre concelhos entre as 0h de 30 de outubro e as 6h de 3 de novembro, englobando o …

País Basco em confinamento, Bélgica quer transferir doentes para os Países Baixos e França "perdeu o controlo"

Numa altura em que a Europa volta a ser epicentro da pandemia de covid-19, o País Basco decretou o confinamento da população e França considera impor a mesma medida. Com falta de camas, Bélgica pediu …

"Dia histórico". Senado confirma nomeação de Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos EUA

O Senado norte-americano confirmou segunda-feira à noite a juíza Amy Coney Barrett para o Supremo Tribunal dos Estados Unidos, o que representa uma vitória política para o Presidente Donald Trump a poucos dias das eleições …

Os olhos das corujas podem ter uma "lente" que melhora a visão noturna

As corujas capturam as suas presas durante a noite. Uma nova investigação sugere que há algo de especial na forma como as moléculas de ADN nos olhos das corujas estão acondicionadas, uma característica que lhes …

Os extraterrestres podem estar a observar-nos à distância (em mais de 1.000 estrelas diferentes)

Da mesma forma que nós, da Terra, já detetámos vários milhares de planetas ao redor de outras estrelas, uma hipotética civilização alienígena poderia ter detetado a nossa presença. Mas de que posições no Espaço isso seria …

Afinal, o buraco negro mais próximo da Terra pode não ser um buraco negro

Um objeto identificado no início deste ano como o buraco negro mais próximo da Terra pode, afinal, não o ser. Depois de reanalisar os dados, diferentes equipas de cientistas concluíram que o sistema HR 6819 …

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …