“Não toleramos insultos”: Equipa abandona jogo decisivo ao intervalo

Collin Martin / Twitter

Collin Martin, jogador do clube San Diego Loyal

Comentário sobre a homossexualidade de um futebolista antecipou o final de um jogo de futebol. A mesma equipa tinha protestado outro encontro devido a insulto racista.

O jogo de futebol entre San Diego Loyal e Phoenix Rising só durou 45 minutos. Alegadamente um futebolista do Phoenix Rising atirou um comentário homofóbico, nos últimos instantes do primeiro tempo, e os jogadores de San Diego recusaram jogar a segunda parte.

A confusão começou no (longo) período de compensação da primeira parte, quando Collin Martin viu o cartão vermelho por ter reagido às supostas palavras de Junior Flemmings, avançado do Phoenix Rising, que terá gozado com a homossexualidade de Collin Martin – que há dois anos revelou publicamente que é homossexual.

A expulsão foi anulada posteriormente pelo árbitro mas o treinador dos Loyal, Landon Donovan, prolongou os protestos, entrou no campo e também foi expulso. Os jogadores ainda regressaram para a segunda parte mas, quando o árbitro apitou para o início dos 45 minutos finais, os atletas do San Diego Loyal abandonaram o relvado.

A direção do Phoenix Rising já reagiu e indicou que Junior Flemmings, acusado de comentários homofóbicos, já “negou veemente” todas as acusações.

Foi a segunda vez, no espaço de uma semana, que os Loyal protestaram um jogo de futebol. Na semana passada, frente à equipa B dos Los Angeles Galaxy, Omar Ontiveros, jogador dos Galaxy, terá dirigido insultos racistas ao adversário Elijah Martin. A partida continuou mas a equipa de San Diego decidiu depois perder “na secretaria”, simulando uma falta de comparência, porque não querem “ser associados a um jogo onde aconteça este tipo de coisas”. Omar Ontiveros já não é jogador dos Galaxy, no sábado passado.

O treinador Donovan afirmou, no final do duelo da noite passada, que o seu conjunto “não vai suportar a intolerância” e acrescentou: “Já foi muito difícil entrar em campo hoje, depois do que aconteceu no último jogo. Uma semana depois, acontece outra vez… Foi devastador“.

A direção de San Diego acrescentou: “Na semana passada avisamos que não iríamos tolerar qualquer tipo de descriminação. Uma semana depois, está tudo igual”.

Neste encontro com o Phoenix Rising, a turma de San Diego estava a vencer por 3-1, num jogo decisivo para chegar aos play-offs do USL Championship, a segunda divisão nacional dos Estados Unidos da América.

“Os nossos jogadores foram muito claros: não iriam suportar aquilo e não se importavam de perder todas as esperanças de chegar aos play-offs, mesmo estando a vencer uma das melhores equipas da liga. Disseram que o resultado não interessava. Há coisas mais importantes na vida e temos que lutar pelo que acreditamos”, contou o antigo internacional Landon Donovan.

NMT, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Lei da eutanásia pode ficar pronta em dezembro e seguir para Marcelo antes das presidenciais

A lei da eutanásia deverá estar concluída, na especialidade, em dezembro, podendo ser aprovada este ano e enviada para decisão do Presidente antes das eleições presidenciais de janeiro, disseram à Lusa fontes parlamentares. À Lusa, a …

90% dos docentes têm medo de serem infetados. Diretores das escolas ponderam abandonar o cargo

Nove em cada dez professores estão preocupados ou têm medo de estar nas escolas por considerarem que estão a ser ignoradas regras que garantem higienização e distanciamento correto em tempo de pandemia, revela um inquérito …

Rui Pinto fala em "tortura psicológica na prisão" (e critica António Costa)

O alegado pirata informático Rui Pinto criticou este domingo o primeiro-ministro António Costa no Twitter, acusando-o de desvalorizar “as questões de Estado de direito” . Numa mensagem publicada no Twitter, Rui Pinto acusou António Costa de …

Polónia avisa que mecanismo de condicionalidade pode ser usado contra Portugal

O Governo polaco avisou esta segunda-feira que o mecanismo de condicionalidade do pacote financeiro europeu, que vincula a distribuição de fundos ao Estado de Direito, poderia também ser usado no futuro contra Portugal, Espanha ou …

Apesar do apelo das autoridades, centenas de pessoas saíram à rua para fazer a festa em Guimarães

Foram muitos os nicolinos que se juntaram, na manhã deste domingo, no Centro Histórico de Guimarães. O típico cortejo do Pinheiro deveria ter-se realizado ontem à noite mas devido às restrições aplicadas no âmbito do …

"Ainda tem muito a oferecer". Poiares Maduro vê Passos a suceder a Ursula von der Leyen na Comissão Europeia

Miguel Poiares Maduro, ex-ministro Adjunto e do Desenvolvimento Regional, disse, em entrevista à TSF, que Pedro Passos Coelho "tem qualidades políticas que lhe permitem aspirar a qualquer cargo político em Portugal". Em entrevista à TSF, o …

"Ou o Governo nos recebe ou levam-nos de ambulância ou caixão". Ljubomir e mais 8 em greve de fome

Nove elementos do movimento "A pão e a água" estão em greve de fome desde a passada sexta-feira, 27 de Novembro. São empresários da restauração e da animação nocturna, entre os quais se encontra o …

Bombeiros "em falência" exigem que Estado pague dívidas de 44 milhões de euros

O presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, diz que as corporações de bombeiros estão "em falência técnica" e reclama ao Estado o pagamento de 44 milhões de euros em dívidas. A Liga dos …

Médico de Maradona investigado por suspeitas de homicídio por negligência

O médico de Diego Maradona está sob investigação por suspeitas de homicídio por negligência. Leopoldo Luque desmente e diz que não tem nada a esconder. A casa e o consultório do médico de Diego Maradona, em …

Sporting acusado de pagar mais por Mattheus Oliveira para influenciar resultado

A Procuradoria-Geral da República está a investigar a transferência de Mattheus Oliveira, do Estoril para o Sporting CP, em 2017. Há suspeitas de influência de resultados. A notícia é avançada pelo Jornal de Notícias, que esclarece …