Epidemia do Ébola descontrolada ameaça estender-se à África Ocidental

European Commission DG ECHO / Flickr

-

O diretor de operações da organização Médicos Sem Fronteiras (MSF), Bart Janssens, avisou esta quarta-feira, numa entrevista publicada no jornal Libre Belgique, que a epidemia de Ébola na África ocidental está a agravar-se e pode atingir outros países.

“Esta epidemia não tem precedentes, não está controlada, a situação agrava-se e ameaça estender-se ainda mais, sobretudo na Libéria e Serra Leoa, com focos muito importantes”, declarou.

“Se a situação não melhora muito rapidamente, há um risco real de ver novos países atingidos“, advertiu.

Janssens afirmou que esta possibilidade “não se pode excluir, mas é difícil de prever“.

“Nunca vimos uma epidemia assim e falta uma visão de conjunto para perceber onde se situam os principais problemas”, sublinhou.

A MSF está “muito preocupada com os contornos que a situação assume, particularmente” na Libéria e na Serra Leoa, disse.

“Cabe à Organização Mundial de Saúde (OMS) e aos governos destacar e organizar os meios necessários para desenvolver esforços e capacidade ao nível requerido para começar a controlar esta epidemia“, concluiu o responsável da organização não-governamental.

Omar Khan, responsável médico do centro de tratamento do Ébola em Kenema, na Serra Leoa, uma das regiões mais afetadas pela epidemia, morreu esta terça-feira depois de ter contraído a doença na semana passada.

Considerado um “herói nacional” pelo trabalho com os doentes de Ébola, Khan foi admitido num centro de tratamento anti-Ébola, gerido pela MSF, em Kailahun, também no leste da Serra Leoa, depois de testes positivos ao  vírus.

Ameaça

Em Londres, o Governo britânico anunciou a realização, durante o dia, de uma reunião interministerial de gestão desta crise, que considera “uma ameaça” para o Reino Unido.

“Até ao momento nenhum cidadão britânico (no estrangeiro) foi infetado e estamos bastante confiantes de que não existe qualquer caso (do vírus) no Reino Unido”, declarou à estação BBC o ministro dos Negócios Estrangeiros britânico, Philip Hammond.

O vírus do Ébola “constitui uma ameaça à qual se deve dar uma resposta”, frisou.

A epidemia, surgida no início do ano, foi declarada primeiro na Guiné-Conacri, antes de se estender à Libéria e depois à Serra Leoa, dois países vizinhos que, a 23 de julho, totalizavam 1.201 casos e 672 mortes, de acordo com o último balanço da OMS.

O vírus do Ébola transmite-se por contacto direto com o sangue, líquidos biológicos ou tecidos de pessoas ou animais infetados.

A febre manifesta-se através de hemorragias, vómitos e diarreias. A taxa de mortalidade varia entre os 25 e 90% e não é conhecida uma vacina contra a doença.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …

Alex Ferguson acusado de receber relógio após viciar jogo da Juventus

Alex Ferguson, antigo treinador do Manchester United durante quase três décadas entre 1986 e 2013 que venceu um total de 38 títulos pelo clube depois de se ter destacado nos escoceses do Aberdeen, foi acusado …