Os ensaios clínicos virtuais estão a caminho (e podem ser mais práticos e baratos)

Uma equipa de investigadores testou ensaios clínicos virtuais, confirmando algumas teorias e descobrindo aspetos ainda desconhecidos no mundo real.

Os ensaios clínicos são realizados no âmbito de uma colaboração entre promotores, médicos investigadores e doentes. O objetivo é investigar novos procedimentos clínicos ou novos medicamentos destinados a identificar, prevenir ou tratar doenças.

Os ensaios clínicos poderão trazer benefícios para os doentes, uma vez que as informações obtidas sobre os medicamentos ou procedimentos, poderão permitir novas opções terapêuticas, ainda não disponíveis fora do âmbito de ensaio clínico.

No entanto, os ensaios clínicos são caros, demorados e arriscados para os participantes. Como tal, já começou a procura por modelos de computador bons o suficiente para substituir os humanos pelo menos nas fases preliminares dos testes.

Uma equipa de investigadores, liderada por Alejandro Frangi, da Universidade de Leeds, está a criar dispositivos semelhantes a stents, chamados desviadores de fluxo intracraniano. Um stent é uma prótese em forma de tubo, inserida num canal orgânico para impedir uma estenose.

Eles são tipicamente usados para tratar aneurismas. A inserção de um desviador de fluxo direciona a corrente sanguínea para longe do aneurisma, permitindo que o sangue já dentro da protuberância permaneça no lugar e coagule, bloqueando assim o aneurisma, explica o The Economist.

Os “voluntários” foram modelos de computador derivados de análises tridimensionais detalhadas do cérebro de 82 voluntários com aneurismas cerebrais.

Os investigadores confirmaram o que já se sabia: que os desviadores de fluxo realmente encorajam a formação de coágulos em aneurismas. Além disso, o ensaio virtual deste novo estudo também investigou fenómenos não testados anteriormente. Os resultados foram publicados na revista científica Nature Communications.

Por exemplo, sugeria-se que, para aneurismas próximos a lugares onde as artérias se bifurcam em dois ramos, a inserção de um desviador de fluxo aumenta o risco de um segundo tipo de acidente vascular cerebral, o acidente vascular cerebral isquémico.

Os testes virtuais mostraram que o risco de um acidente vascular cerebral isquémico realmente aumenta se um desviador de fluxo for instalado perto de uma bifurcação arterial.

O ensaio clínico virtual também fez uma descoberta que ainda não foi confirmada no mundo real. O modelo de computador previu que os pacientes com pressão arterial mais alta do que o normal corriam um risco ainda maior deste tipo de acidente vascular cerebral.

Ensaios clínicos preliminares deste tipo também reduziriam o custo dos testes no mundo real, que custam cerca de 40 mil dólares por paciente.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Alerta de tsunami no Alasca depois de sismo de magnitude 8.2

A península do Alasca, a oeste dos Estados Unidos, foi atingida por um sismo de magnitude 8.2 na noite de quarta-feira (7h15 de quinta-feira em Lisboa) e já foi lançado um alerta de tsunami na …

Conselho de Ministros reúne-se para discutir próximos passos no desconfinamento

O Conselho de Ministros reúne-se esta quinta-feira para decidir os próximos passos no processo de abertura do país, dois dias depois de especialistas terem sugerido a evolução das medidas de restrição de acordo com a …

Capacete magnético mostra-se eficaz na redução de tumor cerebral

O diagnóstico de um cancro é sempre complicado, mas há partes do corpo onde a presença da doença pode ser mais ameaçadora. É o caso do glioblastoma, um tipo de cancro cerebral, que se não …

Engenheiros japoneses fizeram levitar objectos com "armadilha acústica"

Engenheiros japoneses descobriram uma forma de fazer pequenos objectos levitar usando apenas ondas sonoras, o que pode ser um passo importante para a tecnologia. A engenharia biomédica, o desenvolvimento de farmacêuticos e a nanotecnologia podem vir …

Juno fez a maior aproximação a Ganimedes das duas últimas décadas (e as imagens são de cortar a respiração)

A NASA divulgou, recentemente, um vídeo da sonda Juno a passar por Júpiter e Ganimedes, uma das suas luas. As imagens são de cortar a respiração. Juno visitou Ganimedes em junho. As imagens foram captadas no …

Homicídio com 32 anos resolvido com a menor amostra de ADN de sempre

Um caso de homicídio ocorrido há 32 anos, que muitos consideraram impossível de ser resolvido, foi finalmente desvendado (e tudo graças à amostra de ADN mais pequena de sempre usada para decifrar um caso). De acordo …

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …