Ensaio com cloroquina interrompido no Brasil após participantes desenvolverem arritmia

Massimo Percossi / EPA

Um ensaio clínico brasileiro com cloroquina, medicamento que tem sido apontado para tratamento da Covid-19, foi interrompido depois que os participantes começaram a desenvolver arritmia, que pode levar a ataques cardíacos.

Segundo noticiou o Times of Israel na quinta-feira, outro estudo foi interrompido na Suécia quando os pacientes relataram enxaquecas, perda de visão periférica e cãibras. Israel, contudo, tem armazenado grandes quantidades de cloroquina e de hidroxicloroquina com base no pressuposto de que, se outros ensaios se revelarem benefícios no tratamento da Covid-19, isso desencadeará uma guerra na procura por esses medicamentos.

O uso da cloroquina e da hidroxicloroquina para combater à Covid-19 foi enfatizado pelo Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, depois de alguns testes em fase inicial sugerirem que esses medicamentos poderiam impedir o vírus de entrar nas células.

Contudo, esses fármacos – ambos usados no tratamento da malária – são conhecidas por terem efeitos secundários potencialmente graves, incluindo a alteração dos batimentos cardíacos de tal forma que pode causar morte súbita.

O estudo, que decorria na cidade amazónica de Manaus, visava testar 440 pacientes com Covid-19, em fase aguda, com duas doses de 600 miligramas de cloroquina, duas vezes por dia, durante 10 dias. Mas os resultados negativos surgiram após apenas 81 dos participantes terem sido submetidos ao tratamento.

Um quarto das pessoas selecionadas para o ensaio clínico desenvolveu problemas no ritmo cardíaco, com as tendências a sugerirem que mais mortes estavam a ocorrer nesse grupo, tendo os cientistas interrompido essa parte do estudo.

Um outro grupo recebeu 450 miligramas duas vezes ao dia no primeiro dia, seguindo-se uma vez por dia durante mais quatro dias. Esse método assemelha-se ao utilizado noutros estudos, incluindo alguns nos EUA. É cedo para saber se será seguro ou eficaz, visto que o estudo no Brasil não tinha um grupo controle para poder comparar os resultados.

Os investigadores revelaram que apenas um dos participantes do estudo brasileiro não apresentou sinais do vírus em amostras retiradas da garganta após o tratamento. Os resultados desta investigação foram publicados num site de pesquisa e ainda não foram revistos pelos pares.

Giuseppe Lami / EPA

Para complicar, todos os pacientes do estudo também receberam dois antibióticos, ceftriaxona e azitromicina. Este último pode ter igualmente efeitos no coração. Foi também Trump quem divulgou a combinação hidroxicloroquina-azitromicina.

De acordo com o Times of Israel, o médico francês Didier Raoult conduziu um estudo com 80 pacientes, no qual verificou-se que quatro em cada cinco dos tratados com hidroxicloroquina-azitromicina tiveram resultados “favoráveis”.

No seu depoimento, referiu que após tratar 24 pacientes durante seis dias com hidroxicloroquina e azitromicina, o vírus desapareceu em quase um quarto. Esta pesquisa, contudo, não foi revista pelos pares nem publicada numa revista científica.

Há uma semana, o Presidente francês Emmanuel Macron encontrou-se com Didier Raoult e sua equipa em Marselha para falar sobre as últimas descobertas.

Na quinta-feira, em declarações ao Globes, o professor Ronni Gamzu, ex-diretor-geral do Ministério da Saúde israelita – que agora dirige o Hospital Ichilov, em Telavive -, disse que o hospital utilizava cloroquina, mas que não existem evidências da sua eficácia no tratamento da Covid-19.

“Usamos cloroquina no hospital e não acreditamos que seja eficaz, e essa também é a opinião dos cientistas hoje. Estou a acompanhar de perto os desenvolvimentos e não vejo nenhuma notícia especial sobre um tratamento em desenvolvimento”, afirmou.

Jacob Moran-Gilad, membro da Equipa de Gestão de Epidemias do Ministério da Saúde israelita, declarou ao mesmo jornal, na semana passada: “Dentro de algumas semanas, se houver dados oficiais para mostrar que é benéfico, será muito difícil garantir o fármaco”.

Moran-Gilad indicou que a Equipa de Gestão de Epidemias discutiu se deveria dar aos hospitais instruções sobre a hidroxicloroquina. “No momento, não há orientação oficial do Ministério da Saúde de que deve ser usada para a Covid-19. Discutimos isso e decidimos não dar orientação, pois não há dados que apoiem o uso desse medicamento”.

E enfatizou: “O fato de haver um estoque do fármaco não significa que exista indicação ou incentivo oficial ao uso do medicamento”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Egípcio submeteu as três filhas a mutilação genital feminina. Agora, vai ser julgado

Um pai terá dito às três filhas que iam ser vacinadas contra a covid-19, mas, quando acordaram, tinham sido mutiladas. Um cidadão egípcio vai ser julgado por, alegadamente, ter forçado as três filhas menores a serem …

Vacina da Universidade de Oxford para a covid-19 será testada no Brasil

A vacina contra a covid-19 em que trabalham os cientistas da Universidade de Oxford será testada no Brasil, pelo nível de infeção naquele país, revelou esta sexta-feira o Times. Com o declínio nos casos de coronavírus …

Esta noite há um eclipse penumbral da Lua

Esta noite tem bons motivos para atrasar o jantar: ao início da noite desta sexta-feira, haverá um eclipse penumbral da Lua. A Lua vai ficar na penumbra na noite desta sexta-feira. Pouco antes das 21h, em …

Depois de Latifa e Haya, mais uma princesa pediu ajuda para fugir do Dubai (e está desaparecida)

Depois da fuga da princesa Latifa e da princesa Haya do Dubai, outra jovem gravou um vídeo a pedir ajuda para escapar dos seus pais. Agora, está desaparecida. De acordo com o jornal espanhol El País, …

Caso Maddie. Suspeito alemão alvo de nova investigação por crime semelhante na Alemanha

Christian B., de 43 anos, poderá estar associado ao desaparecimento de uma menina de cinco anos, em 2015, na Alemanha. De acordo com a agência DPA, o Ministério Público alemão abriu uma nova investigação sobre o …

À espera de propostas concretas, Jerónimo quer salário pago a 100%

Jerónimo de Sousa admite que só tomará uma posição quanto ao Orçamento Suplementar quando souber as "propostas concretas". Esta sexta-feira, o secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse que só tomará uma posição quanto ao Orçamento …

Do ruído à reciclagem. No Dia Mundial do Ambiente, associação Zero divulga dados preocupantes

As principais preocupações da associação ambientalista Zero em Portugal são ao nível do desperdício de água, do ruído e da reciclagem. Do excesso de lixo produzido por cada habitante ao ruído em excesso provocado pelo …

Esferográfica pessoal e máscara obrigatórios nas eleições do FC Porto

As eleições do FC Porto estão agendadas para este fim de semana e os sócios que quiserem exercer o seu direito de voto terão de levar uma máscara de proteção individual e uma esferográfica. No comunicado …

Açores sem infetados por covid-19. Último paciente internado recuperou

Os Açores estão oficialmente livres de covid-19. Dois meses e meio depois do primeiro caso na região, os Açores não têm qualquer registo de infetados por covid-19. Vasco Cordeiro, presidente do Governo Regional, anunciou no Facebook …

Miguel Albuquerque ainda pondera candidatura a Belém

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, ainda está a ponderar uma eventual candidatura à Presidência da República. O presidente do Governo Regional da Madeira e da estrutura regional do PSD, Miguel Albuquerque, disse …