Encontrados os corpos de um amo e o seu servo em Pompeia. Fugiam à erupção do Vesúvio

(h) Luigi Spina / Parco Archeologia / EPA

Uma equipa de arqueólogos encontrou os restos mortais excecionalmente bem preservados de dois homens que morreram carbonizados durante a erupção do Monte Vesúvio, que destruiu a antiga cidade romana de Pompeia em 79.

De acordo com a CNN, que cita o Ministério da Cultura italiano, um dos corpos pertencia provavelmente a um homem de grande estatuto, com idade entre 30 e 40 anos, que ainda trazia vestígios de uma capa de lã sob o pescoço. O segundo era um homem com entre 18 e 23 anos,  estia uma túnica e apresentava várias vértebras esmagadas, indicando que tinha sido um escravo que fazia trabalhos pesados.

Os restos mortais foram encontrados em Civita Giuliana, 700 metros a noroeste do centro da antiga Pompeia, numa câmara subterrânea na área de uma grande vila que estava a ser escavada.



Os dentes e os ossos dos homens estavam preservados e os vazios deixados pelos seus tecidos moles foram preenchidos com gesso que foi deixado para endurecer e depois escavado para mostrar o contorno dos seus corpos.

Os dois homens, deitados próximos um do outro, teriam escapado da fase inicial da erupção, quando a cidade foi coberta por cinzas vulcânicas e pedra-pomes. Porém, terão sido mortos por uma explosão que aconteceu no dia seguinte.

“Essas duas vítimas talvez estivessem a procurar refúgio quando foram arrastadas pela corrente piroclástica por volta das 9 da manhã”, disse Massimo Osanna, diretor do sítio arqueológico. “É uma morte por choque térmico, como também demonstram os seus pés e mãos fechadas.”

Em comunicado, o ministro da Cultura, Dario Franceschini, disse que a descoberta ressalta o estatudo de Pompeia como “um lugar incrível para pesquisa e estudo”.

Esta é a última de uma série de descobertas fascinantes que as escavações em Pompeia produziram nos últimos anos. Os corpos de duas mulheres e três crianças foram descobertos amontoados no quarto de uma villa na área Regio V em outubro de 2018. Uma semana antes, a mesma villa revelou uma inscrição de carvão que sugeria que o Vesúvio entrou em erupção em outubro de 79 – e não em agosto como se pensava anteriormente.

Os restos mortais de um homem, que também se acredita ter sobrevivido à primeira parte da explosão, foram encontrados em maio de 2018. Os arqueólogos acreditam que foi morto pelos gases letais das fases posteriores da erupção.

Pompeia, 23 quilómetros a sudeste de Nápoles, era lar de cerca de 13 mil pessoas quando a erupção a enterrou sob as cinzas, pedras-pomes e poeira, congelando-a no tempo. Os vestígios não foram descobertos até o século XVI e as escavações organizadas começaram por volta de 1750.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

UE garante compra de mais 150 milhões de doses da vacina da Moderna

A Comissão Europeia aprovou esta terça-feira a alteração ao segundo contrato com a farmacêutica Moderna para a ativação, em nome de todos os Estados-membros da União Europeia (UE), de 150 milhões de doses adicionais em …

Lisboa sobe mais de 20 lugares no ranking. É a 83.ª cidade mais cara do mundo

Lisboa é a 83.ª cidade mais cara do mundo em termos de custo de vida, subindo 23 posições no ranking em relação ao ano passado, num estudo da Mercer divulgado esta terça-feira, que é liderado …

Governo espanhol aprova indultos a nove líderes independentistas catalães na prisão

O governo espanhol aprovou esta terça-feira a concessão de indultos a nove líderes independentistas catalães a cumprir penas de prisão pelo seu envolvimento na tentativa de autodeterminação daquela região espanhola em 2017, anunciou o primeiro-ministro …

Direitos humanos. Confronto entre China e Canadá na ONU

O Canadá denunciou esta terça-feira na ONU, em nome de cerca de 40 países, a situação dos direitos humanos na província chinesa de Xinjiang e em Hong Kong, pedindo a Pequim uma investigação às violações …

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …

Preços das casas continuam a subir. Centeno alerta para riscos de bolha imobiliária

Os preços das casas voltaram a registar um aumento em relação ao mês passado e não subiam tanto há mais de dois anos. Uma situação que leva o Banco de Portugal a alertar para os …