Encontrados 2 corpos que estavam desaparecidos na Figueira da Foz

Paulo Novais / Lusa

Familiares dos pescadores desaparecidos durante o naufrágio de um arrastão à entrada do porto da Figueira da Foz

Familiares dos pescadores desaparecidos durante o naufrágio de um arrastão à entrada do porto da Figueira da Foz

Os corpos de dois dos quatro pescadores que estavam desaparecidos após o naufrágio de terça-feira na Figueira da Foz foram encontrados esta quinta-feira por mergulhadores dentro do arrastão que virou, disse o porta-voz da Autoridade Marítima, Nuno Leitão.

Os mergulhadores continuam à procura dentro do arrastão dos dois corpos que ainda estão desaparecidos.

O arrastão Olívia Ribau naufragou pouco depois das 19h de terça-feira à entrada do Porto da Figueira da Foz. O naufrágio provocou três mortos, dois corpos continuam desaparecidos e há ainda a registar o salvamento de dois pescadores.

Esta manhã, a equipa iria tentar virar o arrastão naufragado, de acordo com declarações à agência Lusa do comandante Nuno Leitão, que espera que a operação fique concluída hoje.

O comandante do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), explicou que a empresa que vai tentar proceder à reflutuação do arrastão está desde esta manhã no local para começar os trabalhos de forma a garantir o desimpedimento da barra e, ao mesmo tempo, possibilitar que os mergulhadores forenses da polícia marítima e da armada possam aceder ao interior da embarcação.

“A empresa foi contratualizada pelo armador, já que é ele quem tem a responsabilidade de garantir o desimpedimento da barra. Em simultâneo, os mergulhadores vão tentar aceder ao interior da embarcação, que se encontra envolta em redes, e aceder em segurança para poder fazer uma vistoria e se existirem corpos lá dentro recuperá-los”, avançou.

Este responsável explicou que as condições do estado do mar “melhoraram consideravelmente” hoje, ressalvando, no entanto, que a posição em que se encontra o arrastão “é complicada”, sobretudo com a ondulação existente.

“Atendendo que não se trata de um ponto fixo de acesso, toda esta área das buscas que se está a tentar fazer com as artes de pescas envolvidas no arrastão tornam estas operações complicadas, pois a visibilidade é nula”, sublinhou Nuno Leitão.

O comandante do Instituto de Socorros a Náufragos explicou ainda que as operações encerram em si algum risco, mas este é “calculado”, de forma que seja possível entrar em segurança no interior da embarcação para vistoriar e recuperar os quatro corpos desaparecidos, caso sejam encontrados.

Quanto ao tempo de duração que uma operação deste tipo pode ter, Nuno Leitão referiu que as operações de salvamento marítimo “são sempre uma incógnita e demoradas”, sublinhando que o objetivo é que a operação esteja concluída durante o dia de hoje.

“Não podemos dizer que vai demorar uma hora, duas, ou cinco horas. O nosso objetivo é tentar, até ao final do dia, conseguir aceder ao interior do arrastão em segurança”, frisou.

Na quarta-feira dezenas de pescadores e familiares das vítimas concentraram-se à porta da Capitania do Porto da Figueira da Foz exigindo explicações à Autoridade Marítima, recusando a versão das autoridades sobre a operação de socorro que se seguiu ao naufrágio e exigindo um pedido de desculpas e a colocação da bandeira nacional a meia haste em sinal de luto e respeito.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas querem hibernar astronautas nas viagens para Marte

A NASA quer enviar astronautas para Marte em 2033. Mas o processo pode ter muitas complicações e uma delas é a duração da viagem que, sem a invenção de uma tecnologia que alcance velocidades relativistas, …

O primeiro protótipo em tamanho real da Starship explodiu durante um teste

O primeiro protótipo completo em aço inoxidável da nave Starship da empresa norte-americana Space X explodiu durante um teste levado a cabo na passada quarta-feira, 20 de novembro, nos Estados Unidos. O incidente ocorreu nas …

Ex-governador brasileiro condenado a mais de 10 anos de prisão

O ex-governador do estado brasileiro de Minas Gerais foi condenado, esta quinta-feira, a uma pena de 10 anos e seis meses de prisão pela Justiça Eleitoral do país. Fernando Pimentel foi considerado culpado dos crimes de …

Áudio das viagens na Uber vai poder ser gravado

A partir de dezembro, a Uber vai passar a oferecer aos utilizadores no Brasil e no México a possibilidade de gravar o áudio da viagem com o objetivo de melhorar a segurança do motorista e …

Mourinho quer ser campeão no próximo ano (e não precisa de reforços)

O treinador português foi oficialmente apresentado como técnico do Tottenham, esta quinta-feira, e diz que já tem em vista a conquista do campeonato na próxima época. José Mourinho admitiu hoje que o título de campeão inglês …

Casal homossexual de pinguins "roubou" um ovo para poder ter a sua família

Um casal homossexual de pinguins de um jardim zoológico na Holanda estava tão ansioso por ter as suas crias que não resistiu à tentação e acabou por roubar um ovo de outro par. De acordo com …

Gabriel renova contrato com o Benfica até 2024

O médio brasileiro renovou contrato por mais uma época com o Benfica, até 2024, anunciou, esta quinta-feira, o clube no seu site oficial. "Estou muito feliz com esta renovação por mais um ano, é uma forma …

Malta Files permitiu ao Fisco recuperar milhões. Rui Pinto diz que foi um dos denunciantes

O pirata informático assumiu, esta quinta-feira, ter sido um dos denunciantes dos Malta Files, que permitiu ao Fisco identificar cidadãos e empresas portugueses que se aproveitaram do regime fiscal maltês para pagar menos impostos. "De acordo …

Há 5 anos que aparecem maços de notas nas ruas de uma aldeia inglesa (e ninguém sabe porquê)

Os residentes de uma aldeia inglesa andam a descobrir maços de notas nas ruas desde 2014. Um mistério que, até agora, ninguém conseguiu explicar. Mas há várias teorias e uma envolve o Pai Natal! O dinheiro …

Em 2018, só nove crianças foram colocadas em famílias de acolhimento

Apenas nove crianças tiveram uma medida de proteção em regime de acolhimento familiar em 2018, sendo que quase todas as crianças sinalizadas pelas comissões de menores ficaram na família, a maioria junto dos pais. De acordo …