Encontrado na Galiza submarino nazi desaparecido há 75 anos

USAF

O submarino alemão U-966 Gut Holz no dia 10 de novembro de 1943

Depois de muitos anos de busca, um grupo de mergulhadores encontrou finalmente os restos de um submarino nazi da Segunda Guerra Mundial. A embarcação foi encontrada na costa da Galiza, no noroeste da Espanha.

O submarino U-966 Gut Holz, que significa literalmente “boa madeira”, afundou-se em novembro de 1943 durante um ataque aéreo das forças aliadas.

A 10 de novembro de 1943, a marinha americana e a força aérea britânica atacaram o U-966 Gut Holz durante todo o dia. Os alemães defenderam-se e derrubaram um avião britânico. Porém, depois de conseguir escapar por algum tempo, o submarino alemão foi atingido por um bombardeiro da força aérea britânica.

A embarcação, que tinha quase 70 metros de comprimento, ficou seriamente danificada no bombardeamento. A tripulação alemã instalou então bombas-relógio e abandonou o submarino para que se afundasse. Oito tripulantes alemães morreram na operação. Outras 52 pessoas, o resto da tripulação, conseguiu chegar a terra firme.

Quase 75 anos depois, mergulhadores espanhóis encontraram os restos da embarcação alemã, a cerca de 25 metros de profundidade, próximo de uma área conhecida como Estaca de Bares. Segundo a imprensa local, os mergulhadores encontraram peças soltas e o que seria um pedaço do casco.

Depois de vários anos de busca, numa zona de acesso muito difícil por causa das condições marítimas, do clima e do solo rochoso, três mergulhadores espanhóis conseguiram avistar pela primeira vez os restos do submarino perdido.

“Os alemães afundaram o submarino porque estavam desesperados, sabiam que tinham as horas contadas. Os aviões dos Aliados estavam a atacar de todos os lados. Foi uma situação de emergência”, explicou Yago Abilleira, mergulhador e pesquisador de história naval, ao jornal La Voz de Galicia.

La Voz de Galicia

A equipa de mergulhadores que encontrou o submarino alemão U-966 Gut Holz

Abilleira explica que os restos do submarino estão totalmente dispersos por causa das explosões e da acção do mar. Antes de ser abatido, o U-966 voltava de uma operação na costa dos Estados Unidos, quando foi detectado pelas forças aliadas.

Esse tipo de submarino infligiu enormes danos às forças de combate aliadas durante a guerra, atacando comboios de suprimentos e navios. O Gut Holz era praticamente novo quando se afundou: tinha sido inaugurado nesse mesmo ano de 1943, e foi utilizado durante apenas 10 meses.

Na altura, a Espanha era uma ditadura comandada pelo general Francisco Franco. Oficialmente, o país manteve-se neutro na guerra, mas ofereceu ajuda à Alemanha nazi de várias formas. Essa relação de amizade permitiu que a tripulação alemã que sobreviveu ao naufrágio do U-966 regressasse com vida ao país natal.

De acordo com uma página alemã de história naval, a ubootarchiv.de, três barcos pesqueiros locais resgataram os 44 membros da tripulação, que se mantiveram a salvo na costa da Galiza. O site revela que o comandante do submarino, Eckehard Wolf, voltou para a Alemanha um ano mais tarde, em novembro de 1944, com um nome falso.

ZAP // BBC

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Também por cá temos um “bicharoco” (o U-1277) destes a descansar nas nossas águas, nomeadamente ao largo do Porto de Leixões. Outro caso interessante é o do U-977 que na sua fuga, no fim da 2ª Guerra Mundial, para a Argentina, parou na Ilha portuguesa (á data) de Cabo Verde para se reabastecer de diesel e mantimentos.

RESPONDER

Comprar móveis mata relacionamentos

Os números não mentem e está comprovado: comprar móveis com a sua cara-metade é a arma fatal do seu relacionamento. A marca online de móveis Article conduziu recentemente uma pesquisa com cerca de 2.000 norte-americanos, em …

Marisa Matias critica Centeno por “encabeçar ameaças” a Itália

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda, disse a Mário Centeno, num debate no Parlamento Europeu, que é “desconcertante” vê-lo, enquanto presidente do Eurogrupo, a “encabeçar as ameaças” a Itália, questionando-o se não "há …

Moscovici quer voltar a "tweeetar" com Costa (mas deixa avisos)

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, diz que ficará "encantado" se o primeiro-ministro e seu "bom amigo" António Costa tiver o prazer de voltar a "tweetar". Isto para sublinhar que espera que Portugal …

Não há acordo. Greve dos enfermeiros começa quinta-feira e só acaba no fim do ano

Os enfermeiros mantêm a greve que começa na quinta-feira nos blocos operatórios de cinco hospitais, por falta de acordo com o Governo sobre a estrutura da carreira. A informação foi prestada à Lusa pelos presidentes da …

Próximas eleições portuguesas podem ser marcadas por fake news

A difusão de notícias falsas durante as eleições brasileiras atingiu níveis sem precedentes e o fenómeno chegou também a Portugal, onde se pode estar a preparar uma ação semelhante para as próximas eleições nacionais, alertou …

Proposta de Orçamento mostra um "profundo desconhecimento" do país

A presidente do CDS-PP, Assunção Cristas, considerou esta terça-feira que a proposta de Orçamento do Estado para 2019 (OE2019) mostra um "profundo desconhecimento" e está de "costas voltadas" para o país. "É um Orçamento que mostra …

Caso Khashoggi: Trump mantém-se ao lado da Arábia Saudita

Donald Trump emitiu um comunicado em que se pronunciou sobre o assassinato do jornalista Jamal Khashoggi, revelando que embora condene veemente o crime, a relação dos Estados Unidos é com Reino da Arábia Saudita, "parceiros …

Visita de João Lourenço pode deixar “irritante” entre Portugal e Angola para trás

A primeira viagem de Estado de João Lourenço a Portugal é uma demonstração de que Portugal e Angola "pretendem enterrar o irritante e avançar com os temas da cooperação direta", avança Jornal de Angola. No editorial …

Documento de 2014 previu colapso e aconselhava encerramento da estrada de Borba

Há novos dados que apontam que a tragédia da estrada de Borba, que desmoronou, provocando a morte de 2 pessoas e mais 3 desaparecidas, poderia ter sido evitada. Um memorando de 2014 já previa a …

Noiva adolescente leiloada no Facebook. Rede social só reparou depois do casamento

Uma jovem de 16 anos do Sudão do Sul foi leiloada para casamento no Facebook. Quando a rede social reparou, a jovem já tinha sido comprada e estava casada. De acordo com a organização pelos Direitos …