“Vamos embrulhar o voto do Brexit para o Natal”. Acordo votado esta sexta-feira

Neil Hall / EPA

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

O processo de ratificação do acordo de saída do Reino Unido da União Europeia (UE) vai recomeçar hoje, com a votação na generalidade da legislação que vai regular o Brexit, a qual deverá ser aprovada sem dificuldades.

A proposta de lei da União Europeia (Acordo de Saída) já tinha sido aprovada em outubro, mas o governo interrompeu o processo legislativo porque o parlamento chumbou o calendário acelerado para a ratificação antes de 31 de outubro, resultando num novo adiamento do Brexit.

A diferença desta vez é que o governo tem uma maioria absoluta na Câmara dos Comuns, resultando das eleições legislativas do passado dia 12 de dezembro.

A votação desta sexta-feira está prevista para cerca das 14h30 e implicou a autorização pelo presidente da câmara baixa do Parlamento, Lindsay Hoyle, para uma sessão extraordinária numa sexta-feira, após a qual parlamento encerra para férias. “Hoje vamos cumprir a promessa que fizemos à população e embrulhar o voto do Brexit para o Natal”, afirmou o primeiro-ministro, Boris Johnson, em declarações divulgadas num comunicado.

O diploma terá de ser depois debatido e votado na especialidade em janeiro, sendo improvável que o Partido Conservador deixe passar quaisquer emendas da oposição, e debatido na Câmara dos Lordes para ser promulgado “o mais rápido possível”, permitindo que o Reino Unido possa sair da UE dentro do prazo de 31 de janeiro. Para a ratificação ficar completa, o acordo terá de ser também aprovado pelo Parlamento Europeu.

“Depois de anos de atraso e rancor no parlamento, vamos dar segurança e empresas e pessoas trabalhadoras em todo o país vão ter uma base sólida para planear o futuro”, lê-se no comunicado.

A redação da proposta de lei foi alterada desde outubro, tendo sido introduzida a proibição de prolongar o período de implementação para além de 31 de dezembro de 2020, permitir aos tribunais britânicos considerar as decisões do Tribunal de Justiça Europeu que foram mantidas na legislação nacional.

Removidas foram garantias sobre direitos laborais e legislação ambiental, mas o governo assumiu o “compromisso de continuar com os mais altos níveis de direitos dos trabalhadores, normas ambientais e proteção ao consumidor” em legislação à parte.

Em Bruxelas, o Brexit em janeiro é “99,9% uma certeza”

Em meados de janeiro, na sessão plenária de Estrasburgo, o Parlamento Europeu pretende aprovar uma resolução com “exigências”, relativas ao respeito pelos direitos dos cidadãos europeus que residem no Reino Unido, porque subsistem as dúvidas quanto ao modelo de aplicação do sistema de reconhecimento dos direitos dos cidadãos.

Em declarações ao Diário de Notícias, Pedro Silva Pereira, vice-presidente do Parlamento Europeu e membro do grupo coordenador para o Brexit, disse que gostariam que “esse sistema fosse mais ágil, mais simplificado e que desse mais garantias aos cidadãos de que os seus direitos são efetivamente protegidos”.

O plano pode passar por “entregar uma Green Card da UE a todos os cinco milhões de cidadãos da UE no Reino Unido e aos britânicos na Europa”, afirmou ao DN o coordenador do Brexit no Parlamento Europeu, Guy Verhofstadt.

Segundo o eurodeputado português do PSD, Paulo Rangel, a saída do Reino Unido na data marcada é agora tida como uma certeza, com “99,9% de probabilidades” de acontecer. Porém, sobre a conclusão das discussões para a relação futura, considera “um pouco ambicioso e até utópico pensar que um acordo comercial pode ser celebrado nesse tempo”, existindo “o risco de chegarmos ao fim e não haver acordo nenhum”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Numa verdadeira cena à James Bond, homem foge do FBI numa scooter subaquática

Um americano que estava a ser procurado por um suposto envolvimento num esquema de fraude, foi preso na passada segunda-feira, dia 16, após usar uma "scooter marítima" subaquática para tentar fugir do FBI. Quem assistiu ao …

Após quase terem sido extintas, baleias azuis estão a voltar à Geórgia do Sul

A baleia azul regressou às águas em torno da ilha Geórgia do Sul, quase um século depois de este animal ter sido quase extinto pela caça industrial. A remota ilha Geórgia do Sul, perto da Antártida, era …

Manuscritos de "A Origem das Espécies" divulgados online pela primeira vez

Duas páginas originais do rascunho manuscrito de "A Origem das Espécies", de Charles Darwin, foram divulgadas online pela primeira vez. Além disso, foram ainda publicadas cartas e notas de leitura nunca antes vistas. Os documentos foram …

Os videojogos podem ser bons para o bem-estar pessoal, sugere estudo

De acordo com um novo estudo que analisou o comportamento de jogadores e dados fornecidos por empresas de videojogos, o tempo gasto a jogar pode ser bom para o bem-estar pessoal. A Electronic Arts e a …

A MINI criou uma van perfeita que foi pensada para relaxar, usufruir e conviver

A marca de automóveis MINI apresentou o projeto do Vision Urbanaut. Este veículo é uma van completamente moderna e sustentável, pois oferece mais espaço interior e versatilidade, e ainda deixa uma pegada ecológica mínima. Esta van …

Covid-19. Angela Merkel alerta sobre plano de vacinação para países mais pobres

A chanceler alemã, Angela Merkel, alertou os líderes dos países mais desenvolvidos que o progresso no desenvolvimento de um sistema de distribuição de vacinas para nações mais necessitadas tem sido lento e que essa questão …

Explosão em Beirute. Danos segurados rondam mil milhões

As vítimas da explosão que destruiu o porto de Beirute e área circundante, em agosto, apresentaram um total de 14.921 reclamações de seguro, totalizando danos segurados estimados em perto de 1,62 biliões de libras libanesas …

Centenas de pessoas que morreram de covid-19 em Nova Iorque continuam em camiões frigoríficos

Muitos destes cadáveres, que continuam em camiões frigoríficos, são de pessoas cujas famílias não puderam ser localizadas ou que não podem cobrir os custos do enterro. De acordo com o The Wall Street Journal, cerca de …

Bolsonaro responsabiliza estados e municípios por não usarem testes

Mais de 6,8 milhões de testes RT-PCR, adquiridos pelo Ministério da Saúde brasileiro, perderão a validade entre dezembro deste ano e janeiro de 2021. O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, direcionou para estados e municípios a responsabilidade …

Médico presente na sala de emergência revela detalhes da morte de John F. Kennedy

Um médico que estava presente na emergência do Parkland Memorial Hospital, para onde John F. Kennedy (1917-1963) foi transferido depois de ser baleado numa visita política ao estado do Texas, revelou novos detalhes sobre a …